Em entrevista ao Game Informer, a atriz Laura Bailey, que interpretou a Abby no aclamado jogo ‘The Last of Us Part II‘, falou sobre o ódio que recebeu dos fãs por causa de sua personagem.

“Eu sabia que haveria uma reação negativa, com certeza. Eu sabia que iria receber algum ódio, mas não previ a extensão. Acho que os vazamentos tiveram muito a ver com isso. Se sua primeira experiência com essa situação tivesse sido no jogo, e então você seguiria em frente, você teria o crescimento e a compreensão. Mas os vazamentos foram divulgados alguns meses antes; as pessoas tiveram meses para formar barreiras e bloqueios antes de serem capazes de entender o lado de Abby e, portanto, muitas pessoas nunca foram capazes de entendê-la.”

Ela completa, “Foi um papel difícil, mas eu acredito que a história é incrível, e eu considero a Abby uma das personagens mais incríveis que eu já interpretei.”



Apesar de não ter agradado os fãs, o trabalho da atriz foi extremamente elogiado pela crítica especializada, chegando a ganhar na categoria Performance do Ano na premiação The Game Awards 2020.

O jogo ainda ganhou o prêmio principal, Jogo do Ano, além de também ter vencido outras cinco categorias, incluindo Direção, Narrativa, Design de Áudio, Inovação em Acessibilidade e Melhor Jogo de Ação/Aventura.

Aproveite para assistir:



Vale lembrar que a HBO já deu sinal verde para uma adaptação da saga.

Em entrevista à BBC, o produtor e roteirista Craig Mazin (‘Chernobyl’) revelou que a trama irá expandir o universo dos games, esclarecendo que a série não vai alterar os principais elementos dos jogos, apenas trazer mais informações.



“Se você já jogou ‘The Last of Us‘, nossa intenção é que você assista ao programa e diga: ‘isso não violou nada do que eu amava no jogo’. Não vamos alterar nada, seja em relação à trama ou aos personagens, mas vamos trazer muito mais informações sobre esse universo. Acreditem, a história é muita ampla e abre espaço para diversas novas ideias, ideias realmente incríveis.”

Infelizmente, o cineasta não quis revelar o que a equipe de produção está preparando para a adaptação, o que só aumenta a curiosidade dos fãs.

Há algumas semanas, Mazin já havia conversado com o portal e foi questionado porque o game nunca foi adaptado para o cinema.

Em resposta, ele explicou que a ideia para um filme já foi abordada, mas não funcionaria porque:

“A graça de uma história como ‘The Last of Us‘ está em seu comprimento. O sucesso do game está fundamentado na lenta jornada de Ellie e seu relacionamento com os outros personagens. Acho que os jogadores se sentem atraídos pela história ao longo do tempo em que vão jogando… Não poderíamos reproduzir essa sensação em um filme de duas horas. Seria preciso um formato mais adequado, por isso que uma série de TV é perfeita para isso.”



A produção é fruto de uma parceria entre a Naughty Dog, HBO, Sony Pictures Televison e a PlayStation Productions, que fará sua estreia na criação de séries de TV.

Ainda sem data de estreia, o projeto também terá Neil Druckmann (um dos criadores do game) como produtor executivo.

O projeto também contará com Carolyn Strauss e Evan Wells, presidentes da Naughty Dog, como produtores executivos.

Lançado em 2013, ‘The Last of Us se passa num futuro pós-apocalíptico e acompanha a jornada trilhada por pelo traficante Joel e a jovem Ellie, a única capaz de encontrar a cura da doença que devastou o mundo.



Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE