domingo, março 3, 2024

5 Filmes dos anos 90 Não Muito Comentados Hoje em Dia, mas que São Ótimos!

Quando falamos em anos 90, todos possuem seus filmes favoritos da década. Seja do início dela, vide ‘O Exterminador do Futuro 2’, ‘Os Bons Companheiros’, ‘O Silêncio dos Inocentes’ e ‘Jurassic Park’, ou os filmes da segunda metade, como ‘Titanic’, ‘Clube da Luta’, ‘Matrix’ e ‘O Resgate do Soldado Ryan’. O que não falta mesmo é filme bom, para todos os gostos e de todos os gêneros. Cada década no cinema possui sua própria cara e é especial de sua própria maneira. Para os mais velhos, que são fanáticos pelos anos 80, a década seguinte é a segunda que guardam com mais afeto.

Mas assim como existe muita pérola escondida nos anos 80, a década de 90 guarda inúmeras ótimas produções que infelizmente não são tão comentadas hoje em dia. Algumas delas até fizeram sucesso na época e se tornaram badaladas, mas agora, mais de duas décadas depois caíram no anonimato. Seja como for, nessa nova matéria iremos dar cinco dicas de filmes dos anos 90 que você precisa descobrir ou redescobrir, porque embora não sejam tão comentados “nas internet da vida”, são ótimos. Confira abaixo.

Estranhos Prazeres (1995)

O lance com filmes de ficção científica que se passam no futuro e trazem como parte de sua trama uma tecnologia avançada (para a época), é que quando envelhecem, podem não descer mais tão redondo. Por exemplo, ‘Estranhos Prazeres’ (Strange Days), da diretora vencedora do Oscar Kathryn Bigelow, usa como mote uma tecnologia capaz de gravar tudo o que vemos. Sensores são aplicados em nossa cabeça que transformam nossos olhos em câmeras. Assim podemos rever tudo o que vivemos. Hoje, com câmeras em todos os celulares, que são basicamente nossos olhos, a situação não é mais tão estranha assim.

A grande diferença ainda, é que estes transmissores não apenas nos mostram o que gravamos, como também mexem em sensações de nosso cérebro, para que vivenciemos o que estávamos sentindo no momento. Ou seja, adrenalina, medo, luxúria, prazer, felicidade, todas essas sensações podem ser experimentadas por qualquer um no mercado negro, basta adquirir uma “fita” gravada por alguém. É uma viagem. Um filme bem à frente de seu tempo, e bastante questionador. Fora isso, traz performances em plena forma de gente como Ralph Fiennes, Angela Bassett e Juliette Lewis. Um filme da 20th Century Fox que sumiu há muito tempo e nunca mais apareceu – mas chegou a ser exibido nos cinemas brasileiros. O filme pode ser assistido com assinatura Premium na Amazon Prime Video.

Vamos Nessa! (1999)

Quando ‘Pulp Fiction’ estreou e colocou o nome de Quentin Tarantino de vez no mapa do cinema mundial, o longa se tornou extremamente influente, gerando diversos “imitadores” de seu estilo, fosse pela violência acentuada, pela mistura de humor nas conversas que incluíam muitas referências à cultura pop ou pela narrativa fragmentada, que ia e vinha no tempo para concluir sua história.

Uma das “homenagens” mais legais e menos conhecidas é este “Pulp Fiction” jovem que o diretor Doug Liman criou. Completamente subversivo, ‘Vamos Nessa!’ é uma caixinha de surpresa, e mistura diversos personagens em três histórias que se cruzam, durante algumas noites alucinantes. Nada e nem ninguém está seguro, assim a personagem que se achava a protagonista, poderá muito bem sair de cena na segunda história, assim como John Travolta em ‘Pulp Fiction’. Em tela desfilam jovens astros promissores da época como Sarah Polley, Katie Holmes e Scott Wolf. É humor, suspense, sexo e violência embrulhados em uma caixa de muita diversão. O filme pode ser alugado por R$5.90 no Google Play.

Um Mundo Perfeito (1993)

Não deixe de assistir:

Esse aqui não tinha como ser diferente. Também, na direção temos ninguém menos que o prestigiadíssimo Clint Eastwood. Aliás, ‘Um Mundo Perfeito’ presenteou os fãs com um verdadeiro duelo de gigantes. O filme é de Eastwood, que dirige o longa e atua como coadjuvante. No ano anterior, o astro havia sido premiado com o Oscar de melhor direção e melhor filme por ‘Os Imperdoáveis’. Mas quem protagoniza mesmo é Kevin Costner, que três anos antes, havia recebido a mesma honraria por seu faroeste, ‘Dança com Lobos’, rendendo Oscars de melhor diretor e melhor filme.

Assim, como não ter a expectativa gigante em relação a um filme que uniria essas duas lendas? Para completar o presente, em cena ainda tínhamos Laura Dern, que no mesmo ano estrelava o blockbuster ‘Jurassic Park’. E realmente, ‘Um Mundo Perfeito’ fez bastante sucesso na época e deu o que falar, sendo uma fita que todos queriam alugar nas locadoras.

O que acontece é que o longa parece não ter resistido ao teste do tempo, sendo incapaz de ser passado para novas gerações, com cada vez menos gente comentando sobre ele. Mas isso precisa mudar. Na trama, Costner vive um foragido, que escapa da prisão numa pequena cidade do interior americano, na década de 1960. No percurso ele faz um menininho de refém, e os dois terminam desenvolvendo uma relação de pai e filho. Em sua cola, o xerife linha dura vivido por Eastwood.

O filme pode ser alugado na AppleTV+ e na Amazon Prime Video por R$7.90.

Meu Primo Vinny (1992)

O único filme da lista que está no acervo de uma plataforma de streaming, a comédia ‘Meu Primo Vinny’ se encontra no Star+. Esse é também um filme vencedor do Oscar e deu para uma então novata Marisa Tomei, de 28 aninhos, o prêmio como a melhor coadjuvante daquela noite. Quem estrela, no entanto, é o veterano Joe Pesci. No filme, ele vive um advogado malandro, que é um sujeito das ruas com diploma de advocacia. Ele viaja até uma cidade americana do interior para tentar livrar a cara do primo de uma tremenda enrascada, que pode resultar na pena de morte do sujeito por um suposto assassinato.

No papel do primo encrencado, ninguém menos que o eterno Karatê Kid, Ralph Macchio, em um de seus filmes mais conhecidos fora da franquia de Daniel San. Ele e um amigo viajavam pelas estradas, quando deram azar de estar em um carro semelhante ao de criminosos que haviam acabado de cometer assassinato. Nesse clima extremamente tenso, que daria um bom drama, o diretor Jonathan Lynn cria uma comédia esperta e sagaz, sobre um sujeito da cidade, precisando se render às normas da área rural. Marisa Tomei interpreta a namorada de Pesci, que conhece tudo de carros e é decisória para a defesa dos jovens – apesar da enorme diferença de idade entre os dois. É um longa que merece ser redescoberto.

Gattaca (1997)

Outro que chamou bastante atenção, e até hoje é um cult adorado pelos fãs dos anos 90, ‘Gattaca – Experiência Genética’, do diretor Andrew Niccol, serviu, entre outras coisas, para unir o casal da vida real Ethan Hawke e Uma Thurman – que ficaram casados até 2004 e tiveram dois filhos juntos. Ou seja, se você gosta da atriz Maya Hawke, filha do casal, agradeça ao filme ‘Gattaca’. Os dois eram alguns dos nomes mais quentes de Hollywood na época quando decidiram se unir para o filme. Thurman gozava da imensa popularidade e de sua indicação ao Oscar por ‘Pulp Fiction’, e Hawke saía do sucesso independente de ‘Antes do Amanhecer’.

Fora isso, ‘Gattaca’ servia para apresentar um jovem Jude Law ao mundo, que a seguir estrelaria e roubaria a cena em ‘O Talentoso Ripley’, um de seus filmes mais queridos. Mas ‘Gattaca’ é muito mais que uma reunião de astros, é uma ficção científica de primeira, que discute ideias de forma inteligente, e ainda se mantém atual em sua crítica social, que fala principalmente das diferenças de classes para selar seu destino.

A proposta do longa, que muito bem poderia ter sido um episódio de ‘Black Mirror’ é: o que acontece quando uma falha genética dita o seu destino? No futuro, certas profissões e cargos só podem ser acessados por aqueles que são perfeitos geneticamente. É como se seu corpo jogasse contra você. Querendo mudar isso, um sujeito, vivido por Hawke, decide ir até as últimas consequências para conquistar seu sonho.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS