domingo, março 3, 2024

Admirável e delicioso: essa é a Mostra de Cinema de Gostoso!

Imaginem um lugar paradisíaco, com praias lindas, pousadas maravilhosas, onde todos da região respiram simpatia e recebem bem aos que chegam de visita. Agora imaginem esse lugar com uma tela de cinema enorme, no meio da praia, onde, de forma gratuita, todas as pessoas podem assistir a um filmaço confortavelmente em uma espreguiçadeira tendo a luz da lua como cenário. Esse lugar existe e estivemos lá!

(Créditos: Divulgação do Evento)

De 24 a 28 de novembro aconteceu na cidade de São Miguel do Gostoso, no Rio Grande do Norte, a décima edição de um dos festivais de cinema mais legais do Brasil: a Mostra de Cinema de Gostoso. Com direção geral e curadoria de Eugenio Puppo e Matheus Sundfeld, e tendo literalmente o mais espetacular cinema a céu aberto do país, a edição desse ano reuniu excelentes curtas e longas-metragens brasileiros, alguns desses com passagens de enorme sucesso em festivais pelo Brasil e no mundo.

A estrutura montada nas areias da Praia do Maceió, badalado point turístico do nordeste brasileiro, contou com a estreia de mais uma sala de exibição, a Sala Petrobrás, um espaço em formato geodésico, totalmente climatizada, onde foram exibidos quatro longas e sete curtas. Além da programação de filmes, a mostra ainda teve debates sobre as produções exibidas com seus representantes, além de seminários sobre distribuição, filmes e públicos no Brasil e Europa, até de roteiro e direção.

 

A curadoria é fabulosa, conseguindo entre nove longas-metragens e 17 curtas-metragens mostrar recortes importantes além de trazer para reflexões ótimos temas. Os vencedores, que foram premiados com o Troféu Cascudo, foram os seguintes filmes:

 

Troféu da Crítica:

Não deixe de assistir:

Melhor Longa-metragem: Saudade fez Morada aqui Dentro de Haroldo Borges.

Melhor Curta-metragem: A Edição do Nordeste de Pedro Fiuza.

 

Troféu Voto Popular:

Melhor Longa-metragem: O Dia que te Conheci de André Novais Oliveira.

Melhor Curta-metragem: As Marias de Dannon Lacerda.

 

Menção Honrosa:

Estranho Caminho de Guto Parente.

Uma das inúmeras questões que impressionam, além de uma produção e estruturas impecáveis, é como a cidade de São Miguel do Gostoso abraçou o Festival. As sessões estavam quase sempre lotadas, emocionando o público a cada noite. Estivemos presentes lá durante todos os dias e podemos afirmar que esse é o festival mais gostoso do Brasil! Ano que vem voltamos, se Deus quiser!

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS