Crítica | Cuckoo – 1ª Temporada

Crítica | Cuckoo – 1ª Temporada

COMPARTILHE!

A série ‘Cuckoo‘ chegou na segunda-feira, 7, na plataforma da Netflix Brasil, a.k.a “o melhor lugar pra se assistir filmes e séries EVER”. Sério, Netflix, eu te amo mais a cada dia que passa… Só falta você colocar ‘The Big Bang Theory‘ nesse catálogo pra chegar no nível perfeição! Beijos!

Enfim, me deparei com a chamada de ‘Cuckoo‘ e já que abri a minha página inicial. Vi a resenha e a foto do Taylor Lautner e achei que era uma fanfiction de Crepúsculo‘… E eu fiquei lá, esperando que ele fosse o cara sobre quem falam na descrição da série… Mas isso é papo mais pra frente.

One flew the cuckoo's nest … the new Dale (Taylor Lautner) with Ken (Greg Davies).

Cuckoo‘ é um personagem interpretado pelo fofo do Andy Samberg, um cara que parece ser um baita ator, cheio de talento, mas que aparentemente vai carregar o fardo de fazer sempre o mesmo tipo de papel… Uma lástima! Ele é um cara todo zen, do tipo que quer viver vendendo seu artesanato na praia e vivendo das coisas que a natureza nos dá.




Ele mora na Tailândia e conhece uma moça de sotaque britânico que está vivendo lá por um curto período. Rachel se apaixona de cara pelo jeito desligadão de Cuckoo e pela beleza das histórias que ele conta. A paixão é tanta que eles acabam se casando por lá mesmo.

Quando os pais dela vão para o aeroporto levá-la de volta pra sua vida normal, eles acham que a vida deles vai voltar ao normal também. Eles apenas não contavam com o fato de que ela trouxe Cuckoo com ela. Na verdade, eles sequer sabiam que ela estava casada, afinal, ela havia os avisado por uma mensagem no Facebook e só.

cuckoo_2

Eu lembro da cena dos pais dela no carro, indo pro aeroporto e de pausar uma cena e olhar pra cara da mãe dela e falar “Meu Deus, de onde mesmo eu conheço essa atriz e esse sotaque?”, corri googlar e lembrei que ela é ninguém mais, ninguém menos que a Emily de ‘Friends‘, aquela que ninguém sabe porque ainda seguiu o casamento com o Ross depois que ele trocou o nome dela no altar e que, por ironia do destino, na série da Netflix tem uma filha chamada Rachel!




Como é de se esperar, o pai de Rachel fica desesperado e a mãe fica super de boa, na vibe “o que importa é que a minha filha seja feliz”. Cuckoo não tem a menor intenção de trabalhar na vida e Rachel tinha uma vida toda planejada, ia estudar medicina e aquela coisa toda certinha. As filosofias do marido a fazem mudar de ideia, e é claro que o primeiro a surtar com isso é Ken, o papys dela.

Graças ao retorno dela pra casa a gente conhece Dylan, o único irmão de Rachel. Ah, meu… Ele é o cara! Eu já morri de rir quando os pais deles falam que ele tem que parabenizar a Rachel pelo casamento e ele diz “qualquer um pode casar, eu não vou te dar os parabéns por isso”. Sinceríssimo e mimadinho, pra mim ele é quem dá muito da comédia da série.

cuckoo_3

No primeiro jantar em famíia, Cuckoo experimenta algo totalmente novo pra ele: batatas recheadas. Ele fica apaixonado pela culinária da sogra e demonstra isso, bem… Do jeitinho dele! Porém a harmonia da família não dura muito, já que Ken não consegue aceitar o genro. É claro que ele vai arrumar um jeito todo errado de separar o casal e é claro que isso não vai dar certo. É desse jantar de família que vai sair a ideia que vai botar Cuckoo para trabalhar e ajudar sua esposa a se sustentar, mesmo que ela ainda esteja vivendo na casa dos pais, e ainda tenha levado o maridão de brinde.

Dentro do seu jeitão todo diferente de ver o mundo, Cuckoo cativa muita gente no caminho, ganhando a simpatia (e a curiosidade) da sogra logo de cara. Mesmo morando longe de casa e da natureza, a ideia dele ainda é tocar a vida das pessoas e ajudar a espiritualizar o mundo, porém os métodos dele são um tanto quanto duvidosos, o que faz com que o jogo de gato e rato com o sogro não cesse, o pouco de paz entre eles só acontece quando Ken está totalmente fora do seu juízo normal.

Por trás de todo aquele jeito desligadão, não demora muito pra gente ver que Cuckoo também é um sujeito bastante prepotente. Não leva muito tempo pra gente ver que de bobo ele não tem nada!

Durante seus seis episódios de aproximadamente meia hora, a série fica nesse esquema: Cuckoo tentando mudar a vida das pessoas de acordo com as suas filosofias, Rachel tentando fazer com que o pai aceite o seu novo modo de ver o mundo e, ainda mais, o homem com quem ela escolheu casar, Lorna tentando costurar a relação da família, sempre puxando a sardinha pro lado da filha e a ajudando em sua missão, Dylan totalmente aleatório a tudo, só buscando um jeito de tirar vantagem de tudo que acontece e Ken movendo céus e terras pra separar a filha de Cuckoo.

cuckoo_1

A curiosidade me fez assistir a primeira temporada todinha em seguida, já que ela passa rápido e vai deixando curiosidade. Mas a minha curiosidade maior ainda era “o que é que o Taylor Lautner tá fazendo na foto de divulgação da série”. Eu ainda não vi a segunda temporada, farei isso em breve, mas vi na internet que, magicamente, o Taylor entra na segunda temporada interpretando o Cuckoo no lugar do Andy, que tava com a agenda cheia de outros compromissos.

Como a Netflix lançou as duas primeiras temporadas diretamente na sua plataforma, ela divulga a foto com Taylor por ser ele quem assume e mantém o papel de Cuckoo na série. Falta um pouco ainda para eu descobrir como é que vai ser o esquema com ele, por isso teremos uma crítica de ‘Cuckoo – Parte 2‘ assim que eu assistir a segunda temporada.

Sobre a primeira, que foi a que eu já vi inteira, ela me instigou o suficiente para querer continuar a cada fim de episódio com aquela linha de pensamento “ah, são só 6, bora ver tudo de uma vez só”. E, sim, eu dei muita risada com a série! É uma ótima pedida de comédia pra fazer maratona, meu presente de Terça-feira é já deixar uma ótima dica pro fim de semana de vocês!

Para a primeira temporada eu vou de nota 8, achei ela gostosa e rápida de assistir, o elenco funciona bem e, gente, que é aquele Ken?!?! Eu não me lembro de ter visto nada com aquele homem antes, ele me mata de rir! Na verdade, não tem um ator fraco sequer na série. A Rachel, coitada, faz um papel morno, mas é bem interpretada, não é culpa da atriz.

Então é isso, gente! Deixo aqui meu #FicaDica: assistam’ Cuckoo‘ e, logo menos, a gente conversa sobre a segunda temporada!

 

 

 

Curta nossa ENTREVISTA com a Milla Jovovich:



» Siga o CinePOP no Facebook e no Twitter para saber todas as notícias sobre cinema! «