quarta-feira, abril 17, 2024

Nostalgia! Os Astros e Estrelas com Mais Indicações ao Oscar em filmes dos anos 80!

Todos adoram os anos 80! A moda hoje considerada brega, as canções inesquecíveis que ainda embalam corações apaixonados, brinquedos, videogames, desenhos animados, programas de TV e tudo mais que fez parte desta década inesquecível volta com muita força à cultura atual, lembrados com muito carinho pelos nostálgicos. Até mesmo quem não viveu o período parece o conhecer tão bem, que é como se tivessem estado lá. Isso porque séries como ‘Stranger Things’ tratam de colocar os mais novos a par do que foi o período.

No cinema, foi o epicentro dos filmes entretenimento como os conhecemos hoje. Foi o berço de grandes franquias, que nunca mais deixaram o imaginário coletivo de todo e qualquer fã da sétima arte e da cultura pop em geral. Nesta época, também recebemos muitos filmes de prestígio, não tinha como ser diferente. Enquanto a maioria foca em sagas grandiosas como ‘Star Wars’, ‘De Volta para o Futuro’, ‘Os Caça-Fantasmas’, ‘Karate Kid’ e afins, terminam por esquecer os filmes considerados “mais sérios e adultos” da época – que chegaram até o Oscar com inúmeras indicações.

Mas aqui iremos propor uma matéria diferente, ainda levando em consideração a querida década de 80. Aqui, daremos uma olhada nos nomes mais quentes da indústria de Hollywood no período, com os atores que mais receberam indicações ao Oscar por filmes dos anos 80. A grande maioria deles continua relevante até hoje, entregando novos trabalhos ainda muito badalados. Confira abaixo.

Meryl Streep – 6 Indicações

Não tem jeito, a “monstra” sagrada Meryl Streep é a recordista de indicações ao Oscar da história e nos anos 80 ela já mostrava ao que vinha. É claro que Streep já chegava aos anos 80 com duas indicações a tiracolo, e abria a década em questão lembrada pela performance no drama ‘A Mulher do Tenente Francês’ (1981). Logo no ano seguinte, finalmente sairia a vitória por outro drama, ‘A Escolha de Sofia’ (1982), sobre uma mulher obrigada a escolher entre seus dois filhos durante a guerra. Mais um ano, mais uma indicação, desta vez pelo filme baseado numa história real de denúncia, ‘Silkwood – Retrato de uma Coragem’.

O curioso é que nos anos 80, todas as nomeações ao Oscar de Meryl Streep foram por papeis protagonistas. Ou seja, não faltavam ofertas de boas personagens para ela. Ou será que ela fazia de qualquer papel um destaque com seu desempenho? Seja como for, pulando apenas um ano, ela voltaria com uma indicação pelo épico passado na África, ‘Entre Dois Amores’ (1985). Depois veio o drama ‘Ironweed’ (1987), do nosso Hector Babenco. Por fim, uma última indicação na década por ‘Um Grito no Escuro’ (1988), sobre uma mãe acusada do sumiço de seu filho bebê, no qual Streep atua com um forte sotaque australiano.

Jessica Lange – 5 Indicações

Nos anos 80, Meryl Streep não foi rainha sozinha. Ao lado da atriz aparecem outras duas estrelas que conquistaram nada menos do que 5 indicações. Quem aparece primeiro é Jessica Lange, veteraníssima que a geração mais jovem conhece da série de terror ‘American Horror Story’. Mas nos anos 80, Lange estava no topo do mundo, ou melhor, de Hollywood. Ela adentrava a década citada com sua primeira indicação ao Oscar e logo de cara saía vitoriosa na categoria coadjuvante pela comédia dramática ‘Tootsie’ (1982), sobre um ator que se disfarça de mulher. No mesmo ano, Lange seria nomeada por outro filme, desta vez como atriz principal, entrando para a história pelo feito realizado por poucos. Trata-se de ‘Frances’, biografia da atriz Frances Farmer, um dos nomes da lista negra de Hollywood.

Dois anos depois ela seria indicada por ‘Minha Terra, Minha Vida’ (1984), drama sobre agricultores lutando por suas terras. ‘Um Sonho, uma Lenda’ (1985) trouxe a atriz no papel de Patsy Cline, famosa cantora da música country – e mais uma indicação como protagonista. A última ocorreria em 1989 pelo filme ‘Muito Mais que um Crime’, sobre uma advogada defendendo o pai em um caso de crimes de guerra.

Não deixe de assistir:

Glenn Close – 5 Indicações

Outra querida veterana, uma das melhores atrizes de sua geração, Glenn Close ficaria conhecida como a eterna injustiçada pelos prêmios da Academia. A lendária estrela ainda não possui uma estatueta do Oscar decorando sua casa, mas possui inúmeras nomeações. O fato virou até motivo de piada para Close, que constantemente é confundida com Meryl Streep. Ela diz que o único momento em que não são confundidas é a na noite do Oscar, onde Streep leva os prêmios e Close fica a ver navios. Close também possui 5 indicações de filmes dos anos 80, mas ao contrário de Jessica Lange, nenhuma vitória.

A primeira indicação de sua carreira foi justamente nos anos 80, como coadjuvante no drama de Robin Williams, ‘O Mundo Segundo Garp’ (1982). Logo no ano seguinte, novamente como coadjuvante, era uma das amigas em ‘O Reencontro’ (1983). Consecutivamente, como coadjuvante, fez parte do elenco do drama de esporte de Robert Redford, ‘Um Homem Fora de Série’ (1984). Três anos depois, viria sua primeira nomeação como atriz principal pelo thriller ‘Atração Fatal’ (1987), um dos longas mais queridos da década. No ano seguinte, novamente como protagonista, foi lembrada pelo drama/suspense de época, ‘Ligações Perigosas’ (1988).

Jack Nicholson – 4 Indicações

Apesar de ainda existir muita disparidade entre os salários dos homens e das mulheres na indústria de Hollywood, assim como em relação aos bons papeis oferecidos, podemos dizer que em questão de prestígio, essas mulheres maravilhosas estão à frente dos homens. Uma prova disso é Meryl Streep, a recordista de indicações da história, sem que nenhum outro artista do sexo masculino chegue perto. Nos anos 80 isso foi sem dúvidas verdade também, com Streep liderando, e sendo seguida de perto por Jessica Lange e Glenn Close. Em quarta posição chega Jack Nicholson (ou melhor, quem sabe quinta – como veremos abaixo). O lendário ator, que infelizmente encontra-se aposentado das telonas, recebeu quatro nomeações nos anos 80. Mas nada de Coringa ou Jack Torrance por aqui.

Jack já tinha cinco indicações e uma vitória quando chegou aos anos 80, e na década foi lembrado primeiramente como coadjuvante por ‘Reds’ (1981) com uma indicação. Dois anos depois, também como coadjuvante, sairia mais uma vitória pelo drama familiar ‘Laços de Ternura’ (1983). Nicholson marcava presença ano sim e ano não, assim dois anos depois receberia mais uma indicação, aqui como protagonista, por ‘A Honra do Poderoso Prizzi’ (1985). Sim, você acertou, mais dois anos e uma nova nomeação como protagonista, ao lado de Meryl Streep por ‘Ironweed’, de Babenco.

Sissy Spacek – 4 Indicações

Sissy Spacek é quem ocupa verdadeiramente a quarta posição do ranking dos atores com mais indicações ao Oscar por filmes dos anos 80, mas colocamos Jack Nicholson na frente apenas para criar suspense. Mais conhecida por seu papel em ‘Carrie – A Estranha’ (1976), pelo qual foi indicada ao Oscar como protagonista, Spacek assim como Nicholson possui 4 nomeações em filmes dos anos 80 – e assim como Jack também possui uma vitória. A diferença é que a vitória de Sissy é como atriz protagonista – o que eleva ainda mais seu status. A consagração ocorreu pelo drama ‘O Destino Mudou Sua Vida’ (1980), no qual viveu a cantora country Loretta Lynn.

