Estúdio de ‘Pânico 7’ CONFIRMA demissão da Melissa Barrera: “Tolerância zero com o anti-semitismo”

Spyglass, o estúdio por trás dos filmes da franquia ‘Pânico‘, divulgou um comunicado confirmando a demissão de Melissa Barrera de ‘Pânico VII‘ (via Discussing Film).

“Temos tolerância zero com o anti-semitismo ou com o incitamento ao ódio sob qualquer forma, incluindo falsas referências ao genocídio, limpeza étnica, distorção do Holocausto ou qualquer coisa que ultrapasse flagrantemente a linha do discurso de ódio”, afirmou o estúdio.

No vídeo abaixo, Renato Marafon revela tudo que foi divulgado sobre a demissão:

O diretor Christopher Landon (‘A Morte te dá Parabéns’) também se pronunciou sobre a chocante demissão e revelou estar de coração partido, ressaltando que essa não foi uma decisão dele. O tweet, no entanto, foi rapidamente deletado.

“Esta é a minha declaração: Tudo isso é péssimo. Parem de gritar. Essa não foi uma decisão minha.”

Anteriormente, o Hollywood Reporter e o Deadline haviam confirmado que a atriz foi demitida por causa de uma série de postagens nas redes sociais sobre a Guerra Israel-Hamas.

Em seu Instagram, Melissa fez uma emocionante postagem:

“No fim do dia, prefiro ser excluída por ter incluído alguém, do que ser incluída por alguém que eu excluí.”, ela escreveu.

Não deixe de assistir:

 

Melissa ajudou a revitalizar a franquia com ‘Pânico‘, o longa de 2022 que arrecadou US$ 137,7 milhões globalmente e combinou gerações de membros do elenco da franquia.

Barrera foi a estrela dos dois últimos filmes, interpretando o protagonista Sam Carpenter, filha ilegítima de Billy Loomis e alvo frequente de Ghostface.

Pode parecer inimaginável, mas a notícia vem minutos após a agência de talentos UTA descartar Susan Sarandon como cliente por também demonstrar apoio à Palestina.

Segundo rumores, o filme iria trazer todos os sobreviventes da franquia, incluindo Neve Campbell e Patrick Dempsey (‘Grey’s Anatomy’) como Mark Kincaid.

Vale lembrar que o cineasta irá substituir a dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, que comandou os dois últimos filmes da franquia e seguirá envolvida como produtores executivos ao lado de Chad Villela.

As filmagens devem começar em março de 2024 e rumores indicam que a estreia pode acontecer em Outubro de 2025 – dependendo de quando a greve dos atores vai acabar.

Vale lembrar que ‘Pânico VI‘ já está disponível na Paramount+!

 

Crítica | ‘Pânico VI’ é um espetáculo gore e um dos melhores filmes da franquia

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS