sexta-feira, maio 24, 2024

‘Furiosa: Uma Saga Mad Max’: Anya Taylor-Joy revela que lutou por “raiva feminina” no longa

A estrela Anya Taylor-Joy compartilhou detalhes sobre sua experiência em ‘Furiosa: Uma Saga Mad Max’, revelando que lutou para incluir um momento de explosão de raiva em sua personagem, Furiosa.

Em entrevista ao The New York Times, Taylor-Joy contou que precisou convencer o diretor George Miller a incluir um momento de “raiva feminina” na trama, já que Furiosa era retratada como introspectiva e contida. “Eu quero começar 100% dizendo que amo George e que se você vai fazer algo assim, você quer estar nas mãos de alguém como George Miller. Mas ele tinha uma ideia muito, muito rigorosa de como seria a expressão de guerra de Furiosa, e isso só permitiu que eu me expressasse através dos meus olhos durante uma grande parte do filme. Foi muito ‘boca fechada, sem emoção, fale com os olhos’. É isso, é tudo que você tem.”

Ela continuou: “Eu sou uma forte defensora da raiva feminina. Somos animais e chega um ponto em que você simplesmente explode. Há um grito naquele filme, e não estou brincando quando digo que lutei por esse grito durante três meses”.

Taylor-Joy também abordou as dificuldades emocionais que enfrentou durante as filmagens. “Nunca estive tão sozinha quanto ao fazer aquele filme. Não quero me aprofundar muito nisso, mas tudo que pensei que seria fácil foi difícil”.

Em entrevista ao The Telegraph, o aclamado diretor George Miller revelou que Anya Taylor-Joy tem apenas 30 linhas de diálogo na vindoura pré-sequência ‘Furiosa: Uma Saga Mad Max’.

A informação veio acompanhada de uma explicação do motivo da atriz ter pouquíssimas falas em mais de duas horas de filme.

“O problema com falas é que elas costumam desacelerar as coisas”, ele disse. “E o cinema é uma mídia que é mais bem aproveitada em velocidade alta”.

Funcionando como uma pré-sequência de ‘Mad Max: Estrada da Fúria’, a produção também traz Chris Hemsworth como co-protagonista e chega aos cinemas brasileiros no dia 23 de maio.

Relembre o trailer e siga o CinePOP no Youtube:

Não deixe de assistir:

Desde ‘Estrada da Fúria‘, os fãs queriam saber como a personagem titular perdeu seu braço, e a resposta estará no novo filme.

Em entrevista para Entertainment Weekly, Taylor-Joy tocou no assunto, explicando que essa tragédia é um importante elemento na construção da personagem:

“Tivemos que dar passos importantes se quiséssemos traçar a jornada de como essa garotinha se tornou uma personagem que agora todos nós conhecemos e amamos. Fez sentido para mim porque acho que o que é incrível nessa personagem é que ela simplesmente se recusa a morrer. E faz todo sentido que ela perca o braço na busca por algo que ela pensava ser maior do que ela mesma… Isso fez muito sentido para mim e também fará para o público.”

Estrelado por Anya Taylor-Joy e Chris Hemsworth, e dirigido pelo genial diretor vencedor do Oscar, George Miller, Furiosa: Uma Saga Mad Max é o aguardado retorno ao icônico mundo distópico criado pelo cineasta australiano há mais de 30 anos com os seminais filmes ‘Mad Max‘. Miller surpreende mais uma vez com uma nova aventura de ação original e autônoma que vai revelar as origens da poderosa personagem do sucesso global, vencedor de seis prêmios Oscar, ‘Mad Max: Estrada da Fúria‘. 

Quando o mundo entra em colapso, a jovem Furiosa é sequestrada do Green Place das Muitas Mães e cai nas mãos da horda de motoqueiros liderada pelo Senhor da Guerra Dementus. Vagando pelo deserto condenado, eles encontram a Cidadela controlada por Immortan Joe. Enquanto os dois tiranos lutam por poder e controle, Furiosa terá que sobreviver a muitos desafios para encontrar e trilhar o caminho de volta para casa.
Anya Taylor-Joy estrela o papel-título e, com Hemsworth, o filme também é estrelado por Alyla Browne e Tom Burke. 

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS