Diretor fala sobre a série baseada em ‘Cidade de Deus’ da HBO Max

O filme ‘Cidade de Deus’ se tornou um clássico do cinema nacional ao explorar os conflitos entre traficantes na cidade do Rio de Janeiro. Agora, está prestes a ganhar uma série spin-off pela HBO Max. Recentemente, o diretor comentou sobre dirigir o clássico.

O diretor Aly Muritiba teceu comentários sobre a série: “Quando eles me chamaram para dirigir e assumir esse legado, sabia que era um grande desafio, mas veio uma história de potência, comunidade, de moradores da comunidade se juntando não pra correr, mas para resistir. Eu me juntei a esse time para contar essa história de resistência e existência em Cidade de Deus [a série].”

Em seguida, o ator Alexandre Rodrigues, aproveitou para destacar a importância das mulheres na obra: “As mulheres faziam parte da virada de diversos personagens homens. Vinte anos depois, a gente tá decidindo o nosso próprio rumo e o mundo só vai mudar de verdade quando as mulheres estiverem no controle.”

Segundo o jornal O Globo (via Na Telinha), a produção trará cenas nunca vistas do longa-metragem original. As informações ainda indicam que as sequências serão em flashback e que a contratação do elenco teve início há aproximadamente uma semana.

Roberta RodriguesThiago Martins, que interpretaram Berenice e Lampião na obra original, confirmaram retorno para a série.

Vale lembrar que a trama será ambientada duas décadas após os eventos anteriores.

Por enquanto, ainda não há muito detalhes sobre a trama e nem quais personagens serão retratados, mas os fãs já estão empolgados.

Fruto de uma parceria com a O2 Filmes, o projeto vai contar com Fernando Meirelles, diretor do filme, e Andrea Barata Ribeiro como produtores.

A equipe de roteiristas é formada por Sérgio Machado, Armando Praça, Renata Di Carmo, Estevão Ribeiro e Rodrigo Felha.

Não deixe de assistir:

Já a direção fica a cargo de Aly Muritiba.

Lembrando que o filme é inspirado no romance homônimo escrito por Paulo Lins, fazendo um retrato realista da batalha entre o bem e o mal que é travada todos os dias pela população periférica da cidade do Rio do Janeiro, focada em questões como tráfico de drogas, pobreza extrema e violência de todos os tipos. Os emblemáticos personagens Buscapé, Zé Pequeno, Bené e Mané Galinha foram inspirados em pessoas reais.

O longa concorreu ao Oscar de 2004 em quatro categorias, incluindo Melhor Direção.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS