Com aumento de dívidas, ações da Netflix despencam

Com aumento de dívidas, ações da Netflix despencam

COMPARTILHE!

Ontem, a Variety revelou que a Netflix vai fazer um empréstimo de US$ 1.5 bilhão para continuar produzindo conteúdo original.

Após o anúncio do aumento de dívidas, as ações da empresa despencaram 5% na bolsa de valores norte-americana hoje, dia 24.

Os investidores estão incertos com o excesso de dívidas que o serviço de streaming tem adquirido.

Segundo o comunicado oficial da Netflix, o "dinheiro será usado para propósitos corporativos em geral", mas a Variety afirma que na verdade é para a continuidade da produção de conteúdo original.




"Vamos continuar criando dívidas para criar mais conteúdo original, mas os valores são bem baixos comparado com o valor da nossa empresa", anunciou a Netflix.

Vale lembrar que a Netflix está cogitando comprar uma rede de cinemas para poder participar dos festivais.

Após a polêmica do Festival de Cannes, em que seus filmes foram banidos da edição de 2018, e do recente comentário de Steven Spielberg (que alega que as produções não deveriam concorrer ao Oscar), a empresa está considerando comprar uma rede de cinemas, para facilitar todos os trâmites que garantam a elegibilidade de suas obras.

Segundo o jornal LA Times, a Netflix chegou a considerar a aquisição da Landmark Theatres, mas abriu mão da proposta em virtude do altíssimo valor da compra.

No entanto, a empresa não desistiu da ideia e estaria de olho em outra cadeia de cinemas com a mesma proporção de alcance.

 



Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » https://goo.gl/mPcJ5c