Criada em 1997, a Netflix se transformou em uma plataforma de streaming no início dos anos 2010, aproveitando um conceito e transformando-o em um negócio legalizado. Com o advento de serviços de internet de banda larga, muitos viram surgir a oportunidade do mercado negro de filmes – subir e baixar as produções cinematográficas mais recentes e procuradas sem qualquer custo. Bem, isso custava muito para os estúdios e quem de fato realiza tais filmes – digamos, nada para o consumidor. Essa ainda era a época das mídias digitais, mas as vídeo locadoras já vinham sofrendo o baque da “competição” dos downloads ilegais – aqui no Brasil um dos maiores exemplos disso foi o primeiro Tropa de Elite (2008).

Assim, a empresa norte-americana que também encarava a muita próxima extinção das vídeo locadoras, precisou se reconfigurar e trazer legalidade ao conceito dos “filmes baixados”. Por uma módica quantia (hoje, cada vez menos módica), um verdadeiro acervo de filmoteca seria disponibilizado na plataforma. E como sempre foi de pensar rápido, a Netflix percebeu também que precisava produzir seus próprios programas. Assim, em 2013 já eram lançadas séries como House of Cards, Orange is the New Black e Hemlock Grove. Dois anos depois, a empresa entrava no mercado dos filmes, e de uma forma impactante, com o subestimado e “prejudicado” Beasts of No Nation. De Lá para cá, vimos a história sendo feita diante de nossos olhos.

A Netflix segue como líder do mercado de streaming, onde hoje todos os maiores estúdios resolveram vir brincar. A empresa registrou em outubro de 2021, o número de 214 milhões de assinantes. Pensando nisso, resolvemos trazer para você esta nova matéria com o top 10 dos maiores sucessos originais da Netflix de todos os tempos. Esses são os filmes mais assistidos da plataforma – comentados para você. Confira.

10) The Old Guard (2020)



Em décima posição, marcando um total de 186 milhões de horas assistidas nos primeiras 28 dias depois de sua estreia, está esta superprodução lançada em 2020. Protagonizada pela musa Charlize Theron (e também produzida por ela), a obra é a adaptação para as telas dos quadrinhos criados por Greg Rucka (que também assina o roteiro). A história mostra um grupo de imortais – no melhor estilo Highlander – trabalhando como mercenários a fim tornar o mundo um lugar melhor. Certamente um dos fatores que atraíram Theron foi a direção da cineasta Gina Prince-Bythewood, uma mulher no comando de um produto destes – já que Theron é uma ativista do empoderamento feminino em Hollywood. Deu tão certo que a continuação já está saindo do papel, novamente com Theron à frente do projeto.

09) Army of the Dead: Invasão em Las Vegas (2021)

Aproveite para assistir:

O ano de 2021 foi bom para o diretor Zack Snyder. Após ter passado por momentos difíceis em sua vida, tanto profissional, quanto pessoal, o cineasta deu a volta por cima e este ano não apenas conseguiu lançar sua tão aguardada versão para Liga da Justiça, recebendo elogios de todos e mais um pouco – tornando-se herói para deixar o papel de vilão para Joss Whedon -, como também fechou uma parceria mais que proveitosa com a Netflix. Army of the Dead, seu mais recente trabalho, é uma mistura de Madrugada dos Mortos (2004) com os blockbusters de super-heróis que costuma fazer, ou seja um filme de zumbis hiperbólicos. O sucesso foi grande, Army of the Dead gerou um derivado e ano que vem chegará na forma de uma série em animação. O filme obteve 187 milhões de horas assistidas nos primeiros 28 dias após seu lançamento.

08) Enola Holmes (2020)



É claro que a Netflix atrai todo tipo de talento hoje com sua política de interferência mínima na criação de artistas autorais, desde estrelas como a musa Charlize Theron, ícones pop como Zack Snyder e até mesmo realizadores, digamos, mais maduros, como veremos mais a seguir na lista. Porém, uma coisa que a empresa começar a fazer bem igualmente é criar suas próprias estrelas pratas da casa. Foi o caso com a menina Millie Bobby Brown, alçada ao posto de novo fenômeno juvenil de Hollywood, graças à sua revelação da série Stranger Things – uma das propriedades mais preciosas da casa. Provando emplacar muito bem com os fãs da plataforma, Millie marcou outro golaço com este Enola Holmes, filme sobre a irmãzinha de Sherlock Holmes. E sim, Henry Cavill ficou em segundo plano. Foram 190 milhões de horas assistidas nos primeiros 28 dias após a estreia.

07) Troco em Dobro (2020)

Aqui temos uma parceria de sucesso que a Netflix, sem perder tempo, resolveu trazer para seus domínios. O diretor Peter Berg, especializado em filmes de ação, entregou ao lado do astro Mark Wahlberg três filmes de muito sucesso, todos baseados em histórias reais e recentes dos EUA. A primeira colaboração ocorreu com O Grande Herói (2013), sobre soldados atrás linhas inimigas. Depois vieram Horizonte Profundo (2016), sobre um dos maiores desastres em uma plataforma de petróleo, e O Dia do Atentado (2016), sobre ataques terroristas nas olimpíadas de Boston. O quarto filme da dupla, 22 Milhas (2018), foi a primeira história de ação não baseada em um acontecimento real. Em 2020, em talvez seu passo mais ambicioso, Berg escala Wahlberg para a adaptação de um livro, e por consequência de um seriado cult dos anos 80, sobre as investigações de um ex-policial. O filme rendeu 197 milhões de horas assistidas em seus primeiros 28 dias após a estreia.

06) Esquadrão 6 (2019)

Em sexta posição, temos o filme mais “antigo” da lista, datando de dois anos atrás. Como podemos notar, os maiores sucessos da casa ocorreram desde o ano passado para cá. Aqui temos outro cineasta estrela, que conquista jovens espectadores a cada novo projeto em grande escala. Aqui falamos de Michael Bay, o “pai” dos Transformers no cinema. Se tem uma coisa que o cineasta conhece bem é ação desenfreada, o que inclui explosões para todos os lados e cenas verdadeiramente eletrizantes. Quem encabeça o elenco é Ryan Reynolds – que escala seus roteiristas de Deadpool para afinar a história com Bay no comando. A trama segue um grupo de seis superespiões renegados, agindo em missões na surdina. O filme somou 205 milhões de horas assistidas em seus primeiros 28 dias após o lançamento.

05) A Barraca do Beijo 2 (2020)

Aqui temos um caso curioso com esta comédia romântica adolescente – que é um segmento onde a Netflix vem apostando bastante, e acertando em muitos casos. Filmes como Para todos os Garotos que Já Amei, O Encontro Perfeito e Sierra Burgess é uma Loser emplacaram no gosto do espectador adolescente da plataforma. Mas nenhum deles fez tanto sucesso quanto A Barraca do Beijo (2018), sobre uma adolescente tímida, que irá de uma vez por todas atrás de seu crush. O longa chamou tanta atenção que a sequência lançada dois anos depois se tornou o quinto filme mais assistido na plataforma – num total de 209 milhões de horas em seus 28 dias após o lançamento. Se isso não é hype juvenil, não sei o que é. No entanto, muitos podem ter acreditado que essa história não necessitava de mais um filme, tanto que o terceiro Barraca do Beijo, lançado este ano, não emplacou tão forte junto ao seu público-alvo quanto o segundo. Os três são protagonizados pela jovem talentosa Joey King.



04) O Irlandês (2019)

Outro filme “antigo” para os padrões dos maiores sucessos da plataforma, datando de dois anos atrás. E quem disse que não teríamos filmes sérios e adultos na lista. “Muito longo, chato, arrastado e repleto de tiozinhos protagonizando”, esse é o pensamento de grande parte da geração “Marvel” para esta verdadeira obra-prima do cineasta Martin Scorsese, considerado por muitos o maior diretor ainda em atividade – e o inimigo número 1 da Marvel Studios para aqueles que nasceram depois da criação da internet. Baseado num livro, Scorsese, Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e os realizadores do filme descortinam o destino do sindicalista Jimmy Hoffa e do homem que clama tê-lo matado. O resultado? Além das 10 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, a quarta posição dos mais poderosos da casa com 215 milhões de horas assistidas após os primeiros 28 dias de exibição.

03) Resgate (2020)

Como se já não bastasse o sucesso cada vez mais crescente, a Netflix prosperou ainda mais durante a pandemia do coronavírus. Numa época em que ninguém podia sair de casa, a empresa viu algumas de suas produções de 2020 emplacaram entre os maiores sucessos de todos os tempos. Um deles foi este thriller de ação protagonizado pelo Thor em pessoa, Chris Hemsworth. Um dos maiores astros da Hollywood atual, o jovem ator loiro funciona muito bem neste tipo de filme, e aqui encontrou mais uma franquia em potencial para chamar de sua. Tanto é que o filme já tem sua continuação confirmada, e está sendo filmada para a estreia no ano que vem. Resgate marcou 231 milhões de horas assistidas em seus primeiros 28 dias após a estreia.

02) Bird Box (2018)


Se alguns filmes da lista foram lançados há dois anos, o que dirá desta que então era o maior sucesso da casa – tendo sido lançado há três anos (o mesmo o século passado, para a geração hiperativa e com déficit de atenção). Sim, muitos podem achar que Bird Box estreou há muito tempo atrás, mas de fato se passaram apenas três anos que Sandra Bullock enfrentou eventos sobrenaturais muito assustadores, que não a permitiam enxergar, caso não quisesse morrer. A história é baseada num livro, mas como o filme foi lançado no mesmo ano de Um Lugar Silencioso, ficou impossível não notar muitas semelhanças em sua narrativa, trocando apenas a privação do som pela visão. Uma estrela do porte de Bullock merece ter sido por três anos a líder de audiência da Netflix com 282 milhões de horas assistidas depois de 28 dias de sua estreia. A parceria de Bullock com a Netflix foi tão proveitosa que a atriz já tratou de repeti-la com o drama Imperdoável – cuja estreia ocorre ainda esse ano.

01) Alerta Vermelho (2021)

Sim, Bird Box era o filme mais assistido da Netflix de todos os tempos. Era. Isso porque em seu caminho surgiu um verdadeiro blockbuster, que é também o filme mais caro já bancado pela empresa – com orçamento estimado na casa dos US$250 milhões. Trata-se deste Alerta Vermelho, arrasa-quarteirão de ação que une pela primeira vez em tela o trio formado por Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Ryan Reynolds (Deadpool) e Dwayne ‘The Rock’ Johnson. Na trama, Gadot vive a ladra mais famosa e procurada do mundo, fazendo um agente especial (Johnson) ter como missão sua captura. Para o serviço ele alista a ajuda do segundo maior ladrão do planeta, papel de Reynolds. O longa recentemente passou a marca de Bird Box, atingindo 290 milhões de horas assistidas desde sua estreia em apenas 19 dias. O fato pode fazer dele o primeiro a chegar à marca de 400 milhões de horas em breve.

COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: