sexta-feira, abril 19, 2024

Vídeo | Renato Marafon fala sobre a SAÍDA de Christopher Landon da direção de ‘Pânico 7’ e o que deve acontecer…

Hoje tivemos a triste notícia de que Christopher Landon não será mais o diretor de ‘Pânico 7‘.

Ele se demitiu do projeto após a saída de duas de suas protagonistas.

O editor-chefe Renato Marafon fala sobre a saída do diretor e o que deve acontecer com a franquia:

“Acho que agora é um bom momento para anunciar que saí formalmente da direção de Pânico 7 há 7 semanas. Isso decepcionará alguns e encantará outros. Foi um trabalho dos sonhos que se transformou em pesadelo. E meu coração se partiu por todos os envolvidos. Todos. Mas é hora de seguir em frente”, escreveu Landon no X.

“Não tenho mais nada a acrescentar à conversa, a não ser que espero que o legado de Wes prospere e se eleve acima do barulho de um mundo dividido. O que ele e Kevin criaram é algo incrível e fiquei honrado por ter um breve momento aproveitando seu brilho.”

O cineasta iria substituir a dupla Matt Bettinelli-Olpin e Tyler Gillett, que comandou os dois últimos filmes da franquia e seguirá envolvida como produtores executivos ao lado de Chad Villela.

Landon sai após a demissão de Melissa Barrera, que a Palestina e o fim do genocídio em meio à atual guerra contra Israel.

A notícias pegou não só os fã de surpresa, mas também grande parte da indústria cinematográfica…

Não deixe de assistir:

De acordo com o IGN, a demissão da intérprete de Sam Carpenter foi consderada uma censura, o que levou cerca de 1.300 artistas a assinarem a uma carta de denúncia contra a Spyglass e os demais responsáveis pela decisão.

A carta foi publicada pela Artists for Palestine UK ontem (30), e inclui assinaturas da vencedora do Oscar Olivia Colman (‘The Crown’), Harriet Walter (‘Succession’), Aimee Lou Wood (‘Sex Education’), Siobhán McSweeney (‘Derry Girls’), Paapa Essiedu (‘I May Destroy You’), Youssef Kerkour (‘Napoleão’), Nicola Coughlan (‘Bridgerton’), Lolly Adefope (‘Fantasmas’) e Emma Seligman (‘Bottoms’), só para citar alguns.

A carta, dirigida ao Setor das Artes e da Cultura, acusa muitas instituições culturais nos países ocidentais de reprimir, silenciar e estigmatizar sistematicamente as vozes e perspectivas palestinas.

Isso inclui atacar e ameaçar artistas que expressam solidariedade com os palestinos, bem como cancelar seus espectáculos, projeções, palestras, exposições, lançamentos de livros e qualquer outra manifestação cultural.

A carta cita vários incidentes, a maioria com foco no cenário artístico e literário do Reino Unido, mas também incluindo a demissão de Barerra de ‘Pânico VII’.

A demissão foi divulgada oficialmente em 21 de novembro por conta de suas publicações sobre o conflito em Gaza.

Dias depois, foi revelado sua colega de elenco, Jenna Ortega também não fará mais parte da sequência, embora seja devido a problemas de agendamento em relação aos novos episódios de ‘Wandinha’.

Por fim, a carta lista diversos apelos ao Setor das Artes e da Cultura, incluindo a exigência pública de um cessar-fogo permanente, a ampliação do trabalho dos artistas palestinos e a recusa de colaborações com instituições ou organismos que sejam cúmplices de graves violações dos direitos humanos.

Nos vídeos abaixo, Renato Marafon revela tudo que foi divulgado sobre a demissão:

 

Crítica | ‘Pânico VI’ é um espetáculo gore e um dos melhores filmes da franquia

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS