O ator John Leguizamo se tornou uma figura marcante em Hollywood por ter participado de grandes produções como ‘Romeu+Julieta‘, ‘Chef‘, ‘John Wick – De Volta ao Jogo‘, ‘Moulin Rouge‘ e mais recentemente a animação ‘Encanto‘.

Mas durante uma recente entrevista feita à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (responsável pelo Oscar), o astro revelou detalhes dos desafios enfrentados ao longo de sua carreira para que o seu trabalho – como um membro da comunidade latina – fosse valorizado.

Ao longo do bate-papo, que faz parte de um novo quadro chamado Seen, presente no canal do YouTube da Academia, Leguizamo ainda contou que chegou a ser demitido de um filme, por ser latino. Na ocasião ele explicou que o diretor não queria ter dois protagonistas da mesma origem, para que o projeto não se transformasse em um “filme latino“.

“Eu estive em um filme por uma semana. E então recebi uma ligação do diretor, me dizendo: ‘Oh John, sinto muito mas não posso ter você no filme…Nós escalamos essa atriz latina e não podemos ter duas pessoas latinas na produção, porque se não este se tornará um filme latino. Você me entende, certo?'”



Embora o ator não tenha inicialmente revelado o nome do filme, a revista EW contatou sua equipe de representantes, que revelaram que o projeto em questão teria sido ‘Os Fugitivos‘, lançado em 2006 e estrelado por John Travolta, Salma Hayek e Jared Leto.

Aproveite para assistir:

Baseado em uma história real, Hayek e Leto interpretam Martha Beck e Ray Fernandez, um casal assassino conhecido como “Assassinos de Corações Solitários”, que atraem suas vítimas através dos relacionamentos pessoais. O personagem Fernandez interpretado por Leto, segundo Leguizamo, seria originalmente o seu papel.

No entanto, fontes sigilosas que estiveram envolvidas com o projeto na época revelaram à mesma publicação que a história não teria sido essa. De acordo com os relatos, Leguizamo nunca foi escalado para o filme e Leto teria sido contratado para o papel de Fernandez muito antes de Hayek ter recebido o convite.

E em um outro comunicado emitido à EW, o diretor Todd Robinson – responsável pelo filme ‘Os Fugitivos‘ – lamentou que Leguizamo tenha percebido a situação por uma ótica racial:



“Eu respeito John Leguizamo e admiro seu talento excepcional. Me entristece que alguém possa ter qualificado uma decisão de seleção de elenco de uma forma tão dolorosa, impensada e inaceitável. Certamente não fui eu. Desejo que John continue com seu sucesso”.

Assista a entrevista:

Não deixe de assistir: