sexta-feira, abril 19, 2024

‘John Wick’ | Ranqueamos do Pior ao Melhor TODOS os Filmes da franquia do matador vivido por Keanu Reeves

Segundas chances nem sempre acontecem em uma carreira. E o que dirá terceiras chances. Mas foi exatamente isso o que aconteceu com o astro Keanu Reeves, vira e mexe ressuscitado por algum sucesso estrondoso que tira da manga. O ator, que é uma das figuras mais queridas de Hollywood na opinião do grande público, começou a carreira bem novinho e na fase adulta se viu como herói de ação graças aos sucessos de ‘Caçadores de Emoção‘ e ‘Velocidade Máxima‘ na primeira metade dos anos 90. Quando seus dias de glória pareciam ter ficado para trás, Keanu Reeves deu uma guinada em sua carreira e aceitou participar de ‘Matrix‘ (1999), que viria a se tornar um dos maiores fenômenos cult do início dos anos 2000, dominando a cultura pop na primeira metade da década (com direito a duas sequências).

Nos anos 2010, o mundo se rendia a Keanu Reeves novamente, deste vez devido à divulgação nas redes sociais do estilo de vida abnegado do astro, que era gente da gente, andava de transporte público, comia na praça e não se importava de ficar sozinho. Era o surgimento da persona “sad Keanu”, em alguns dos primeiros memes de celebridades. Foi nessa época também que o astro sacudia sua carreira pela terceira vez ao descolar o papel do matador John Wick, que começou como um filme de ação como outro qualquer em 2014, mas a cada continuação aumentava as apostas, caindo cada vez mais no gosto dos fãs, dos críticos e do grande público, ao ponto de cada continuação superar a anterior. Este ano, acabamos de receber ‘John Wick 4 – Baba Yaga’, quarta aventura do “matador gente boa”, que estreou nos cinemas nesta última quinta-feira e promete se tornar um dos maiores sucessos do ano. Entrando no clima da aventura, resolvemos recapitular a franquia, ranqueando… não diremos o pior, mas o menos adorado, ao mais adorado longa de John Wick. Confira abaixo.

04 | John Wick: De Volta ao Jogo (2014)

Não mexa com o cachorrinho dele! A história de John Wick, um dos maiores personagens do cinema de ação atual, começou por causa de um filhotinho de cachorro. Wick é um personagem trágico, de passado criminoso, o sujeito era um matador de elite para a máfia russa. O assassino decide se aposentar e ter uma vida normal ao lado da esposa Helen (Bridget Moynahan). Mas talvez como uma espécie de punição por seus atos passados, a mulher que amava e o regenerou morre devido a uma doença fatal, e o protagonista precisa viver tal luto. Como último ato, ela lhe dá um filhotinho de cachorro para lhe fazer companhia. É aí que bandidos russos, sem saber quem o sujeito é na verdade, invadem sua casa, matam seu cachorro, roubam seu carro e o deixam espancado. O “De Volta ao Jogo” do título em português chega bem a calhar, já que o matador precisa sujar as mãos de sangue novamente e se vingar dos homens que lhe fizeram mal. Para piorar as coisas, o líder da gangue é filho de um poderoso chefão russo, que colocará a cabeça de John Wick à prêmio.

A história do primeiro ‘John Wick’, escrita por Derek Kolstad, é levemente baseada num acontecimento real envolvendo o fuzileiro naval Marcus Luttrell – cuja biografia inspirou o filme ‘O Grande Herói’ (2013), com Mark Wahlberg. O militar acordou uma madrugada em sua residência no Texas com um tiro e correu para o jardim, somente para ver seu filhotinho de cachorro morto e quatro homens armados fugindo. Luttrell pegou suas armas e perseguiu os criminosos por quatro condados, até os bandidos serem presos. Originalmente também, John Wick era planejado como um personagem mais velho, na casa dos 60 anos de idade, e um ator que se encaixasse em tal perfil era buscado. No fim das contas, Keanu Reeves caiu como uma luva no papel.

03 | John Wick: Um Novo Dia para Matar (2017)

Toda continuação precisa ser maior e melhor. É o segredo de uma boa sequência. E é justamente isso o que o roteirista Derek Kolstad e o diretor Chad Stahelski fazem com ‘John Wick 2’, aumentando as apostas e criando uma trama internacional com direito a uma viagem para a Itália. Tendo voltando provisoriamente ao jogo, John Wick aproveita para pagar uma dívida com um mafioso italiano, mas termina virando alvo do próprio, que coloca uma recompensa em sua cabeça. De uma hora para outra, os maiores assassinos do mundo estão na cola do lendário matador, incluindo Cassian (Common) e Ares (Ruby Rose). Dessa vez é pessoal, e a luta é por sobrevivência. Mas no caminho, John Wick fará muitos corpos e reencontrará aliados, como Bowery King (Laurence Fishburne).

A continuação tem início em menos de uma semana em relação ao original na cronologia da história. O diretor revelou em uma entrevista que existiam diversos tratamentos para o roteiro, cada um contendo uma história diferente para o filme. Até mesmo uma em que John Wick precisava salvar sua filha (possivelmente uma que nunca conheceu) ou um novo interesse amoroso. Eventualmente, o roteirista e o diretor preferiram se concentrar no próprio Wick, o deixando como um herói solitário. O segundo ‘John Wick’ arrecadou o dobro do original e demonstrou verdadeiramente que a franquia tinha potencial. Foi aqui que John Wick se tornava verdadeiramente um personagem memorável para o gênero.

02 | John Wick 3: Parabellum (2019)

Não deixe de assistir:

A graça dos filmes ‘John Wick’ é ver qual a nova gama de assassinos que os realizadores irão apresentar na caçada ao protagonista, e outros que irão ajuda-lo em sua missão. Fora isso, no terceiro longa a dupla de diretor e roteirista dos anteriores aprofundam ainda mais a trama, a deixando mais complexa em especial no que diz respeito ao submundo da organização criminosa da qual John Wick fez parte, suas regras e sua alta diretoria. Com os eventos do filme anterior, o protagonista terminou quebrando as regras e agindo dentro do santuário dos assassinos, um dos hotéis Continental – onde não pode haver qualquer tipo de confronto. Assim, neste terceiro filme, Wick se torna alvo dos antigos colegas e superiores, fazendo até os aliados lhe torcerem o nariz.

Uma das grandes adições do elenco é a veterana Anjelica Huston, que vive a diretora e uma das figuras mais poderosas na hierarquia desta casta. Outra adição é Mark Dacascos, herói de ação dos anos 90, que volta em plena forma para viver Zero, o arqui-inimigo e vilão mais cruel que John Wick havia enfrentado até então. Mas a cereja no bolo definitivamente é a vencedora do Oscar Halle Berry, no papel de Sofia, uma assassina e antiga aliada, que possui três cachorros pastores alemão quase tão ferozes quanto ela. Ela se une a John Wick para limpar sua barra, ou ao menos tentar. E quando achamos que estes filmes haviam chegado ao auge…

01 | John Wick 4: Baba Yaga (2023)

O quarto filme de ‘John Wick’ já é o mais elogiado pelos críticos, com 95% de aprovação da imprensa especializada. É como se a cada nova aventura o entusiasmo de todos aumentassem pelo personagem, sua jornada e também pelo ator Keanu Reeves. Com este quarto filme, a franquia deixa seu nicho e se torna mais popular do que jamais foi. É dito inclusive que inicialmente, após o lançamento do primeiro filme, o plano era por uma trilogia. Porém, os realizadores vendo a popularidade da franquia crescendo cada vez mais, perceberam o potencial da coisa e começaram a explorar mais profundamente a mitologia em torno do personagem, como por exemplo, dar ênfase à chamada “High Table”, da diretoria do crime, com os poderosos que comandam os assassinos mais letais do mundo. Como dito, o quarto ‘John Wick’ tem tudo para se tornar o mais rentável da franquia e seu maior sucesso.

Desta vez, o assassino continua em sua jornada para desmantelar a organização poderosíssima da qual um dia fez parte – e que parece não ter fim. Um novo lote de matadores está em sua cola, e ele precisará ser criativo na hora de despachá-los dessa para uma melhor – ou pior, quem sabe. Fora isso, a franquia ‘John Wick’ aproveita o seu sucesso para estender seus tentáculos. Mal foi lançado o quarto filme e o quinto já está confirmadíssimo, atualmente em fase de pré-produção. Como se não bastasse, John Wick e Keanu Reeves retornarão mais rápido do que se esperava em ‘Bailarina’, primeiro derivado da franquia no cinema, a ser estrelado por Ana de Armas (a atriz do momento), no papel de uma assassina em busca de vingança dos responsáveis por matar sua família. Diversos personagens dos filmes ‘John Wick’ darão as caras também.

Não pense você que acabou, pois esse ano ainda veremos a estreia da minissérie ‘The Continental‘, focada no famoso hotel da franquia ‘John Wick’, seus administradores e os hóspedes que por lá ficam. Quem encabeça o elenco é Mel Gibson.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS