O grande poder de mudar histórias, destinos…mas e a sua própria? No ano de 2001, chegou aos cinemas, comandado pela mente criativa do cineasta francês Jean-Pierre Jeunet um filme atemporal em sua essência, que nos mostra reflexões sobre o egoísmo às avessas, o lado imaginativo, corajoso e inspirador de mudar o mundo através de movimentos e situações. Estamos falando do inesquecível O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Para tentar traçar alguns argumentos sobre o tamanho sucesso do filme e de sua icônica personagem principal separamos aqui alguns pontos importantes que nos mostram Por que ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’ virou um clássico pop cult?

 



Um roteiro imaginativo e muito ligado ao lado positivo do fazer o bem

Aproveite para assistir:

Na trama, conhecemos Amélie Poulain (Audrey Tautou), uma jovem que desde criança se acostumou a criar um universo imaginativo, uma espécie de defesa emocional contra as indiferenças de seu pai, um médico cheio de cuidados com suas relíquias, e sua mãe, uma exigente agente da educação que falece precocemente após um inusitado acidente. A jovem cresce e começa a trabalhar como garçonete em um bar frequentado quase sempre por pessoas que intrigam os pensamentos da protagonista. Um dia, após tomar um susto com a notícia na televisão do acidente com a Lady Di na Inglaterra, descobre uma caixa enterrada por um jovem 40 anos atrás, nas entrelinhas de uma parede do apartamento que mora, fato que acaba sendo o estopim para muitas histórias que mudarão o destino de sua vida para sempre, inclusive encontrando o amor pelo caminho.

 



A complexidade de uma mente pulsante

A protagonista é extremamente complexa. Mesmo assim, dentro de sua simplicidade de ver a vida, um romantismo constante à cerca, mesmo que vamos só ter uma noção melhor sobre esse sentimento nos arcos finais quando a mesma resolve investir em si mesmo e ser feliz. Ela busca sentido dentro de suas aventuras, parece navegar com leveza, criatividade e dedução na interseção fabulosa entre o real e o submundo imaginativo dos reais sentidos dos inúmeros sentimentos que dão sentido à sua vida.

 

Um inusitado narrador que nos ajuda a acompanhar o ritmo frenético do filme

Há um narrador perspicaz, detalhista que traça um raio-x detalhado de muitos personagens que vão e vem na trama, não só a ótima protagonista interpretada pela atriz francesa Audrey Tautou. Assim, temos olhos e ouvidos guiando o espectador rumo à mundo com quadros que conversam, excêntricos personagens, uma série de situações provocadas pela curiosidade e a vontade de mudar destinos. Tem o vizinho recluso, a dona do bar que tenta controlar o caótico dia a dia, a funcionária do setor de tabacaria que se vê envolvida com um novo e estranho amor, entre outros.



 

Figuras marcantes e a consolidação de uma icônica e inesquecível personagem

Do Zorro à Ladi Di, figuras marcantes de muitas épocas ganham contextos somadas as criações inventivas dos planos mirabolantes da protagonista. Em uma época que ainda não se ouvia falar sobre os avanços tecnológicos, como a internet, Amélie Poulain virou uma figura pop, influente em muitos sentidos, tendo inclusive inúmeros Souvenires derivados que encontramos em lojas até hoje. Super justificável, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é um filme inesquecível que brinca com o sonhar sempre na eterna busca de amar com romantismo.


Comentários

Não deixe de assistir: