13 Filmes que são Puro Rock n’ Roll

13 Filmes que são Puro Rock n’ Roll



O CinePOP separou uma nova lista com os 13 filmes mais Rock n’ Roll da Sétima Arte.

Ah, e como seria muito fácil listar biografias musicais (muito em voga atualmente), deixamos este subgênero de fora – então não espere encontrar The Doors (1991), Bohemian Rhapsody (2018) ou Rocketman (2019) na lista. Vem conhecer.

Tenacious D – Uma Dupla Infernal (2006)

A dupla formada por Jack Black e Kyle Gass começou de forma underground, mas ganhou tanto status cult que chegou inclusive a se apresentar neste Rock in Rio, no último dia 28 de setembro. E deram um baita show. Antes disso, no entanto, eles estrelaram seu próprio filme, no qual interpretam a si mesmos numa busca pela palheta do destino – que irá transformá-los na melhor banda de rock de todos os tempos. O roteiro alucinado foi escrito por eles mesmos e o filme conta com a participação de Dave Grohl (Foo Fighters) no papel do diabo.

Escola de Rock (2003)

Ele de novo! Jack Black é um dos maiores representantes do rock n’ roll na sétima arte. Escola de Rock já se tornou um novo clássico e traz o ator na pele de um “professor substituto” que decide ensinar apenas rock para as crianças de uma escola particular de alto nível. O filme fez tanto sucesso que se tornou uma série de TV em 2016 (durando 3 temporadas até 2018), e um musical na Broadway (que já veio até para o Brasil).

Aproveite para assistir:


Quanto Mais Idiota Melhor (1992)

Nascido na forma de uma esquete no humorístico Saturday Night Live (o mais duradouro na história da TV norte-americana), Mike Myers é o idealizador do Wayne´s World – o qual sempre contou com o parceiro Dana Carvey. O quadro virou um filme, que narra as aventuras de Wayne e Garth, dois roqueiros amalucados que possuem um programa na TV pública transmitido do porão da casa de seus pais. Foi o pioneiro e pai da geração Youtube – do faça você mesmo. O longa fez tanto sucesso que gerou uma continuação em 1993, na qual a dupla organiza um festival de rock, o Waynestock!

Quase Famosos (2000)

O diretor Cameron Crowe (Jerry Maguire) ama rock, e este filme é uma espécie de biografia sua, da época em que tinha 15 anos e escreveu para a revista Rolling Stone, enquanto acompanhava uma banda em turnê. Patrick Fugit vive o alter ego do cineasta no filme, uma obra verdadeiramente emotiva. Essencial para os fãs do cinema e da boa música. O longa conta ainda com nomes como Billy Crudup, Kate Hudson, Frances McDormand e Philip Seymour Hoffman no elenco.

Rock of Ages: O Filme (2012)

O Rock farofa dos anos 1980 em toda a sua glória é representado neste filme, que abraça bem a atmosfera cafona e brega. Baseado no musical homônimo dos palcos de teatro, este longa traz um grande elenco encabeçado por Tom Cruise na pele do rebelde Stacee Jaxx, o típico estereotipo do roqueiro problemático e estrela. No meio da confusão, um jovem casal se apaixona (Julianne Hough e Diego Boneta), uma beata (Catherine Zeta-Jones) tenta fechar uma boate de rock tradicional e, é claro, muita música boa irá rolar.

Os Piratas do Rock (2009)

Escrito e dirigido pelo britânico Richard Curtis (Quatro Casamentos e um Funeral e Simplesmente Amor), o longa retrata um período real da história recente da Inglaterra, levemente alterada. Na trama, DJs têm sua base num navio, que transmite música em uma rádio pirata – o governo havia proibido a música rock, considerada subversiva na década de 1960. Uma história de amor entre jovens nasce em meio a este cenário. Philip Seymour Hoffman e Bill Nighy encabeçam o elenco nas peles de dois dos DJs muito loucos da rádio.

Rock ‘n’ Roll High School (1979)

Cult por excelência, este filme é um dos maiores representantes do subgênero rock explotaitation da história do cinema. Codirigido por Joe Dante (Gremlins), o longa tem como maior chamariz a presença do quarteto Ramones atuando como eles mesmos. Na trama, a atriz PJ Soles (Halloween, 1978) vive a protagonista, uma jovem que ao lado de seus colegas amantes de rock (e dos Ramones) cria uma revolução em seu colégio para combater a nova administração opressiva do local.

Detroit, a Cidade do Rock (1999)

Se os Ramones eram o foco no item acima, aqui os holofotes estão em outra banda icônica do rock: o KISS! Na trama, um grupo de adolescentes rebeldes, em pleno ano de 1978, tenta de todas as formas conseguir entrar no show de sua banda favorita, o Kiss. É claro que Gene Simmons, Paul Stanley e companhia participam interpretando a si mesmos. Mas o filme é protagonizado por Edward Furlong (O Exterminador do Futuro 2) e traz Natasha Lyonne, Melanie Lynskey, Lin Shaye e Emmanuelle Chriqui no elenco.

O Fantasma do Paraíso (1974)

Escrito e dirigido pelo icônico Brian De Palma (Scarface e Os Intocáveis), este filme é uma verdadeira Opera Rock. Outra produção nascida cult, a ideia é a clara homenagem ao Fantasma da Ópera, obra clássica da literatura e do cinema – trocando a música clássica pelo rock – assim modernizando o conto. O longa foi indicado ao Oscar de melhor música.

O Rock do Dia das Bruxas (1986)

O que seria de nossa lista sem um belo filme de terror com temática rock? Também conhecido por seu título original, Trick or Treat, a trama apresenta um jovem roqueiro que sofre bullying em seu colégio. Sua única válvula de escape é o cantor de rock de quem é fã, de onde tira suas forças. Tudo muda quando o músico morre, deixando o rapaz desolado. Mas ele não permanece morto, e volta do além para se vingar de todos que atormentam seu fã. O curioso aqui é que temos figuras lendárias do rock, como Gene Simmons (do Kiss) e Ozzy Osbourne (na pele de um Reverendo conservador que odeia rock), realizando divertidas participações.

Ainda Muito Loucos (1998)

Indicado ao Globo de Ouro de melhor comédia ou musical, o longa é um divertido conto de roqueiros das antigas tentando reaver sua época de ouro. Na trama, um grupo de rock esteve no auge. Porém, após a morte de um de seus membros no ápice de sua fama, a banda se separou. O desejo dos fãs por uma reunião mexe com o brio dos integrantes, que ensaiam um retorno, mesmo depois de velhos e acostumados com uma vida comum fora dos holofotes. Bill Nighy, Stephen Rea, Billy Connoly e Timothy Spall são os roqueiros old school.

Os Cabeça-de-Vento (1994)

Algumas bandas fazem tudo pelo sucesso. Aqui temos um claro exemplo disso. Os Cavaleiros Solitários, no entanto, já começaram errado por seu nome (uma grande incoerência). Composto por Brendan Fraser, Adam Sandler e Steve Buscemi, este pretenso grupo de rock deseja que uma rádio toque sua fita demo. Ao serem recusados, eles fazem todos os funcionários do local reféns até que seu desejo seja atendido. E sim, é uma comédia.

O Roqueiro (2008)

Sim, no cinema também nada se cria e tudo se copia. Esta é a versão do menos carismático Rainn Wilson para Escola de Rock. Aqui também temos um roqueiro das antigas se unindo a jovens para uma proposta musical. Wilson, porém, não é um professor, mas o tio de um dos jovens, que ao lado dos amigos montam uma banda que faz sucesso na internet e se torna sensação. No elenco, uma Emma Stone em começo de carreira vive uma das protagonistas e o elenco conta ainda com Josh Gad, Christina Applegate, Jeff Garlin, Jane Lynch, Jason Sudeikis e Will Arnett.

Bônus:

Purple Rain (1984)

Aqui, trapaceamos um pouco. Mas só um pouquinho. O caso é que Purple Rain é levemente baseado na própria história de seu protagonista, o saudoso mega star do rock/pop Prince. Na trama, Prince interpreta Kid, um jovem músico com aspirações de sucesso, vindo de um lar abusivo, onde ele e sua mãe são maltratados pelo violento pai. Um álbum de mesmo nome foi lançado com a trilha do filme e fez um enorme sucesso – assim como a música título, carro chefe do filme e do disco. Inicialmente, Prince havia planejado o principal papel feminino do longa para sua protegida, a atriz e modelo Vanity. Mas as agendas não bateram, e Apollonia Kotero, também uma modelo e cantora, terminou com o papel.



COMENTÁRIOS