cougartown_2_21_101


Cougar Town (2x21x22 Season Finale) – Something Good Coming

E não é que foi pra lá de bom?

Quando eu vi que a Season Finale de Cougar Town seria dupla já comecei a lamentar. Adiei bastante o momento de ver o episódio e ficava perguntando a mim mesma que conteúdo eles poderiam ter para ousar fazer um final de temporada assim, já que muitas vezes os episódios de 20 minutos deixam a desejar.

Porém, para minha sorte (e da maioria) a série não apenas conseguiu preencher bem o tempo de tela, como ainda fez boas piadas e encerrou bem o arco da temporada. Só sei que me diverti bastante assistindo e o episódio passou voando.



Toda a história das férias em família já parecia bastante bacana num vinhedo, mas realmente, o Hawaii, pós fuga de Travis, foi o cenário perfeito para muitas cretinices malandras, ao estilo dos filmes dos anos 1980.

Mas, antes de falar disso tudo, vale lembrar o delicioso Easter Egg “escondido” na cena em que Travis e Laurie tomam aquele café e fazem jabá do Subway ($$$): ABED. Se você, assim como eu, assiste Community, excelente comédia da NBC, sabe que na Season Finale tivemos a participação marota de Travis e Laurie durante o campeonato de paintball. Agora, foi a vez de a ABC retribuir, trazendo Abed, fã confesso de Cougar Town, para uma das cenas da série. Ele nem precisou falar nada. Ficou de fundo, balançando a cabeça de acordo com a conversa dos outros e eu ri muito. Também acho muito legal ver que duas comédias de emissoras diferentes se permitem essa brincadeira.

Incrivelmente, gostei de todos os plots e do uso de todos os personagens. Até mesmo Tom, o vizinho creepy esteve ótimo em suas aparições, transportando objetos, crianças e sendo agraciado como um cachorrinho. Fiquei com a impressão de que ele conseguiu sua passagem para dentro da Gang, mas quem sabe? Baita cliffhanger para a próxima temporada.

Apesar de todas as coisas forçadas que todos criticam em Courteney Cox eu não consigo não achar graça naquelas situações de mãe coruja extreme. Às vezes enche o saco, verdade, mas não hoje. A relação dela com Travis previa tudo aquilo, com direito à trilha sonora triste do “Tom havaiano” com quem Travis começou a morar.

Todo o drama com Grayson também foi legal, fofinho, romântico e com aquela cena bizarra na piscina, em busca de uma camisinha. Lembro que na Finale do ano passado os produtores prometeram não separar o casal tão cedo e acredito que essa tenha sido uma decisão sábia e fora do clichê. Estão conseguindo seguir com a história deles, com pequenas tensões de dia a dia, afinal, essa é uma comédia bem light e não cabem coisas muito infelizes.

A interação entre Andie e Bobby sempre dispensa comentários. O man-crush dos dois é muito bom, mas com a adição de Ellie, ficou ainda melhor. Ainda estou nervosa com a história da escova de dentes e honestamente, prefiro nem saber o que aconteceu.

Não entendi nada daquele Vacation Boyfriend de olho roxo, mas ok. O que me animou foi a possibilidade de Laurie e Travis na próxima temporada. Já imagino várias situações estranhas entre eles, as pirações de Jules e as piadas venenosas de Ellie. Além disso, todos querem saber se Jules vai ser mãe louca de um novo bebê.

Cougar Town realmente conseguiu criar uma boa atmosfera nessa reta final e renovou minha vontade de ver a série, algo que achei que jamais conseguiria recuperar depois de meia dúzia de episódios esquecíveis (e esquecidos, de fato). Mas agora, só teremos mais episódios na Mid-Season. Bom ou ruim, difícil definir. Mas Courteney Cox, quem diria, sobrevive mais um ano à maldição de Friends.

 

Crítica por: Camila Barbieri (Blog)

Últimas Resenhas:





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c