sexta-feira, maio 24, 2024

Crítica | Vidente por Acidente – Otaviano Costa é Puro Carisma em ÓTIMA Comédia com Xuxa

Otaviano Costa é praticamente da família de todo brasileiro. Ao longo dos anos, nos acostumamos a vê-lo praticamente todos os dias nas telinhas da tv, fosse nos programas “Tá Brincado”, “Extreme Makeover – Brasil” ou “Cozinhe se Puder”, fosse nos comerciais quase diários como garoto-propaganda de uma famosa rede de supermercados. Dotado de um carisma e simpatia que fizeram com que o caminho para a atuação fosse natural, Otaviano não tem longa carreira nos cinemas, contando algumas participações especiais, como em ‘De Perto Ela Não é Normal’, e como dublador (‘O Touro Ferdinando’). Mas agora Otaviano ele chega aos cinemas com a comédia brasileiraVidente por Acidente’, que estreia essa semana nos cinemas de todo o país.

No dia de seu aniversário, Ulisses Betarello (Otaviano Costa) tem um sonho com Deus (Serjão Loroza), com quem compartilha uma inquietação: não sabe se quer, ou se consegue continuar trabalhando como arquiteto, pois acha que, no fundo, nasceu para fazer outra coisa. Quando acorda, Ulisses decide procurar uma vidente (Katiuscia Canoro) para descobrir sua verdadeira vocação. Ela lhe dá um chá que o faz viajar, e, quando acorda, Ulisses percebe que ganhou uma espécie de superpoder: ao tocar nas pessoas, ele consegue sentir a vocação profissional da pessoa. Aos poucos a notícia começa a correr na cidade, e acaba impactando tanto na sua vida particular com sua esposa (Evelyn Castro) e sua filha (Jamilly Mariano), quanto no seu trabalho, na empresa de sua mãe (Totia Meirelles). Agora Ulisses está decidido a abandonar a arquitetura e viver como vidente, e isso vai tornar a vida de todo mundo uma grande confusão.

Partindo de uma premissa original do próprio Otaviano (que escreveu o argumento e ajudou a produzir o longa), ‘Vidente por Acidente’ reflete a famosa “crise da meia idade” que muitos homens (e também mulheres) enfrentam, e que já foi vastamente retratada nos cinemas e na tv. A diferença aqui são muitas: primeiramente, ao contrário de muitas novelas, aqui a crise não é no casamento, e a solução não é buscada em outro relacionamento; a crise vivida não tem a ver com experiências não vividas na juventude e que precisam ser aproveitadas na maturidade – ao contrário, tem a ver com o emprego dos sonhos, a verdadeira vocação que é impedida por causa do sistema capitalista que empurra as pessoas a empregos que as sustentem financeiramente, mesmo que não seja aquilo que realmente queiram fazer.

Assim, o argumento é desenvolvido em roteiro por André Brandt e Gui Cintra e se transformou numa comédia deliciosa cheinha de referências, easter-eggs e piadas contemporâneas de fácil identificação. Soma-se a isso um elenco em sintonia e muitas participações especiais hilárias, como Flavia Alessandra fazendo o papel de esposa de Otaviano Costa (e reclamando deste) e Xuxa Meneghel surpreendendo o público ao anunciar que sua verdadeira vocação nunca foi ser cantora ou apresentadora!

Tivesse sido feita lá fora, o filme de Rodrigo Van der Put (‘Dois é Demais em Orlando’) seria uma daquelas comédias reflexivas estreladas por Jim Carrey e que se tornam queridinhos do público, como ‘Todo Poderoso’. Ainda bem que, no entanto, é um filme brasileiro, pois Otaviano Costa é produtor nato de risadas. Produzido pela Conspiração Filmes e distribuído pela Star Original, ‘Vidente por Acidente’ mostra que tudo pode ser, só basta acreditar, e que os sonhos vêm para quem quiser sonhar.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS

Otaviano Costa é praticamente da família de todo brasileiro. Ao longo dos anos, nos acostumamos a vê-lo praticamente todos os dias nas telinhas da tv, fosse nos programas “Tá Brincado”, “Extreme Makeover – Brasil” ou “Cozinhe se Puder”, fosse nos comerciais quase diários como...Crítica | Vidente por Acidente – Otaviano Costa é Puro Carisma em ÓTIMA Comédia com Xuxa