segunda-feira, fevereiro 26, 2024

‘Pânico 7’: Demissão de Melissa Barrera é denunciada como censura em carta assinada por mais de 1.300 artistas

Há alguns dias, foi anunciada a demissão de Melissa Barrera de ‘Pânico 7‘ após a atriz defender a Palestina e o fim do genocídio em meio à atual guerra contra Israel.

A notícias pegou não só os fã de surpresa, mas também grande parte da indústria cinematográfica…

De acordo com o IGN, a demissão da intérprete de Sam Carpenter foi consderada uma censura, o que levou cerca de 1.300 artistas a assinarem a uma carta de denúncia contra a Spyglass e os demais responsáveis pela decisão.

A carta foi publicada pela Artists for Palestine UK ontem (30), e inclui assinaturas da vencedora do Oscar Olivia Colman (‘The Crown’), Harriet Walter (‘Succession’), Aimee Lou Wood (‘Sex Education’), Siobhán McSweeney (‘Derry Girls’), Paapa Essiedu (‘I May Destroy You’), Youssef Kerkour (‘Napoleão’), Nicola Coughlan (‘Bridgerton’), Lolly Adefope (‘Fantasmas’) e Emma Seligman (‘Bottoms’), só para citar alguns.

A carta, dirigida ao Setor das Artes e da Cultura, acusa muitas instituições culturais nos países ocidentais de reprimir, silenciar e estigmatizar sistematicamente as vozes e perspectivas palestinas.

Isso inclui atacar e ameaçar artistas que expressam solidariedade com os palestinos, bem como cancelar seus espectáculos, projeções, palestras, exposições, lançamentos de livros e qualquer outra manifestação cultural.

A carta cita vários incidentes, a maioria com foco no cenário artístico e literário do Reino Unido, mas também incluindo a demissão de Barerra de ‘Pânico VII’.

A demissão foi divulgada oficialmente em 21 de novembro por conta de suas publicações sobre o conflito em Gaza.

Dias depois, foi revelado sua colega de elenco, Jenna Ortega também não fará mais parte da sequência, embora seja devido a problemas de agendamento em relação aos novos episódios de ‘Wandinha’.

Não deixe de assistir:

Por fim, a carta lista diversos apelos ao Setor das Artes e da Cultura, incluindo a exigência pública de um cessar-fogo permanente, a ampliação do trabalho dos artistas palestinos e a recusa de colaborações com instituições ou organismos que sejam cúmplices de graves violações dos direitos humanos.

Nos vídeos abaixo, Renato Marafon revela tudo que foi divulgado sobre a demissão:

Melissa ajudou a revitalizar a franquia com ‘Pânico‘, o longa de 2022 que arrecadou US$ 137,7 milhões globalmente e combinou gerações de membros do elenco da franquia.

Barrera foi a estrela dos dois últimos filmes, interpretando o protagonista Sam Carpenter, filha ilegítima de Billy Loomis e alvo frequente de Ghostface.

Pode parecer inimaginável, mas a notícia vem minutos após a agência de talentos UTA descartar Susan Sarandon como cliente por também demonstrar apoio à Palestina.

Segundo rumores, o filme iria trazer todos os sobreviventes da franquia, incluindo Neve Campbell e Patrick Dempsey (‘Grey’s Anatomy’) como Mark Kincaid.

Vale lembrar que o cineasta irá substituir a dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, que comandou os dois últimos filmes da franquia e seguirá envolvida como produtores executivos ao lado de Chad Villela.

As filmagens devem começar em março de 2024 e rumores indicam que a estreia pode acontecer em Outubro de 2025 – dependendo de quando a greve dos atores vai acabar.

Vale lembrar que ‘Pânico VI‘ já está disponível na Paramount+!

 

Crítica | ‘Pânico VI’ é um espetáculo gore e um dos melhores filmes da franquia

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS