La La Land: Cantando Estações’ se tornou um dos filmes mais aclamados e memoráveis dos últimos anos e, cinco anos depois de sua estreia oficial no Festival de Veneza, continua  a encantar o público com uma história inspiradora e que exalta o poder dos sonhos.

Estrelado por Emma StoneRyan Gosling, o longa-metragem dirigido por Damien Chazelle gira em torno de Mia, uma aspirante à atriz, e Sebastian, um pianista de jazz, que cruzam caminho em Los Angeles, a Cidade dos Sonhos, e partem em uma aventura para encontrarem sucesso no que fazem em meio a competições, decepções e um complexo relacionamento regado à música e à dança.

Arrecadando quase US$450 milhões ao redor do mundo e conquistando seis estatuetas do OscarMelhor Direção para Chazelle, Melhor Atriz para Stone, Melhor Música OriginalMelhor FotografiaMelhor Design de ProduçãoMelhor Trilha Sonora Original -, revisitá-lo é sempre uma boa opção.

Para celebrar a produção, o CinePOP separou uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores, que você pode conferir abaixo:



  • La La Land levou para casa dezenas de prêmios desde sua estreia e quebrou inúmeros recordes. Um deles ocorreu no Globo de Ouro em 2017, quando o filme levou para casa nada menos que sete estatuetas dentre sete indicações, consagrando-se como a maior conquista do evento e quebrando o recorde de ‘Um Estranho no Ninho’.
  • De acordo com o compositor Justin Hurwitz, as performances em piano foram gravadas primeiramente por Randy Kerber durante a pré-produção. Gosling, então, passou duas horas por dia e seis dias por semana em aulas instrumentais para aprender as músicas de cor. Quando as filmagens começaram, Gosling conseguia fazer as sequências com o piano sem dublê de mãos ou CGI.
  • A cena da audição, onde o diretor de elenco interrompe Mia para atender a um telefonema, foi inspirado por um dos testes dos quais Gosling participou na vida real.

Aproveite para assistir:

  • A fala “essa é Los Angeles. Eles veneram tudo e valorizam nada”, dita por Sebastian, foi adicionada pelo próprio Gosling ao roteiro, depois de ouvi-la da esposa Eva Mendes.
  • Stone apresentou a música “Audition (The Fools Who Dream)” ao vivo. Ela tinha total liberdade para decidir quando mudaria de diálogo para o canto. Não houve qualquer faixa pré-gravada para ela dublar.
  • Emma Watson foi cogitada para viver Mia na produção, mas teve de recusar o papel por conflitos de agenda com o remake em live-action de ‘A Bela e a Fera’. Coincidentemente, Gosling recusou o papel da Fera no longa em questão para aparecer em La La Land.

  • O número de abertura, “Another Day of Sun”, foi rodado sob uma temperatura extremamente quente de 43ºC, em apenas dois dias. Cada um dos dançarinos tinha dois conjuntos de figurino, guardados dentro do carro, que trocavam entre as tomadas.
  • A trilha sonora foi gravada no mesmo estúdio dos clássicos ‘O Mágico de Oz’‘Cantando na Chuva’ e tantos outros musicais da MGM.



  • Chazelle se tornou o primeiro diretor a levar para casa o prêmio de Melhor Direção por um filme musical desde Bob Fosse, com ‘Cabaret’, em 1972. Chazelle também se tornou o primeiro a levar o prêmio por um musical original desde Vincente Minnelli, por ‘Gigi’, em 1958.
  • Nem Gosling, nem Stone eram dançarinos profissionais. A coreógrafa Mandy Moore treinou ambos em seu estúdio pessoal, antes das filmagens começarem.

Não deixe de assistir: