sexta-feira, maio 24, 2024

Crítica | Por Trás da Verdade – Hilary Swank e Grande Elenco em Suspense abaixo de suas carreiras

Hilary Swank é uma enorme atriz que teve o ápice de sua carreira no início dos anos 2000, quando ganhou não um, mas dois Oscares de Melhor Atriz: primeiramente em no ano 2000, pelo seu papel no intenso drama ‘Meninos Não Choram’, em que protagonizou a vida de uma jovem mulher que não se identificava com seu gênero e que passou a se vestir de homem, numa sociedade que não tolerava a liberdade de gênero; pouco depois, em 2005, a atriz voltou a levar a estatueta principal por seu papel em ‘Menina de Ouro’, em que dá vida a uma operária que passa a treinar boxe e se torna uma excelente pugilista e depois, em 2007, estrelou ‘P.S. Eu Te Amo’, que embora não tenha levado nenhum prêmio, é um romance queridinho para muitos cinéfilos. Bom, depois desse grande momento na carreira, Hilary deu uma desaparecida por um longo período, fazendo poucos trabalhos para alguém tão premiada, mas volta agora com mais energia, com o longa ‘Por Trás da Verdade’, que estreia essa semana nos cinemas brasileiros.

Na trama conhecemos Marissa (Hilary Swank), uma jornalista sênior em crise de escrita. Então, certo dia, recebe a ligação de que seu filho mais novo, que tinha um problema de vício em drogas, fora encontrado morto, aparentemente atropelado. Diante do trágico acidente, Marissa se fecha ainda mais, contando apenas com a ajuda de seu outro filho, Toby (Jack Reynor, de ‘Midsommar’), que é policial e tenta buscar informações sobre o caso. Porém, quando Paige (Olivia Cooke, da sérieA Casa do Dragão’), então namorada do falecido rapaz, aparece no velório e conta à Marissa que está grávida, a jovem passa a participar mais da vida da sogra. E é nesse momento que o que aparentemente parecia um acidente começa a se apresentar como um possível assassinato, e Marissa e Paige irão deixar suas divergências de lado para encontrarem a verdade sobre o que aconteceu.

Em uma hora e meia, o espectador é apresentado a uma trama com um potencial interessante, mas que, aos poucos, vai deixando a sensação de que não vai engrenar em tudo aquilo que poderia ser. Escrito e dirigido por Miles Joris-Peyrafitte (em seu primeiro trabalho na direção de um longa), a inexperiência do diretor infelizmente acaba refletindo no filme, uma vez que o elenco de peso (temos uma protagonista duas vezes vencedora do maior prêmio do cinema mundial, além de atores que participaram de um filme e uma série que bombou nos cinemas e nas redes) que não entrega todo o potencial aos seus personagens, ora apresentando expressões caricatas, ora parecendo conterem-se à reprodução das falas do roteiro.

Enquanto thriller, a história toda, além de um bocado forçada (uma mãe jornalista, sem nenhum interesse em socializar, do nada se mete a fazer investigação policial junto com a nora ex-viciada em drogas) oferece um plot previsível e uma resolução pouco interessante, envergada pro drama, deixando pouco espaço para a imaginação.

Por Trás da Verdade’ é um projeto curioso por reunir nomes renomados no mercado em uma produção tão abaixo em suas carreiras. Vale por trazer Hilary Swank de volta às telonas, mas não vai além disso.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS

Hilary Swank é uma enorme atriz que teve o ápice de sua carreira no início dos anos 2000, quando ganhou não um, mas dois Oscares de Melhor Atriz: primeiramente em no ano 2000, pelo seu papel no intenso drama ‘Meninos Não Choram’, em que...Crítica | Por Trás da Verdade – Hilary Swank e Grande Elenco em Suspense abaixo de suas carreiras