Aliás, também diferente de Nicholson, que obteve duas indicações coadjuvantes e duas como protagonista, as 4 nomeações de Spacek em filmes dos anos 80 foram como atriz protagonista. Seguiram ‘Desaparecido – Um Grande Mistério’ (1982), sobre uma mulher tentando encontrar seu marido após um golpe de estado no Chile; ‘O Rio do Desespero’, sobre uma família de fazendeiros lutando para manter sua propriedade visada pelo banco; e ‘Crimes do Coração’ (1986) sobre três irmãs sulistas tentando entender a morte de sua mãe, e no qual atua ao lado de Jessica Lange e Diane Keaton (mas apenas Spacek foi indicada).

Paul Newman – 3 Indicações

Agora é onde passamos para um novo nível com atores que receberam três nomeações ao Oscar por filmes dos anos 80. Quem abre essa nova etapa é o lendário Paul Newman – que ao adentrar a citada década já possuía nada menos que 5 indicações. A primeira nos anos 80 foi como ator principal por ‘Ausência de Malícia’ (1981) – no qual viveu um homem que tem sua imagem denigrida por uma jornalista interpretada por Sally Field. Depois veio a segunda indicação como ator principal nos anos 80 por ‘O Veredito’ (1982), no qual Newman interpreta um advogado alcoólatra e em fim de carreira, dando uma guinada com seu novo caso.

Mas a primeira vitória no Oscar da carreira do imortal Paul Newman sairia com ‘A Cor do Dinheiro’ (1986), novamente na categoria principal, no qual interpretava um experiente jogador de sinuca e atuava ao lado de um jovem Tom Cruise. Com o feito, Newman se tornaria um dos pouquíssimos atores na história a receber indicações ao interpretar o mesmo personagem em filmes diferentes. A primeira aparição de Fast Eddie foi em ‘Desafio à Corrupção‘ (1961), pelo qual Newman também foi indicado.

William Hurt – 3 Indicações

O saudoso William Hurt nos deixou em março de 2022 aos 71 anos. Hurt estreou no cinema justamente em 1980, com ‘Viagens Alucinantes’. Logo de cara considerado um dos melhores intérpretes a surgir na década de 80, sua primeira indicação ao Oscar foi seguida de vitória como ator principal no drama de prisão ‘O Beijo da Mulher-Aranha’ (1985), no qual vive um homem gay que é um preso político. O filme é dirigido por Hector Babenco e traz no elenco Sonia Braga. No ano seguinte veio a indicação novamente como protagonista por ‘Filhos do Silêncio’ (1986) sobre um professor para surdos mudos se apaixonando por uma ex-aluna muda. Finalmente, completando a trifeta ‘Nos Bastidores da Notícia’ (1987) deu a terceira indicação como ator principal. No filme ele viveu um repórter que desperta o interesse de sua produtora.

Sigourney Weaver – 3 Indicações

Fechando os artistas que mais indicações tiveram nos anos 80, chega uma atriz que muitos sequer sabiam que havia sido indicada. Isso porque a gigantesca Sigourney Weaver ficou conhecida como a Ellen Ripley da franquia ‘Alien’ e como Dana Barrett da franquia ‘Os Caça-Fantasmas’. Acontece que a primeira indicação da bela atriz como protagonista veio justamente de sua franquia mais famosa, quando interpretou pela segunda vez Ripley, em ‘Aliens – O Resgate’ (1986). Dois anos depois, Weaver quebraria um recorde igualado por poucos: seria indicada duas vezes, em duas categorias diferentes de atuação, por dois filmes distintos. Como atriz principal, ela foi Dian Fossey, especialista pesquisadora da vida dos gorilas das montanhas, que lutou para protegê-los, no filme ‘Nas Montanhas dos Gorilas’ (1988). Como coadjuvante, foi uma executiva que termina levando uma volta de sua secretária, em ‘Uma Secretária de Futuro’ (1988).

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS