A Quieta e Larga Expansão da já Gigante Bollywood

A Quieta e Larga Expansão da já Gigante Bollywood



Após anos e anos de marketing estadunidense, Hollywood se consolidou como a grande produtora de cinema mundial. Porém, isso não significa que a produção massiva de cinema em alguns cantos do planeta deixou de existir enquanto todos os grandes estúdios da sétima arte se moveram em massa para a costa oeste norte-americana. De fato, ainda existe um grande “concorrente” que em alguns termos chega a ser maior que a máquina hollywoodiana!

Esse é o caso da indústria de cinema Hindi, também conhecida como Bollywood. Baseada na capital da Índia Mumbai, anteriormente chamada de Bombai — de onde o nome é derivado —, Bollywood é a maior produtora de cinema, produzindo o maior número de filmes no mundo.

Em 2017, foram 1.986 filmes produzidos na Índia, de onde 364 vieram de Bollywood. Apesar de representarem 18% da produção cinematográfica do país, 43% da receita líquida advinda de filmes indianos vem destas películas.

Fonte: “Bollywood movie poster” por Ryan (CC BY 2.0)

Obviamente, em valores monetários os americanos continuam firmemente na liderança mundial. Enquanto análises de 2017 dizem que Bollywood atingiu US$ 3 bilhões de receita, a indústria americana de cinema gerou mais que 14 vezes mais dinheiro que isso no mesmo ano: US$ 43 bilhões.

Mas isso é algo a se esperar de um cenário que é gigante em seu mercado de origem, e só agora começa a sair de seus domínios para adentrar o ocidente das mais diversas formas, como em jogos online. Leia mais aqui sobre jogos como Bollywood Story, disponível no Nossa Aposta, e muitos outros inspirados em obras cinematográficas.

Devido a sua massiva influência na Índia, os filmes de Bollywood acabam tendo efeito além das telas. Com grande parte dos filmes da região sendo musicais, acoplado ao cinema indiano há também um grande cenário de produção musical para o cinema, com proporções e influência quase tão grandes quanto os filmes a quais eles são “subjugados”.

Não é à toa que o canal de YouTube T-Series entrou em evidência nos últimos meses por conta da sua entrada na batalha pelo maior número de inscritos na plataforma de vídeos do Google contra o gamer/comediante PewDiePie. Na Índia, a T-Series é uma das maiores gravadoras de música do país que também envereda em produções cinematográficas.

Fonte: “Bollywood Dance London” por Flexfxproductions (CC BY 3.0)

A dança também é um grande fator dos filmes bollywoodianos, com a tradição de danças indianas sendo uma grande fonte de inspiração para as películas. E no fim das contas, é a combinação entre música e filme que pode definir o sucesso ou o fracasso de uma produção tanto no cinema quanto fora dele.

É assim também que Bollywood consegue vender mais ingressos que Hollywood, apesar da distribuição da grande maioria de seus filmes ser limitada ao território indiano. Em 2001, filmes indianos (e em grande parte Bollywood) vendiam 3,6 bilhões de ingressos no ano, contra 2,6 bilhões de tíquetes de filmes americanos no mundo inteiro.

Por conta disso e também da expansão econômica e cultural da Índia, Bollywood vem penetrando novos mercados e influenciando a visão do mundo ocidental sobre o país. A memória de grandes pessoas indianas como Mahatma Gandhi ainda vive. Mas hoje, é difícil não pensar na Índia sem associar a imagens de muita cores, danças e músicas vibrantes nas ruas. Tudo graças a Bollywood.

COMENTÁRIOS