quarta-feira, abril 24, 2024

‘Matador de Aluguel’ – Relembre o Clássico Cult dos Anos 80 Estrelado pelo Saudoso Patrick Swayze

Um dos maiores lançamentos nos primeiros três meses de 2024 nas plataformas de streaming definitivamente foi a reimaginação de ‘Matador de Aluguel’, clássico dos anos 80, desta vez protagonizado por Jake Gyllenhaal, que foi uma estreia da Amazon Prime Video. Há algumas semanas era impossível entrar em páginas e canais de cinema sem ser bombardeado por conteúdo do filme de luta.

A Amazon Prime Video aliás fez o serviço completo, pois além de disponibilizar o novo filme, também tratou de colocar em seu acervo o clássico adorado de 1989 – até mesmo para os fãs compararem as duas obras. É impossível não se divertir com o original, um filme mais completo, porém, o remake é um herdeiro à altura e não decepcionou os fãs. Aqui, nesta nova matéria iremos dar uma olhada no clássico, com a intenção de apresenta-lo para as gerações mais novas. Confira abaixo.

Onde Tudo Começou

O roteirista do filme R. Lance Hill estava passando por uma pequena cidade interiorana dos EUA e resolveu parar no bar local. O estabelecimento e os clientes deixaram uma impressão, digamos, diferente no roteirista e ele resolveu escrever sobre um bar assim. O detalhe é que a cidade se chamava Dalton, na Georgia. Assim, além da história, Hill resolveu nomear seu protagonista com o mesmo nome.

O Rei da Ação nos Anos 80

O produtor Joel Silver ficou conhecido como grande nome da ação nos anos 80. Em especial suas parcerias com a Fox e a Warner renderam alguns dos filmes mais icônicos do gênero na época. Só para ter uma ideia, filmes como ’48 Horas’, ‘Comando para Matar’, ‘Máquina Mortífera’, ‘O Predador’ e ‘Duro de Matar’ tiveram assinatura do produtor. E aqui, Silver apostava suas fichas em mais um filme que viria a se tornar um clássico, porém, um pouco menos popular que os citados. Essa seria também a primeira e única parceria de Silver com a MGM.

Faroeste Moderno

Matador de Aluguel’ pode ser considerado um faroeste moderno, com um herói silencioso, mas letal, chegando para defender os moradores e comerciantes de uma cidadezinha do vilão, um poderoso que manda no local. De fato, é o que o ator Patrick Swayze pensava sobre o filme. Aliás, a associação entre ‘Matador de Aluguel’ e os faroestes é tão real, que muitos dos personagens do filme receberam nomes de figuras lendárias do velho oeste. Wade Garrett, o mentor de Dalton, por exemplo, é referência a Pat Garrett, o xerife que matou Billy the kid. O vilão Brad Wesley recebeu o nome por causa de John Wesley Hardin, pistoleiro que atirou através da parede do quarto do hotel matando um homem cujo ronco o estava incomodando. A personagem de Kelly Lynch é chamada apenas de “Doc”, ou doutora, que é o apelido de John Henry “Doc” Holliday, famoso pistoleiro do velho oeste.

Por que “Matador”?

Não deixe de assistir:

Vira e mexe os fãs de cinema aqui no Brasil ficam sem entender por que determinado filme recebe um título que nada tem a ver com sua trama. E nos anos 80 tivemos uma verdadeira safra de títulos curiosos. Esse é o caso com ‘Matador de Aluguel’, um dos títulos mais descabidos daquela década. No original, o título é ‘Roadhouse’, que é o título do remake também, e seria algo como casa de beira de estrada, ou bar de estrada, se referindo ao local onde a ação se desenrola. O “aluguel” no título em português até poderia fazer algum sentido, já que a profissão de Dalton (Swayze) é “arrumar a casa” e colocar lugares decadentes em ordem, seguindo para o próximo trabalho uma vez terminado o anterior. Um título mais adequado seria ‘Segurança de Aluguel’, já que a profissão do protagonista é exatamente esta. Agora, “matador” não se sabe de onde os responsáveis tiraram.

Pegando carona no sucesso de ‘Dirty Dancing’

É inegável quando falamos nos maiores sucessos da carreira do saudoso astro Patrick Swayze que ‘Dirty Dancing – Ritmo Quente’ foi seu primeiro grande sucesso estrondoso. O filme de dança que tem uma das trilhas sonoras mais icônicas do cinema serviu como divisor de águas na carreira do ator. Desta forma, os produtores de ‘Matador de Aluguel’ não perderam tempo em tentar capitalizar em cima do sucesso anterior. O slogan original do filme era “A dança acabou. Agora a coisa fica suja (Dirty)”. O filme também viria a receber críticas, em especial o estúdio MGM e seus produtores, por tentar vender o filme como sendo algo mais leve e cômico do que verdadeiramente era. Essa era a estratégia para tentar “pescar” o público feminino que havia se apaixonado por Swayze em ‘Dirty Dancing’.

A Doutora seria uma atriz indicada ao Oscar

Um dos papeis mais famosos da carreira da loiraça Kelly Lynch foi sem dúvida a doutora de ‘Matador de Aluguel’. No filme, ela exibe uma química absurda com Patrick Swayze e faz a tela incendiar em cenas para lá de tórridas. Tanto que a própria Lynch revelou que Bill Murray (com quem trabalhou em ‘As Panteras’) constantemente ligava para falar com o marido de Lynch, o produtor Mitch Glazer, e tirar um sarro com ele, toda vez que a cena para lá de picante entre a atriz e Swayze estava passando na TV. Mas nem sempre seria assim. Acontece que a atriz contratada inicialmente para o papel da doutora era ninguém menos que Annette Bening, que também havia sido escalada para ser a Mulher-Gato de ‘Batman – O Retorno’. Segundo rumores, Bening teve zero química com Swayze e foi demitida, sendo substituída por Kelly Lynch, que era contratada da MGM na época. No ano seguinte Bening seria indicada ao Oscar por ‘Os Imorais’.

Ator e Cantor

Poucos talvez saibam, mas o astro Patrick Swayze também arriscava na música, compondo e performance canções para os seus filmes. Por exemplo, na trilha sonora de ‘Dirty Dancing’, o próprio Swayze solta a voz em ‘She’s Like the Wind’. Para ‘Matador de Aluguel’, Swayze compôs ‘Cliff’s Edge’ e também performou, além de cantar ‘Raising Heaven (in Hell) Tonight’, de Willie Nile. Queríamos ver Jake Gyllenhaal fazer isso.

Cansado da Ação

Road House (1989) | Frank's Movie Log

Matador de Aluguel’ foi o grande filme de Patrick Swayze a seguir o sucesso de ‘Dirty Dancing’. Acontece que as filmagens foram tão exaustivas para o ator, e exigiam muitas lutas e coreografias, que Swayze chegou a dizer que não sabia se sairia vivo da experiência. Para termos uma ideia foram utilizados pelo menos nove estilos de luta diferentes no filme: karatê, jiu-jitsu, taekwondo, judô, tai chi, boxe, kickbox, hapkido e luta de rua básica. Assim, o inevitável aconteceu e Swayze terminou machucando o joelho durante as filmagens.

O fato fez com que ele recusasse outros filmes de ação que poderiam ser interessantes para sua carreira, como ‘Predador 2’ (1990), substituindo Arnold Schwarzenegger como a principal escolha, e também ‘Tango e Cash – Os Vingadores’ (1989), para atuar ao lado de Sylvester Stallone, eventualmente sendo substituído por Kurt Russell. Nesse período, Swayze terminou escolhendo fazer ‘Ghost – Do Outro Lado da Vida’, justamente por não exigiria muito esforço e cenas de ação. Não podemos dizer que foi uma escolha ruim, muito pelo contrário.

Fracasso no Lançamento

Como acontece de tempos em tempos, um filme querido atualmente não foi sucesso em sua época de lançamento. Esse foi o caso com ‘Matador de Aluguel’, que recebeu críticas duras em sua estreia nas telonas, e terminou se tornando uma decepção nas bilheterias. O ator Patrick Swayze foi um dos que mais sentiu o baque do fracasso. Ele esperava ter em mãos um sucesso do nível de ‘Dirty Dancing’. O filme ainda viveria para receber 5 indicações ao Framboesa de Ouro: pior filme, pior diretor, pior roteiro, pior ator (Swayze) e pior coadjuvante (Ben Gazzara) – mas não “ganhou nenhum”.

‘Matador de Aluguel’ riu por último

Como dito, assim como ‘O Iluminado’, ‘Blade Runner’ e ‘O Enigma de Outro Mundo’, ‘Matador de Aluguel’ foi mais uma pérola dos anos 80 que ganharia grande status de cult – que só cresce com o passar dos anos. A trajetória de sucesso do filme seria após a estreia nas telonas, com seu lançamento nas videolocadoras, onde fez enorme sucesso. Depois disso, seguiu encontrando seu público nas exibições da TV à cabo e da TV aberta. Até mesmo o veterano Ben Gazzara, que fez filme com a lendária Audrey Hepburn, já revelou que de todos os filmes que fez, ‘Matador de Aluguel’ foi o que viu mais vezes passando na TV.

Fora isso, em uma das curiosidades mais interessantes sobre o filme, o magnata da TV norte-americana Ted Turner foi perguntado certa vez porque exibia ‘Matador de Aluguel’ durante as madrugadas dos fins de semana. Ao que o empresário respondeu que o motivo era devido à audiência. Segundo Turner, as pessoas chegavam em casa de madrugada dos bares e percebiam que o filme estava passando, e não descolavam os olhos da TV.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS