sexta-feira, junho 21, 2024

Um dos filmes mais DIVERTIDOS da carreira de Brendan Fraser faz 16 anos; Veja curiosidades!

Brendan Fraser voltou ao centro dos holofotes nos últimos meses ao merecidamente levar o Oscar de Melhor Ator para casa, por sua incrível performance em ‘A Baleia’. Entretanto, Fraser se tornou conhecido muito tempo antes, estrelando algumas das produções mais icônicas de aventura – como o subestimado ‘A Múmia’ e o singelo ‘Coração de Tinta’.

Todavia, um dos filmes mais conhecidos de sua carreira é a adaptação modernizada de ‘Viagem ao Centro da Terra’, inspirada no romance homônimo do atemporal romancista francês Júlio Verne.

Na trama, durante uma expedição na Islândia, o professor Trevor Anderson, o seu sobrinho Sean, e a guia Hannah ficam presos em uma caverna. Enquanto seguem sua rota de fuga mais abaixo da superfície da Terra, eles passam por lugares estranhos e encontram criaturas incríveis, incluindo dinossauros. Porém, como a atividade vulcânica à sua volta aumenta, eles percebem que precisam encontrar o caminho para fora rapidamente.

Contando também com nomes como Josh HutchersonAnita Briem e trazendo Eric Brevig na cadeira de direção, o filme teve recepção mista por parte da crítica (abarcando 61% de aprovação no Rotten Tomatoes), mas fez um sucesso estrondoso de bilheteria e arrecadou US$244,2 milhões mundialmente, dando origem, inclusive, a uma sequência intitulada ‘Viagem 2’.

Em 2024, ‘Viagem ao Centro da Terra’ completa dezesseis anos e, para celebrar seu aniversário, preparamos uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores.

Confira abaixo:

  • O cineasta independente Paul Chart foi originalmente contratado para escrever e dirigir o filme e escreveu o roteiro original. Chart deixou o projeto depois que foi tomada a decisão de rodar o filme em 3D, desconfortável com a possibilidade de se tornar mais um “passeio em um parque temático” do que o épico filme de ação e aventura que ele imaginou.
  • Fraser, que interpretou Trevor no filme, se recusou a voltar para a sequência. O único membro do elenco original que retornou foi Hutcherson, reprisando seu papel como Sean.
  • A saliva do dinossauro foi feita a partir de uma mistura de gel de cabelo, refrigerante e turfa.

  • O irmão de Trevor, Max, foi nomeado a partir do famoso dramaturgo estadunidense Maxwell Anderson.
  • Quando Trevor acende o sinalizador e a parede queima por causa do magnésio, ele deveria se queimar. A cena foi a segunda tomada do dia e Fraser realmente se queimou. Ele estava segurando o sinalizador de forma muito perpendicular e muito perto da parede. Então, as chamas ricochetearam na parede e atingiram sua mão nua. Seus gritos eram uma combinação de dor real e atuação. A produção foi interrompida por alguns dias.
  • ‘Viagem ao Centro da Terra’ foi rodado em apenas 48 dias.

  • O filme introduziu o formato 4DX, apresentando efeitos de movimento “4D” em um cinema especialmente projetado em Seul, Coreia do Sul, usando assentos basculantes para transmitir movimento, vento, borrifos de água e ar cortante, luzes estroboscópicas para emular raios, neblina, cheiros e outros efeitos especiais.
  • Briem nasceu em Reykjavik, na Islândia. Coincidentemente, Sean e Trevor passam por este lugar no carro quando estão dirigindo para o instituto que Hannah, interpretada pela atriz, supervisiona.

Mais notícias...

Thiago Nollahttps://www.editoraviseu.com.br/a-pedra-negra-prod.html
Em contato com as artes em geral desde muito cedo, Thiago Nolla é jornalista, escritor e drag queen nas horas vagas. Trabalha com cultura pop desde 2015 e é uma enciclopédia ambulante sobre divas pop (principalmente sobre suas musas, Lady Gaga e Beyoncé). Ele também é apaixonado por vinho, literatura e jogar conversa fora.

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS