Um dos filmes mais emocionantes da história do cinema, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro, teve sua primeira exibição no ano de 1988 e desde aquele tempo mora pra sempre nos corações de todos que o assistem. Com cenas marcantes, uma trilha sonora fabulosa (assinada pelo gênio Ennio Morricone), Cinema Paradiso é a paixão do cinema que mora em todos nós.

Para explorar as razões desse longa-metragem, de quase três horas, dirigido por Giuseppe Tornatore, ser uma experiência inesquecível para quem algum dia já o viu, listamos abaixo alguns desses motivos:

 



Um enredo mostrado na telona com maestria

Aproveite para assistir:

A história gira em torno de três fases da vida de Totó, em um primeiro momento uma criança que estuda em um colégio católico e muito rígido que adora fugir e ir ao cinema. Assim conhece o projecionista Alfredo com quem leva uma amizade durante toda a vida. Totó, na segunda parte mais velho, descobre o amor, as dificuldades da vida que agora enxerga com mais maturidade. Em paralelo começa a surgir a paixão em filmar e a de buscar sua vida longe do lugar que sempre viveu. Já bem mais velho, recebe uma notícia e resolve voltar pra casa.

 



As transformações do cinema ganham contextos

Seja nos desenvolvimento dos maquinários, antes aqueles rolos inacabáveis e altamente inflamáveis até depois as mudanças desse material necessário para o sonho chegar até as telas; seja também na própria maneira de criar uma história e na liberdade de um beijo ser mostrado longe da censura católica de uma época puritana. A chegada da cor, da televisão, tudo isso ganha passagens.

 

Um desfile marcante de emoções tendo como pano de fundo a história da sétima arte

John Wayne, Renoir, Visconti, Antonioni, os debates sobre Sophia Loren, os filmes românticos, os dramas, as comédias, os faroestes, como uma espécie de interseções entre os arcos que compõem a vida de Totó vemos linda passagens de filmes emblemáticos que rodaram o mundo sendo vistos por milhares de pessoas que aguardavam horas na fila para conferir as obras de seus artistas favoritos.



 

A importância do sonhar

O protagonista não fazia as compras de casa para poder pagar o ingresso e ir ao cinema, seu lugar de refúgio contra todas as tristezas que caminhavam em seu redor, ver um filme para ele era uma imersão profunda, momentos de felicidade dentro de instantes marcantes que acabou o guiando por toda sua vida.

 


Os horrores da Guerra

Podemos analisar o filme pela ótica do jovem à espera do pai voltar da guerra que mora com a irmã e a mãe. O filme mostra a tristeza de Totó e sua família com a confirmação da perda em uma das grandes guerras que tiveram no mundo e onde europeus e gente de todos os lugares perderam seus parentes. Mesmo assim, a memória e a esperança sempre esteve firme na mente de Totó, o pai tinha a cara do Clark Gable segundo os relatos do seu melhor amigo.

 

Uma trilha sonora empolgante

Percorre nossos pensamentos a todo instante aquela série de harmônicos instrumentos. A delicadeza e maestria que são implementados na trama geram um conjunto de emoções que transbordam em nosso peito. Rimos e choramos tendo a marcante trilha sonora presente em todos os momentos.

 

Os valores que resgatamos quando olhamos para trás

Deitado em uma cama de um luxuoso apartamento, depois de chegar mais uma vez tarde em sua casa na mais poderosa cidade da Itália, o protagonista, já bem mais velho, recebe uma notícia que o faz relembrar toda sua trajetória, digna de um filme com momentos bons e ruins mas sempre inesquecíveis. Esse é um paralelo muito bonito sobre como a vida é por aqui na realidade, entre certezas e incertezas que sempre nos assolam.

 

O poder da amizade

Nunca vamos nos esquecer da amizade de Alfredo e Totó. Os diálogos inesquecíveis dos eternos amigos, as explicações sobre a vida, sobre as inúmeras maneiras de enxergar a alegria e a tristeza. Esse filme tem o poder de nos fazer refletir sobre nossas amizades que vamos ganhando ao longo da vida, algumas para toda uma vida.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: