YouTube video player

Tá APAIXONADO por ‘Heartstopper’? Conheça outras produções LGBTQIA+ para assistir nos streamings!

A Netflix nos presenteou com uma singela e apaixonante série intitulada Heartstopper – que já caiu no gosto do público e da crítica e nos encantou com a honestidade de um relacionamento LGBTQIA+ que enfrenta diversos obstáculos para finalmente se consagrar.

Baseada nas graphic novels homônimas de Alice Oseman, a trama acompanha o meigo Charlie (Joe Locke) e o fã de rúgbi Nick (Kit Connor), que se conhecem no colégio. Mas logo essa amizade improvável começa a se transformar em romance. Agora, Charlie, Nick e seu círculo de amigos precisam encarar essa jornada de autodescoberta e aceitação, apoiando uns aos outros e aprendendo a ser eles mesmos.

Para celebrar a estreia da aguardada produção, o CinePOP preparou uma breve lista com outras dramédias adolescentes LGBTQIA+ espalhadas pelos streamings que você precisa conferir.

Veja abaixo as nossas escolhas e conte para nós qual a sua favorita:

COM AMOR, SIMON (2018)


Onde assistir: Star+


Aproveite para assistir:
YouTube video player

Aos 17 anos, Simon Spier (Nick Robinson) aparentemente leva uma vida comum, mas sofre por esconder um grande segredo: nunca revelou ser gay para sua família e amigos. E tudo fica mais complicado quando ele se apaixona por um dos colegas de escola, anônimo, com quem troca confidências diariamente via internet.

AMIZADE DOLORIDA (2019 – 2021)

Onde assistir: Netflix

Pete (Brendan Scannell), um jovem homossexual, e Tiff (Zoe Levin), uma dominatrix, eram melhores amigos nos tempos de colégio, mas os dois perderam contato com o passar do tempo. Anos depois, eles se reencontram inesperadamente na agitada Nova York. Agora, uma amizade de longa data está prestes a se fortalecer.

DICKINSON (2019 – 2021)

Onde assistir: Apple TV+

Emily Dickinson (Hailee Steinfeld) é uma jovem escritora em ascensão que se sente deslocada em seu próprio tempo. Cheia de ideias progressistas demais para o século XIX em que ela nasceu, a poetisa vai ter que usar da sua vasta imaginação para lidar com os obstáculos que sua família e a sociedade colocam no seu caminho.

 

FORA DE SÉRIE (2019)

Onde assistir: Prime Video

Duas grandes amigas conhecidas por serem os maiores prodígios da escola estão prestes a terminar o ensino médio. Faltando poucos dias para o grande momento, elas percebem que estão arrependidas por terem estudado tanto e se divertido tão pouco. Determinadas a não passarem por todo esse tempo sem nenhuma diversão, elas decidem correr atrás dos 4 anos perdidos em apenas uma noite.

VOCÊ NEM IMAGINA (2020)

Onde assistir: Netflix

Em Você Nem Imagina, Ellie Chu (Leah Lewis) é a típica aluna deslocada que possui o hábito de fazer a lição de casa de seus colegas por dinheiro para contribuir com as contas em casa. Secretamente, ela possui uma paixão pela bela Aster Flores (Alexxis Lemire). Quando Paul, um jogador de futebol, se aproxima de Ellie para pedir ajuda para escrever uma carta de amor para sua amada, ela entra em conflito.

AJ AND THE QUEEN (2020)

Onde assistir: Netflix

Ruby Red (RuPaul) é uma drag queen que viaja por todos os Estados Unidos para se apresentar em clubes e casas de shows. No caminho, ela encontra AJ (Izzy G.), um órfão desordeiro e falante de dez anos de idade. As duas logo começam uma amizade improvável que muda suas vidas para sempre.

IT’S A SIN (2021)

Onde assistir: HBO Max

‘It’s a Sin’ gira ao redor de um grupo de amigos, acompanhando suas jornadas durante uma década, entre os anos de 1981 e 91 em Londres. Ou seja, enquanto buscam por amor, identidade e felicidade, precisam lidar com uma brutal doença, durante o ápice da epidemia de AIDS. O enredo foca especialmente em Ritchie Tozer (Olly Alexander) quando ele se muda da pequena ilha de Wight na costa sul da Inglaterra para a grande Londres realizar seu sonho de estudar teatro. Rapidamente Ritchie cria laços fortes de amizade com Jill (Lydia West), Roscoe (Omari Douglas), Ash (Nathaniel Curtis) e Colin (Callum Scott Howells), e os cinco formam uma pequena família tentando se apoiar em meio a homofobia dos anos 1980 e a crise do HIV.

Sair da versão mobile