terça-feira, abril 23, 2024

O elenco não salva um filme! Conheça 10 GRANDES Elencos em Filmes Muito Criticados Pelos Fãs!

Mesmo hoje, em um tempo no qual o que vale mais é a marca registrada de uma franquia (os famosos IP), o nome de um ator ainda conta muito para alavancar um projeto. Nos bastidores, saber que determinado ator está vinculado a um projeto chama outros talentos e ajuda no hype de determinada obra. Por exemplo, qualquer ator agarraria com unhas e dentes a chance de estrelar um filme ao lado de Leonardo DiCaprio, Julia Roberts ou Margot Robbie. Para o público funciona na mesma medida, já que a maior parte dos espectadores buscam as novas produções de seus artistas favoritos.

O elenco de um filme sem dúvida é um dos fatores mais importantes na hora da produção e na escolha em assistir determinado longa. Mas é um fato sabido também que o elenco, por melhor que seja e reúna os maiores astros, é incapaz de salvar um filme se todo o resto não for bom. Pensando justamente nisso, resolvemos trazer para você nessa matéria 10 dos melhores elencos dos últimos anos, que não conseguiram salvar seu filme do fracasso de crítica ou público (ou ambos). Confira abaixo.

Velozes e Furiosos 10

A franquia ‘Velozes e Furiosos’ começou de uma forma menor sobre rachas de carros, e veio a escalar de forma tão megalomaníaca que a partir do quinto filme se tornou algo digno de 007 ou ‘Missão: Impossível’, por exemplo. O público foi comprando a ideia, e assim vieram os episódios seis, sete e oito. Quando chegou no nove, a coisa ficou tão ridícula, mas tão ridícula, que começou a alienar o público e os fãs. A solução para contornar esse problema no décimo foi trazer o maior elenco possível de nomes conhecidos. Assim, além da trupe de sempre encabeçada por Vin Diesel, o décimo ainda trouxe Jason Momoa como o vilão, e a adição d a vencedora do Oscar Brie Larson.

Alan Ritchson e Daniela Melchior também foram novidades. Já Charlize Theron, John Cena, Jason Statham, Helen Mirren, Nathalie Emmanuel e Scott Eastwood voltaram para mais um round. Quem deu as caras em participação surpresa também foram Dwayne Johnson e Gal Gadot, resultando em um dos maiores elencos de anos recentes. O resultado, no entanto, não ficou muito diferente do nono.

Thor – Amor e Trovão

Que os filmes de super-heróis conseguem atrair talentos badaladíssimos todos nós já sabemos. Mas não deixa de ser algo impressionante. Desde Marlon Brando, Gene Hackman e Jack Nicholson ainda nos anos 70/80, a prática vem sendo muito utilizada. A franquia ‘Thor’, da Marvel, por exemplo, conseguiu reunir artistas do porte de Anthony Hopkins, Natalie Portman e Cate Blanchett ao longo de seus filmes. Mas até então, os filmes correspondiam de maneira satisfatória.

Isso mudou com ‘Amor e Trovão’, o quarto longa, que contribuiu para a chamada “fatiga” dos filmes do gênero. E isso ocorreu justamente em um exemplar que reunia em cena nada menos que três vencedores do Oscar. O longa marcou o retorno de Natalie Portman, assim como os metódicos Christian Bale como o vilão e Russell Crowe como o fanfarrão Zeus. Isso sem falar na galera dos ‘Guardiões da Galáxia’ em participação (Chris Pratt, Bradley Cooper e Vin Diesel) e a participação de Brett Goldestein (‘Ted Lasso‘) como Hércules na pós-créditos.

O Caçador e a Rainha do Gelo

Não deixe de assistir:

Não estamos de perseguição com Chris Hemsworth, eu prometo. O primeiro filme, ‘Branca de Neve e o Caçador’, chamou atenção por reunir em tela um trio muito especial: Hemsworth, Kristen Stewart e Charlize Theron. Uma reunião badaladíssima na época. Porém, Stewart e o diretor Rupert Sanders foram pegos em um caso amoroso polêmico nos bastidores, sendo que ambos estavam comprometidos na época.

 

Assim afastando a protagonista e dando espaço para o tal Caçador brilhar, a sequência foi uma história focada nele. Desta forma, teríamos o herói e a vilã – com a volta de Theron. Mas como preencher a ausência de Stewart como a terceira parte da equação? A solução foi trazer não uma, mas duas grandes estrelas da época. Assim entraram em cena Jessica Chastain e Emily Blunt, formando um dos melhores elencos (em especial feminino) dos últimos anos. O resultado do filme, no entanto, ficou bem abaixo do já criticado original.

Para Maiores

Uma das maiores atrocidades já cometidas no terreno da sétima arte, ‘Para Maiores’ merece ser caso de estudo apresentado em universidades de cinema e gestão de empresas sobre o que não fazer em teses criativas. A história contada é que um grande produtor de Hollywood cobrou favores de muitos amigos famosos, e os levou na lábia os trazendo para o elenco de seu novo projeto, uma “comédia” que funcionaria como uma série de esquetes mais que politicamente incorretos, quase como a versão cinematográfica do ‘Saturday Night Live’ – o resultado ficou parecendo o programa em um dia bem fraco.

É quase inimaginável que gente como Hugh Jackman, Kate Winslet, Halle Berry, Emma Stone, Seth MacFarlane, Dennis Quaid, Richard Gere, Naomi Watts, Chris Pratt, Uma Thurman, Kristen Bell, Jason Sudeikis, Gerard Butler, Chloe Grace Moretz, entre outros, deram aval para estarem nesta produção. Na verdade, muitos deles se envergonham de terem feito o filme e sequer aceitaram divulga-lo – fazendo de ‘Para Maiores’ um dos casos mais curiosos de todos os tempos em Hollywood.

Esquadrão Suicida

Suicide Squad 2016 Cast Movie Poster HD Wallpaper - Stylis… | Flickr

Não tem como falar de filmes ruins com bons elencos sem mencionar o primeiro ‘Esquadrão Suicida’. E só para que fique claro, aqui estamos falando do filme de 2016, e não a sequência de James Gunn (2021), que elevou o material diversos níveis. Em 2016, a DC corria atrás do prejuízo e tentava desesperadamente chegar no patamar da Marvel. Acontece que àquela altura, o MCU já tinha 13 filmes para desenvolver bem seus personagens e seu universo; enquanto a DC chegava ao terceiro – com uma pressa de correr antes de engatinhar.

E o pior, o grande filme da casa (logo o segundo), ‘Batman vs. Superman’ havia desapontado muito os críticos e os fãs. ‘Esquadrão Suicida’ teria um resultado ainda pior com seu clima de videoclipe – ou seja, muito estilo e visual, e pouco conteúdo. Mas uma coisa não pode ser negada, um dos melhores elencos dos últimos anos foi reunido para o longa: com nomes como Will Smith, Jared Leto (que havia acabado de ganhar um Oscar), Margot Robbie (que roubou completamente a cena), Viola Davis, Cara Delevingne, Joel Kinnaman, além de uma participação de Ben Affleck como Batman.

Beleza Oculta

Agora, quem é colocado em nossa mira é o estapeador Will Smith. Muito antes de fazer vergonha em um programa transmitido ao vivo para o mundo todo, o ex-‘Maluco no Pedaço’ já passava por um momento difícil em sua carreira: o ano de 2016. Primeiro, com o que parecia ser um filme revolucionário e muito fora da caixinha para o gênero dos super-heróis com ‘Esquadrão Suicida’ – mas que terminou se mostrando apenas um videoclipe de montagem frenética, com muito estilo e pouca substância. E pensar que os membros do elenco fizeram tatuagens para demonstrar o quanto estavam empenhados com o filme.

Mas o ano ainda traria mais um baque para Smith, quando ele achou que fosse se recuperar com seu “filme sério”, que visava indicações no Oscar. Acontece que ‘Beleza Oculta’ não faz o menor sentido, tem uma trama boba e se formos analisar mais a fundo, veremos que soa também de muito mau gosto. Isso porque Smith interpreta um homem em depressão após a morte do filho, que é enganado descaradamente por seus “colegas” parceiros profissionais. Veja este elenco: além de Smith, Kate Winslet (ela de novo), Edward Norton, Helen Mirren, Keira Knightley, Naomie Harris e Michael Peña.

Caça aos Gângsteres

É muito ruim se decepcionar com filmes. E tem gente que evita assistir aos trailers para não criar expectativas em relação a um filme. O propósito do trailer não é bem esse, e sim avisar ao público que determinado filme será lançado em breve, além de ser uma prévia, como uma sinopse do que esperar dele. É claro que um trailer também pode aguçar a curiosidade do espectador sobre a obra – e muitos diriam que essa é sua principal função. Mas a verdade é que a decepção em relação a um filme só ocorre depois que saímos da sala de cinema depois do fim.

E muitas vezes ela não tem nada a ver com nossa expectativa, mas sim com o produto que nos foi vendido. Por exemplo, se um determinado diretor que gostamos está no comando, ou um elenco de nomes famosos recheando. Esse é o caso de ‘Caça aos Gângsteres’, que pretendia ser um filme de máfia pop, dirigido pelo mesmo realizador do divertido ‘Zumbilândia’. Muitos podem não lembrar, mas protagonizando tínhamos simplesmente Ryan Gosling, Emma Stone e Josh Brolin. Além de Nick Nolte, Robert Patrick, Giovanni Ribisi, Anthony Mackie e Michael Peña. Você acha que acabou? Fechando o elenco como a cereja no bolo temos Sean Penn como o vilão Mickey Cohen.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS