O assunto da possessão demoníaca já rendeu dezenas – se não centenas – de produções cinematográficas, especialmente aquelas produzidas pelos Estados Unidos. Ainda que o assunto pareça esgotado, de vez em quando um filme ou série traz um ou outro elemento diferente que dá um aspecto ligeiramente inédito para o tema. É o caso de ‘Na Mente do Demônio’, novo terror da Amazon Prime que chegou recentemente para os assinantes da plataforma.

Carly (Carly Pope) é uma mulher independente que deseja deixar no passado determinado episódio traumático ocorrido em sua adolescência. Entretanto, quando Martin (Chris William Martin), um amigo de sua juventude, reaparece em cena dizendo ter encontrado a mãe de Carly, Angela (Nathalie Boltt), em uma clínica de pesquisa laboratorial e que ela estaria em coma, chamando pela filha, Carly percebe que o seu passado nunca a deixará em paz enquanto ela mesma não procurar dar um ponto final em sua história com sua mãe, por isso, precisa ir até a clínica para, mais do que ouvir, dizer umas verdades para a própria mãe.



Em cerca de uma hora e quarenta de duração ‘Na Mente do Demônio’ traz uma história fraquinha com boas soluções para a produção. Filmado secretamente no Canadá durante a pandemia do corona vírus, é interessante observar as alternativas encontradas para as cenas que continham mais de um personagem (quase sempre em ambientes externos) ou, quando tinha mais de uma pessoa em cena, como os efeitos especiais davam conta de distorcer os fundos e as bordas para que as definições ficassem mais neutras, para não parecer tanto o CGI. Isso é uma solução bastante inteligente da produção.

Escrito e dirigido por Neill Blomkamp, a premissa de ‘Na Mente do Demônio’ é mais interessante do que o resultado. Ao colocar a protagonista como um fantoche nos planos do demônio e forçá-la a se comunicar com a mãe através de uma tecnologia inovadora e em teste no mercado – uma espécie de inserção nos pensamentos de alguém em coma, de modo que o visitante literalmente entra na memória do paciente e interage com a pessoa virtualmente no plano imaterial da mente – o longa atiça a imaginação do espectador, porém, esse instigante artifício não surte resultado diante do plot twist elaborado pelo roteiro que desvirtua todo o pouco que foi construído, tão somente para recair no campo da mesmice dos filmes de possessão demoníaca. Teria sido mais interessante se assumir como uma proposta diferente e se segurar nela até o fim.

Aproveite para assistir:

Com pouquíssimas cenas de terror – e apesar do argumento de possessão demoníaca – ‘Na Mente do Demônio é um filme que não assusta em nem uma das cenas que propõe o jump scare, porém, tem uma premissa de ficção científica interessante que dá margem para uma boa especulação. Não é a melhor opção do gênero na Amazon Prime, mas pode despertar a curiosidade daqueles que curtem histórias com tecnologias possíveis de serem desenvolvidas na nossa realidade.



COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: