domingo, junho 23, 2024

O Massacre da Serra Elétrica | 7 Atores Famosos que Participaram da Franquia de Terror

O Massacre da Serra Elétrica: O Retorno de Leatherface foi o primeiro grande lançamento da Netflix em 2022 e está disponível na plataforma para todos os aficionados pela franquia e por terror em geral conferirem. O longa, que cronologicamente é o nono da franquia, se propõe a esquecer todos os episódios já feitos após o original lá de 1974, continuando a história a partir dali – algo que O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua, igualmente disponível na Netflix, já havia feito em 2013. O novo episódio, produzido pela Legendary Pictures e por Fede Alvarez (a mente por trás de O Homem nas Trevas e o remake de A Morte do Demônio), vem dividindo a opinião dos fãs.

Seja como for, em homenagem ao lançamento deste mais novo capítulo na franquia que é a mais antiga do subgênero slasher no cinema, resolvemos revisitar todos os longas passados notando algo de interessante que talvez nem todos saibam. Ao longo destes quase 50 ANOS desde o filme original, muitos rostos conhecidos do cinema passaram pela franquia – acredite! E não somente conhecidos, como verdadeiros astros, vencedores e indicados ao Oscar. Tá bom para você? É claro que tais participações se deram antes da fama e dos prêmios, mas de qualquer maneira não deixa de ser muito curioso. Confira abaixo quais foram os maiores nomes a participar lado a lado com o psicopata Leatherface em seus filmes.

Renée Zellweger

Começaremos com a mais prestigiada. A texana Renée Zellweger (olha aí a deixa) é a única da lista que possui duas estatuetas do Oscar para chamar de sua. A segunda saiu há pouco tempo, em 2020, como atriz principal por Judy – Muito Além do Arco-Íris (biografia da atriz Judy Garland). Sua primeira estatueta, como atriz coadjuvante, foi entregue em 2004 pelo filme Cold Mountain. Antes disso, no entanto, Zellweger não era estranha à maior premiação do cinema, tendo outras duas nomeações no passado, ambas como atriz protagonista, pelos filmes O Diário de Bridget Jones (2002) e Chicago (2003). O ponto de virada na carreira da atriz ocorreria com Jerry Maguire, filme estrelado por Tom Cruise, em 1996. Dois anos antes disso, no entanto, quando era uma ilustre desconhecida em início de carreira, Renée Zellweger protagonizou o quarto (e “maldito”) filme da franquia, O Massacre da Serra Elétrica: O Retorno – considerado o pior pelos fãs. Zellweger vive a mocinha do filme, Jenny, que precisa enfrentar uma versão travesti de Leatherface neste filme.

Matthew McConaughey

Outro vencedor do Oscar na lista. Outro ator texano. Outro veterano da franquia O Massacre da Serra Elétrica. De fato, McConaughey participou do mesmo filme que Renée Zellweger: o “zoado” quarto episódio. Mas não pense você que ele fazia par com a mocinha e era o herói da história. Muito pelo contrário, querendo demonstrar versatilidade, o astro vencedor do Oscar por Clube de Compras Dallas ficou com o papel do principal antagonista da obra, Vilmer, o líder do clã de canibais do qual um Leatherface travesti faz parte. Esse foi um dos primeiros filmes do ator, que realmente soltou a insanidade do personagem, parecendo ao menos ter se divertido bastante em seus exageros. O que acontece é que os produtores espertinhos do longa planejavam relançá-lo nos cinemas para aproveitar a ascensão meteórica de ambos Matthew McConaughey e Renée Zellweger, que eram revelados ao mundo em 1996 – ela com Jerry Maguire, e ele com Tempo de Matar. Os representantes dos atores foram rápidos e ameaçaram processar os produtores se eles usassem os nomes da dupla para promover um novo lançamento deste terror B.

Viggo Mortensen

Veterano três vezes indicado ao Oscar, Viggo Mortensen sempre será lembrado por seu papel heroico como Aragorn, na trilogia blockbuster épica O Senhor dos Anéis (2001, 2002 e 2003). Fora isso, como dito, Mortensen tem o privilégio de enfeitar seu currículo com três nomeações ao maior prêmio do cinema, pelos filmes Senhores do Crime (2008), Capitão Fantástico (2017) e Green Book – O Guia (2019). Mas todo ator renomado precisa começar de algum lugar. E para Viggo Mortensen, esse lugar foi a franquia O Massacre da Serra Elétrica. Ao contrário dos colegas acima, Mortensen estreou antes, no filme anterior, ao lado de Leatherface. Foi em O Massacre da Serra Elétrica 3, de 1990, em seu início de carreira, que o ator viveu Tex – essencialmente o mesmo papel vivido depois por Matthew McConaughey (porém, uma versão mais contida). O curioso é pensar que nos dois primeiros filmes da franquia, os membros da família canibal eram figuras grotescas e para lá de estranhas. Mas neste terceiro e no quarto filmes, membros “galãs” do clã, como Mortensen e McConaughey eram a pedida dos produtores. Vai entender.

Dennis Hopper

O saudoso Dennis Hopper era realmente uma força da natureza. Para sempre marcado pelo clássico da contracultura Easy Rider – Sem Destino (1969), o qual escreveu, dirigiu e protagonizou, Hopper nos deixou em 2010 aos 74 anos. O ator, assim como os colegas acima, também recebeu a honraria de nomeação ao Oscar, indicado justamente pelo roteiro de Sem Destino, e também como ator coadjuvante em 1987 por Momentos Decisivos. Fora isso, Hopper tinha trabalhos marcantes, como os sinistros vilões de Veludo Azul, Velocidade Máxima e Waterworld. Assim como Matthew McConaughey, Dennis Hopper mergulha de cabeça na insanidade, dando tudo de si em seu desempenho em um filme da franquia O Massacre da Serra Elétrica. O seu episódio foi logo o segundo, lançado doze anos depois do original, escrito e dirigido pelo mesmo Tobe Hooper do primeiro filme. Ao contrário dos colegas acima, no entanto, Hopper já era um ator estabelecido quando resolveu embarcar nessa, no papel de Lefty, um policial em busca de vingança contra a família de canibais, que tem um duelo final de serras elétricas (ou melhor, motosserras) contra Leatherface. Hoje, o segundo filme se tornou um cult querido dos fãs.

Não deixe de assistir:

Jessica Biel

Jessica Biel ainda não recebeu uma indicação ao Oscar, mas já foi indicada ao Emmy por seu papel protagonista na série The Sinner, a qual produz. A bela atriz começou sua carreira no seriado Sétimo Céu, em 1996, no qual permaneceu como parte do elenco até 2003. Foi justamente nesta época que surgia a oportunidade da atriz protagonizar seu primeiro longa-metragem para o cinema: o remake de O Massacre da Serra Elétrica, produzido por Michael Bay através da sua Platinum Dunes. O filme foi o primeiro de uma leva de refilmagens de clássicos do horror que dominaram a década de 2000 – e até hoje permanece como um dos melhores remakes do gênero. Mas não foi só o filme que impressionou, Jessica Biel igualmente chamou atenção em seu retrato da heroína trágica Erin, que tem ainda mais atitude e se mostra muito mais do que uma donzela em perigo ao arrancar o braço de Leatherface a base de machadadas no final do filme. Quantas outras protagonistas podemos dizer que chegaram perto de tal façanha? Tudo bem que essa linha narrativa do vilão sem um braço nunca mais seria continuada…

Jordana Brewster

É curioso pensar em como tudo muda radicalmente de um filme para o outro na franquia O Massacre da Serra Elétrica. Nenhuma outra franquia de terror se importa menos com a continuidade do que esta. E se tem gente que reclama dos erros de um filme para o outro em franquias como Sexta-Feira 13 e Halloween, é só chegar mais e conferir a bagunça criada para Leatherface e sua família de canibais. Aliás, o vilão grandalhão de máscara de pele humana e motosserra é o único elemento imutável de todos os filmes, afinal é o símbolo da marca. Desta forma, até mesmo o teor das produções muda radicalmente de um filme para o outro – como o caso do segundo para o primeiro, por exemplo, mesmo tendo sido dirigidos pelo mesmo cineasta. Porém, toda regra possui sua exceção. E assim temos os únicos dois filmes da franquia que parecem de fato pertencer ao mesmo universo, sendo eles: o remake e sua prequel imediata O Massacre da Serra Elétrica: O Início, lançado três anos depois. Novamente produzido por Bay, o filme conta até mesmo com os mesmos atores reprisando seus papeis como os membros da família canibal – só para variar. Mas como Leatherface havia ficado sem o braço ao final do anterior, a solução encontrada foi por uma história que se passasse antes. Quem protagoniza aqui é Jordana Brewster, seguindo os passos de Jessica Biel, então conhecida pelos filmes Prova Final e Velozes e Furiosos.

Alexandra Daddario

Alexandra Daddario deu continuidade ao seguimento de belas jovens atrizes protagonizando a franquia. Jessica Biel não era muito conhecida no cinema até protagonizar o remake; já Jordana Brewster havia feito grandes blockbusters, como Velozes e Furiosos, quando resolveu embarcar na brincadeira com a pequel O Início. A próxima da lista foi Alexandra Daddario que, quando protagonizou O Massacre da Serra Elétrica 3D – A Lenda Continua em 2013, era pouco conhecida, tendo feito apenas o primeiro Percy Jackson (o segundo veio no mesmo ano do terror). O que podemos dizer é que a franquia de Leatherface dá sorte, pois depois de ter protagonizado o capítulo controverso, Daddario participou da série de sucesso True Detective (2014), estrelou duas superproduções ao lado de Dwayne Johnson (Terremoto e Baywatch) e está atualmente no elenco da série da HBO White Lotus.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS