terça-feira, fevereiro 20, 2024

Crítica | Sombras de um Crime – Liam Neeson é detetive em Suspense Noir à la Hitchcock

O calendário cinematográfico de 2023 finalmente começou porque o primeiro filme de Liam Neeson do ano chega a partir dessa semana aos cinemas brasileiros. Podemos falar isso com propriedade porque Liam Neeson é um dos caras mais ativos da indústria, lançando filme atrás de filme incansavelmente. Bom, talvez não tão incansavelmente, pois o ator, pela primeira vez em tanto tempo, está levemente trocando de gênero e de personagem, ainda que mantenha a essência do homem bruto. Estamos falando do suspenseSombras de um Crime’, seu mais novo trabalho.

Marlowe (Liam Neeson) é um detetive particular nas ruas da Los Angeles da final dos década de 1930. Após ter perdido o seu distintivo como detetive policial, Marlowe vive de pequenos casos que lhe renda em algum dinheiro sem lhe custar seus valores. Quando uma misteriosa e atraente mulher, Clare Cavendish (Diane Kruger), o procura em seu escritório com muito dinheiro e um único pedido – encontrar seu amante desaparecido – Marlowe fica extremamente tentado a solucionar o caso, que aparentemente parece ser uma coisa simples. Entretanto, durante a década de ouro do cinema hollywoodiano, nada é exatamente o que parece, e a investigação sobre o desaparecimento de Nico Peterson (François Arnaud) pode ser conduzida por caminhos não planejados, colocando a vida de Marlowe em perigo.

Para quem acompanha a carreira do ator, é legal ver Liam Neeson estrelando um filme que sai do foco dos filmes de ação e envereda por outro gênero – no caso, o suspense policial desenvolvido através do subgênero noir. Considerando seus últimos filmes, em que ele fez o papel de um assassino de aluguel já com problemas de memória ou de saúde devido à sua idade e demonstrando visível cansaço em gravar as cenas de pancadaria, enquanto investigador Marlowe Liam Neeson sem encaixa perfeitamente no papel, pois consegue demonstrar a mesma dureza dos outros personagens com os quais costumava trabalhar e, ao mesmo tempo, imprimir aquela desenvoltura típica de personagens tão bem criados na literatura, como o Poirot de Agatha Christie, ou a nebulosidade dos personagens de Alfred Hitchcock.

Um dos melhores aspectos de ‘Sombras de um Crime’ é a produção artística, tanto do cenário quanto da caracterização e o figurino, que, somados ao tom sépia escolhido pelo diretor Neil Jordan, consegue ambientar bem tanto a época quanto a localidade e a temática do filme ao espectador. Baseado no livro “The Black-Eyed Girl”, de Benjamin Black (título que aparece como um filme fictício em um pôster nas últimas cenas), esta não é a primeira vez que o personagem Marlowe é adaptado para os cinemas, mas Liam Neeson incorporou bem a essência do protagonista, imprimindo suas próprias características pessoais, tornando-o nem vulgar nem canastrão demais. E, como pano de fundo, o espectador ainda pode ter um gostinho dos bastidores da Hollywood de início do século 20, pois é neste panorama em que o crime a ser investigado ocorre.

Sombras de um Crime’ é um filme envolvente, ainda que a motivação de seus personagens seja um pouco fraca. Mas quem gosta de filmes noir poderá ser contemplado com uma boa imersão neste ‘Sombras de um Crime’, cuja produção realmente consegue imergir o espectador no clima do filme.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS

O calendário cinematográfico de 2023 finalmente começou porque o primeiro filme de Liam Neeson do ano chega a partir dessa semana aos cinemas brasileiros. Podemos falar isso com propriedade porque Liam Neeson é um dos caras mais ativos da indústria, lançando filme atrás de...Crítica | Sombras de um Crime – Liam Neeson é detetive em Suspense Noir à la Hitchcock