quarta-feira, abril 24, 2024

Polêmica! Relembre os Filmes que Resultaram em Traição e Separação de seus Astros

Desde os primórdios do cinema, o público é presenteado com grandes histórias de amor. Essas histórias são marcadas por protagonistas de grande química, com os quais nos identificamos e jamais esquecemos. Casais emblemáticos como Humphrey Bogart e Ingrid Bergman em ‘Casablanca’ ou Clark Gable e Vivien Leigh em ‘E o Vento Levou’ apaixonaram audiências pelo mundo e continuam a encantar. Nos últimos 30 e poucos anos, podemos citar Julia Roberts e Richard Gere em ‘Uma Linda Mulher’, que voltaram a se encontrar em ‘Noiva em Fuga’.

Alguns casais do cinema, inclusive, funcionam tanto que reprisam suas parcerias ao longo de outros filmes. É o caso recente com Ryan Gosling e Emma Stone, e Jennifer Lawrence e Bradley Cooper – o primeiro casal com três filmes e o segundo com quatro. Porém, em um exercício de a vida imita a arte, a proximidade durante as gravações pode unir esses casais também na vida real. Mas o que acontece quando eles já são casados ou estão em um relacionamento? É isso que veremos nessa matéria, com alguns filmes que se tornaram polêmicos por acabar com o casamento de seus astros. Confira abaixo.

Sr. e Sra. Smith

Sr. e Sra. Smith’ virou série na Amazon Prime Video e está fazendo muito sucesso. Só esperamos que a série não resulte na mesma polêmica de bastidores que o filme que deu origem a ela. Como todos devem saber muito bem, antes da série, ‘Sr. e Sra. Smith’ foi um blockbuster muito popular em 2005. E esse filme, sobre um casal de espiões de agências rivais, se tornou o caso mais notório de traição nos bastidores. O que acontece é que o protagonista Brad Pitt era casado com Jennifer Aniston desde 2000. Mas quando conheceu sua coprotagonista Angelina Jolie nos bastidores, a paixão foi tanta que os dois terminaram as filmagens juntos – numa relação que duraria 14 anos e 6 filhos.

Alto Controle

Não foi apenas em ‘Sr. e Sra. Smith’ que Angelina Jolie seria pivô de uma separação de atores com quem trabalhou. Com Brad Pitt o caso ficou mais conhecido por se tratar de um dos galãs mais conhecidos de Hollywood. No entanto, seis anos antes a femme fatale já havia “roubado” o homem de outra. Afinal, se não for para ter relação com homens comprometidos, Angelina Jolie nem sai de casa.

Estamos falando de Billy Bob Thornton, com quem Jolie trabalhou em ‘Alto Controle’, comédia sobre a rivalidade entre dois controladores de tráfego aéreo, também estrelada por John Cusack e Cate Blanchett. Quando começaram as filmagens, Thorton morava junto com a namorada Laura Dern – que disse ter saído para trabalhar e ter “recebido a notícia” ao descobrir que seu então namorado havia se casado com outra mulher, sem nem sequer comunica-la de nada.

Frankenstein de Mary Shelley

Essa reimaginação do clássico livro de terror, com apelo maior no drama e certo romance, capitaneado por Kenneth Branagh, também ficaria marcado em seus bastidores por um caso de traição notória em Hollywood. Acontece que o diretor começou o projeto casado com a também inglesa Emma Thompson, vencedora de dois Oscar, formando na época um dos casais mais quentes da indústria – duas mentes criativas aguçadas.

Não deixe de assistir:

A união da dupla ocorreu em 1989, mas eis que surgiu em cena uma então jovem Helena Bonham Carter, com quem Thompson havia trabalhado em ‘Retorno a Howards End’ (1992). Carter foi escalada para viver Elizabeth, a noiva do Dr. Frankenstein, no filme de Branagh. E o diretor, que também protagoniza, não resistiu aos beijos “técnicos” da atriz, terminando a experiência juntos, para a tristeza de Thompson.

Stop-Loss – A Lei da Guerra

Stop-Loss’ é um drama de 2008 que não ficou muito conhecido, apesar de contar com nomes como Channing Tatum, Joseph Gordon-Levitt e Ryan Phillippe no elenco, e a direção de Kimberly Peirce (então saída do vencedor ao Oscar ‘Meninos Não Choram’). Com produção da Paramount e MTV Films, o drama anti-guerra ficaria marcado como sendo o filme que resultou no polêmico fim do casamento de dois jovens astros queridinhos da época: Reese Witherspoon e Ryan Phillippe.

Os dois se conheceram nos bastidores do cult ‘Segundas Intenções’, drama romântico de 1999, se casaram e tiveram dois filhos. Mas aí veio ‘Stop-Loss’ e a atriz Abbie Cornish, com quem Phillippe teve um caso nos bastidores, resultando na “humilhação pública’ de Witherspoon, nas palavras da mesma. Phillippe e Cornish permaneceram juntos um tempo, assumindo a relação, que depois também viria a terminar. Justiça poética ou não, hoje a carreira de Witherspoon está em outro patamar em relação a dos “traidores”.

Branca de Neve e o Caçador

Outro caso que ficou bem conhecido na mídia, graças ao advento das redes sociais, foi o dos bastidores do blockbuster ‘Branca de Neve o Caçador’. De domínio público, a história do conto de fadas de Branca de Neve foi transformado em um épico medieval de fantasia, com aspirações de ‘O Senhor dos Anéis’, pela Universal. O filme contava com Kristen Stewart como a personagem título (então ainda curtindo a onda de popularidade da franquia ‘Crepúsculo’), Charlize Theron como a bruxa má e Chris Hemsworth como o caçador (e não o príncipe).

A traição aqui não envolveu Hemstorth, e sim o diretor do longa, o estreante Rupert Sanders. O sujeito foi flagrado aos beijos com Kristen Stewart durante os intervalos de filmagens. Detalhe: o sujeito era casado e Stewart na época estava envolvida em um relacionamento com seu companheiro de ‘Crepúsculo’, Robert Pattinson. Para a continuação de ‘Branca de Neve‘, por via das dúvidas, a Universal tirou de cena ambos Sanders e Stewart. Hoje, a atriz se assumiu lésbica e tem relacionamentos com mulheres.

Não se Preocupe, Querida

Em um dos casos mais recentes de traição pública nos bastidores de um filme, o promissor ‘Não se Preocupe, Querida’, um thriller feminista, ficou marcado por suas filmagens caóticas. No comando, a atriz Olivia Wilde escrevia seu nome como uma das jovens diretoras mais talentosas da época, tendo feito uma estreia elogiadíssima em ‘Fora de Série’ (2019). Porém, tudo sairia dos trilhos quando Wilde se apaixonou loucamente pela estrela da música e “dublê” de ator Harry Styles, causando desconforto de todos ao redor quando sumia do set por horas para “namorar” o crush.

O fato causou um atrito monstro com a jovem estrela Florence Pugh, que declarou ter que dirigir muitas das suas cenas sem a diretora no set. O que mais chama atenção, porém, é que na época Wilde ainda estava casada com Jason “Ted Lasso” Sudeikis, que retribuiu a humilhação pública ao enviar os papeis de divórcio por um oficial de justiça enquanto a mulher estava no meio de uma apresentação discursando na Comic Con. “Ouch”.

Palmer

Você já ouviu falar do filme ‘Palmer’? Tudo bem, quase ninguém ouviu. Trata-se de um drama de 2021 estrelado por Justin Timberlake. Na trama, ele vive Palmer, um ex-presidiário que faz amizade com um menino, vindo de um lar tempestuoso. Mais famoso que o filme foram os bastidores, que flagram Timberlake em momentos de muita intimidade com sua colega de cena Alisha Wainwright (da série ‘Criando Dion’).

Tabloides flagram os dois de mãos dadas em jantares e em situações de muita proximidade. A questão é: Timberlake continua casado com a atriz Jessica Biel, que parece ser a mulher mais tolerante do mundo – já que em 2013 quando o cantor veio ao Brasil, surgiram muitos boatos de que teria tido uma relação com uma atriz e modelo brasileira durante sua apresentação no Rock in Rio daquele ano.

Prova de Vida

Outro filme que ficou mais conhecido por sua polêmica traição de bastidores do que por seu conteúdo em si. ‘Prova de Vida’ foi o filme que o ator australiano Russell Crowe emendou após sua revelação com os dois pés na porta em ‘Gladiador’. Thriller de ação, o longa traz Crowe como um negociador profissional, que é também um homem altamente treinado. Ele é contratado por Alice para libertar seu marido, um arquiteto sequestrado por forças insurgentes na América do Sul.

Alice é interpretada pela namoradinha dos EUA nos anos 90, Meg Ryan. Na trama, a mulher termina se envolvendo amorosamente com o negociador, para complicar mais ainda as coisas. E na vida real, Ryan também não resistiu aos encantos do então galã truculento Crowe, e “pulou a cerca”. Na época, Ryan era casada com Dennis Quaid – eles se conheceram nas filmagens da aventura ‘Viagem Insólita’ e se casaram em 1991. O divórcio sairia um ano depois da traição. Ryan e Quaid são os pais do jovem Jack Quaid, o Hughie do sucesso ‘The Boys‘, da Amazon.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS