terça-feira, fevereiro 27, 2024

Nicolas Cage não pode se aposentar… E damos 10 MOTIVOS para isso!

Recentemente o astro Nicolas Cage deu uma declaração polêmica, que certamente causou tristeza aos seus fãs. O ator revelou que está pensando em se aposentar, prestes a completar 60 anos de idade. Segundo Cage, ele já fez de tudo um pouco, expandiu seu alcance performático ao máximo e entregou tudo o que podia ao mundo do cinema. Vale lembrar que Nicolas Cage é vencedor do Oscar por ‘Despedida em Las Vegas’ (1995) e tem outra indicação ao viver gêmeos em ‘Adaptação’ (2002).

Nicolas Cage foi alçado ao estrelato graças à sua vitória no Oscar, que logo no ano seguinte o colocaria como herói de ação em grandes blockbusters de Hollywood, como ‘A Rocha’, ‘Con Air’ e ‘A Outra Face’. Depois disso, nos anos 90 e 2000 só dava Cage!

Hoje, ator fez as pazes com o sucesso e tem entregue performances elogiadas em filmes de prestígio, vide ‘Pig’, ‘O Peso do Talento’ e ‘Renfield’. Seu mais recente projeto é ‘O Homem dos Sonhos’, da produtora A24, filme esquisitão, que já nasceu cult, e traz Cage como um homem comum que, no melhor estilo Freddy Kruger, começa a aparecer nos sonhos das pessoas pelo mundo.

Em homenagem a esta boa fase de Nicolas Cage, e para fazermos coro de “não se aposente, Cage”, listamos 10 motivos para que o ator reconsidere essa decisão com alguns de seus filmes mais queridos do público. Confira abaixo.

10) Morte por Encomenda (1993)

Esse talvez seja o filme mais obscuro presente na lista, mas definitivamente é um que você deve dar uma chance, procurar e assistir. O longa está completando 30 anos de sua estreia em 2023 e é um dos mais elogiados pelo público. Na trama, Cage vive um andarilho que é confundido com um assassino e contratado por um homem para que mate sua esposa. Complicando ainda mais as coisas, o verdadeiro assassino aparece no lugarejo. Além de Cage, o filme conta com o saudoso Dennis Hopper e Lara Flynn Boyle no elenco.

09) Feitiço da Lua (1987)

Comédia romântica ainda muito querida, saída dos anos 80, que apaixonou plateias pelo mundo inteiro. O filme ainda se mantém como um dos mais prestigiados da carreira de Nicolas Cage, isso porque foi indicado a 6 Oscar, incluindo melhor filme, e levou 3 prêmios, incluindo melhor atriz para Cher, que vive a protagonista e faz par com um Nick Cage grosseirão e com direito a mão de madeira. Cher nunca esteve tão encantadora, e as cenas junto com Cage demonstram ótima química.

08) Coração Selvagem (1990)

Não deixe de assistir:

Em começo de carreira, Nicolas Cage já demonstrava que era um ator muito promissor, buscando sempre novos desafios. Um dos pontos altos nesta fase sem dúvida foi dividir trabalho com o cultuadíssimo David Lynch, então recém-saído do badalado ‘Veludo Azul’. Na nova empreitada, o diretor cria uma espécie de ‘Mágico de Oz’ subversivo, e traz Cage em casaco de pele de cobra fazendo par com Laura Dern, em um amor impossível, contrariando a mãe dela, e caindo na mira de um matador de aluguel.

07) Os Vigaristas (2003)

Nos anos 2000, Cage ainda entregaria ótimos trabalhos em filmes muito comentados. Nessa fase também, o diretor escolhia a dedo os realizadores com quem se interessava trabalhar. Um deles foi o britânico Ridley Scott, de ‘Napoleão’, com quem criou uma história de golpistas. O personagem de Cage tem TOC, mas vive enganando suas vítimas. Até que em sua porta aparece uma filha de quem nunca havia ouvido falar. Agora ele a colocará, a contragosto, no esquema. O filme está completando 20 anos de lançamento em 2023.

06) Arizona Nunca Mais (1987)

Mesmo antes de ganhar fama extrema, que ocorreria apenas em meados dos anos 90, Nicolas Cage já dava o que falar na década anterior. O ano de 1987, por exemplo, foi extremamente favorável ao ator. Isso porque além do Oscarizado ‘Feitiço da Lua’, o ator protagonizou também um dos primeiros longas de Joel e Ethan Coen, os Irmãos Coen. ‘Arizona Nunca Mais’ é uma comédia escrachada e nonsense, sobre um bandido que se apaixona pela policial que vivia prendendo-o, e depois de casarem fazem de tudo para terem um filho, até mesmo adotar ou roubar uma criança.

05) A Rocha (1996)

A Rocha’ foi a entrada definitiva de Nicolas Cage no estrelato. Aqui, ele já era um herói de ação, como apontou Michael Bay, o diretor do filme. Cage vive um químico, especialista em armas biológicas, contratado para desarmar um míssil, armado por um militar renegado, que sequestrou turistas visitando “a rocha”, a prisão de Alcatraz. Para a missão, Cage se une ao eterno 007, Sean Connery, num papel que muito bem poderia ser uma subversão de James Bond. Ou seja, um agente britânico abandonado por seu país, aprisionado por anos nos EUA, recebendo a oportunidade de liberdade.

04) A Outra Face (1997)

Talvez não exista dobradinha mais perfeita do que Nicolas Cage promoveu nos anos 1990. Além de ‘A Rocha’, logo no ano seguinte, o astro era dirigido por John Woo, um dos grandes mestres da ação da China, já bastante confortável nos EUA. A história de alto conceito traz Cage como um terrorista, caçado pelo implacável policial vivido por John Travolta. A única opção do homem da lei para descobrir uma bomba é trocar de rosto com o vilão, e dentro da prisão tirar informações do irmão dele. É complicado e ridículo, sabemos. Mas funciona que é uma beleza, rendendo um dos filmes mais divertidos da época. E não apenas isso, como uma sequência vem sendo ventilada.

03) Despedida em Las Vegas (1995)

Agora adentramos o top 3, e o escolhido para ocupar essa vaga é justamente o filme que deu o Oscar de melhor ator para Nicolas Cage. No drama, o astro vive um homem chegando ao fundo do poço. Suicida, o sujeito decide se matar. Mas ele não fará isso da maneira convencional. Ele fará aos poucos, viajando até Las Vegas e bebendo até não aguentar mais. No caminho, quem sabe possa existir redenção, quando ele conhece uma prostituta com quem faz amizade e desenvolve um relacionamento, papel de Elisabeth Shue.

02) O Senhor das Armas (2005)

Por falar em filmes adorados de Nicolas Cage que vêm ventilando possibilidades de continuação, temos agora ‘O Senhor das Armas’. Um dos filmes mais cult da década de 2000, que caiu no gosto do público com muita força. Aqui temos um contrabandista internacional de armas, vivido por Cage, que além do estresse do trabalho nada convencional, ainda precisa lidar com o vício em drogas de seu irmão mais novo, papel de Jared Leto, e a caçada promovida por um agente, vivido por Ethan Hawke. Só o pôster com munições das mais variadas formando o desenho do rosto da Cage já valeria o filme.

01) Adaptação (2002)

Deu para sentir que Nicolas Cage possui muitos filmes queridos do público, e desempenhos marcantes, que jamais deixarão a cabeça dos espectadores. Tudo bem que ele levou o Oscar por ‘Despedida em Las Vegas’, mas aqui desafiamos o senso mais óbvio e argumentamos que ‘Adaptação’ não apenas é um filme melhor, como Cage entrega uma performance ainda mais satisfatória e repleta de camadas neste filme, no qual interpreta irmãos gêmeos bem diferentes.

Um deles, apesar de sua forma física não muito favorável, é seguro, cheio e si e muito carismático. O outro, é pura insegurança suada, mas pode se gabar de ser o mais talentoso. Justamente este, recebe a incumbência de transformar um livro sobre plantas em um filme de Hollywood, e fica muito estressado. Pena que ‘Uma Aventura Lego’ e ‘Barbie’ ainda não haviam sido lançados, caso contrário ele poderia ter aprendido como criar “ouro” de objetos inanimados.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS