Os filmes e outras produções audiovisuais financiadas com recursos públicos agora terão que apresentar legenda descritiva, audiodescrição e Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Trata-se de uma instrução normativa da Agência Nacional do Cinema (Ancine) para tornar as produções acessíveis a pessoas com deficiência visual e auditiva.

A instrução está valendo para projetos aprovados desde 18 de dezembro.


Entre 2015 e 2016, a Ancine pretende regulamentar essa norma para a exibição de filmes em salas de cinema, que terão de se adequar para as legendas descritivas e língua de sinais.

O Programa Cinema Perto de Você já contribui para a acessibilidade ao desonerar de tributos a importação de equipamentos relacionados à promoção de legendagem e audiodescrição.

Aproveite para assistir:

No Brasil, há 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual, das quais 500 mil são cegas, e 1,8 milhões com dificuldades de audição, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ancine limita lançamento de blockbusters no Brasil

Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE