domingo, maio 26, 2024

Daniel Craig pediu para matarem James Bond em ‘007: Sem Tempo para Morrer’ e revela o MOTIVO!

Os fãs da franquia ‘007‘ ficaram chocados quando James Bond morreu em ‘Sem Tempo para Morrer’, filme que marcou a despedida de Daniel Craig como o personagem.

Na trama, Bond se sacrifica para salvar a vida de outras pessoas, e a ideia foi fortemente defendida por Craig nos bastidores.

Em entrevista para o Los Angeles Times, o astro disse que uma das principais razões pelas quais ele gostou do final foi porque que manteve a porta fechada para qualquer possível retorno de sua encarnação do personagem.

“Foi uma boa ideia por dois motivos: para mim e para a franquia. Eu já estava pensando que estava na hora de reformular o personagem. Então, que forma melhor de fazer isso se não matar meu personagem e encontrar outro Bond em outra história? Comecem com alguém de 23 anos, 25 ou 30.”

Ele argumentou também que já estava pronto para pendurar o smoking e não queria ser questionado sobre isso pelo resto de sua carreira.

“A outra era para que eu pudesse seguir em frente. Eu não queria voltar. Acho que teria muita sorte se eles me chamassem de volta, mas o fato é que preciso seguir em frente. O sacrifício que ele faz no filme foi por amor, e não há maior sacrifício. Portanto, essa parecia uma ótima maneira de terminar minha contribuição à franquia.”

Para quem não se lembra, Craig estrelou um total de cinco filmes da franquia, começando com ‘Cassino Royale‘ (2006), ‘Quantum of Solace’ (2008), ‘Operação Skyfall‘ (2012), ‘Contra Spectre’ (2015) e ‘Sem Tempo para Morrer’ (2021).

Relembre o trailer do último filme:

Sucesso entre os críticos (84% de aprovação no Rotten Tomatoes) e nos cinemas, o longa arrecadou US$ 774 milhões mundialmente – tornando-se a segunda MAIOR bilheteria do ano para uma produção hollywoodiana.

Não deixe de assistir:

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS