O cineasta Barry Levinson está no Festival de Veneza divulgando The Humbling (A Humilhação, em tradução livre), seu novo filme que tem Al Pacino como protagonista. Exibido fora de competição , o longa chamou a atenção por ter cenas semelhantes a Birdman, de Alejandro González Iñárritu, filme de abertura do festival. Levinson minimizou o assunto na coletiva de seu filme, mas não fugiu da pergunta sobre o ator Robin Williams, falecido recentemente. O cineasta e Williams trabalharam juntos em O Homem do Ano e no emblemático Bom Dia, Vietnã, que rendeu ao ator sua primeira indicação ao Oscar.

Veneza tem disputa acirrada para prêmio de melhor ator

“Robin se foi em uma circunstância trágica, que ninguém nunca vai entender. Ele era um homem sensível, brilhante, extraordinário. Nao tenho palavras para defini-lo. Tenho a lembrança dele em Bom dia, Vietnã, quando ele fez um monte de amigos entre os atores locais , estabelecendo com eles a relação da humanidade e empatia que fez desse filme algo realmente inesquecível”.

Apos ouvirem a resposta de Levinson, os jornalistas permaneceram em silêncio por alguns segundos, e a coletiva se encerrou com uma salva de palmas em homenagem a Robin Williams.

Al Pacino apresenta dois filmes no Festival de Veneza

Comédia com Owen Wilson faz sucesso em Veneza

Aproveite para assistir:

Drama estrelado por Andrew Garfield é destaque no Festival de Veneza

Comédia ácida com Michael Keaton abre o Festival de Veneza

 

por Janaina Pereira, enviada especial a Veneza


Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE