As Escorregadas no Cinema do Elenco de ‘Vingadores’

As Escorregadas no Cinema do Elenco de ‘Vingadores’



Vingadores: Ultimato está aí, e antes que você caia em algum spoiler, corra para os cinemas! Os super-heróis mais poderosos da Terra são praticamente imbatíveis. Mas seus intérpretes… bom, isso é outra história. Quem nunca pecou que atire a primeira pedra, não é mesmo? Todo ator já deu aquela bambeada em sua carreira e com o elenco muito bem pago da Marvel não é diferente.

Pegando o gancho da estreia do maior filme do ano, o CinePOP resolveu mostrar que por mais endeusados que sejam estes grandes astros, eles também já tiveram um dia sem sol – nada que afete seu talento, é claro. Vem com a gente relembrar os filmes menos prestigiados do elenco de Vingadores.

Um Parto de Viagem (2010)

Robert Downey Jr. pode se gabar de ter dado o pontapé inicial ao MCU com Homem de Ferro (2008). O ator vinha de uma fase difícil, e ao viver o herói deu a volta por cima, se tornando o astro mais bem pago da atualidade. Isso não quer dizer, no entanto, que tenha sempre dado certo após este grande sucesso. Em 2010, após lançar Homem de Ferro 2,  Donwey participou desta comédia escrachada do mesmo diretor de Se Beber, Não Case (2009). No filme, ele vive um sujeito egocêntrico, precisando se unir ao amalucado Zach Galifianakis, nesta espécie de refilmagem de Antes Só do que Mal Acompanhado (1987).

Loja de Unicórnios (2017)

Brie Larson é o nome do momento. A intérprete da Capitã Marvel foi a primeira mulher a ganhar um filme solo no MCU, bateu a barreira do US$1 bilhão com seu longa e promete chutar a bunda do vilão Thanos como última esperança da Terra. Vencedora do Oscar, Larson está no topo do mundo. O próximo passo seria a direção de um filme. E bem, a moça arriscou, isso podemos dizer. Nesta história lúdica sobre amadurecimento, ela utiliza muito surrealismo e atua ao lado de seu companheiro de ação, Samuel L. Jackson.

Aproveite para assistir:


Jonah Hex (2010)

Por falar no vilão Thanos, o ator Josh Brolin, seu intérprete, é um verdadeiro faz tudo de Hollywood. Desde blockbusters até obras de prestígio, o ator parece estar em todo lugar. E ele esteve inclusive num filme da rival DC. Pouco conhecido, este é outro projeto que o estúdio varreu para debaixo do tapete. No faroeste, Brolin vive um caubói que volta dos mortos com o rosto deformado. Se até Megan Fox considera este seu pior filme, deu para ver o grau do problema…

Hacker (2015)

Chris Hemsworth dificilmente erra em suas escolhas de projeto. O intérprete do Deus Thor se colou com grandes diretores e até mesmo descobriu sua veia para a comédia – onde costuma funcionar muito bem. Este ano ele mostrará novamente seu lado humorístico no reboot de MIB. Porém, sua parceria com o geralmente eletrizante Michael Mann resultou em um filme pouco inspirado e, quem diria, sonolento e arrastado. Nem mesmo a presença do “monstro” Viola Davis salvou.

Deuses do Egito (2016)

Pantera Negra é o mais novo queridinho da Marvel. O filme mais representativo do estúdio é também um de seus maiores sucessos. E grande parte disso se deve ao ator Chadwick Boseman, que viveu um herói pra lá de honrado. Dois anos antes de interpretar o rei T´Challa, no entanto, mas após ser selecionado para o papel, Boseman fez parte deste prazer culposo sobre Deuses e homens travando uma guerra pra lá de zombeteira, cujo resultado foi um verdadeiro carnaval fora de época.

Heróis (2009)

Chris Evans é um ator talentoso, mas que nem sempre deu sorte em sua carreira. Ele inclusive já havia interpretado um super-herói dos quadrinhos, e um da mesma Marvel, em Quarteto Fantástico (2005) e sua continuação, Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007). Mas sorte grande o ator tirou mesmo ao aceitar o papel do Capitão América e aderir ao MCU em 2011. Dois anos antes, um dos pontos baixos de sua carreira vinha com Heróis, que até possui uma boa ideia, mas o resultado ficou parecendo piloto rejeitado de série de TV.

Minha Nova Vida (2013)

Tudo bem, o jovem Tom Holland faz apenas uma participação aqui, e a verdadeira estrela a “ser culpada” pelo longa é a indicada ao Oscar Saoirse Ronan, que protagoniza. A verdade é que o intérprete dos novos Homem-Aranha é dono de uma carreira quase irretocável por não possuir uma filmografia muito extensa ainda. Suas participações no MCU se tornaram essenciais e este ano ele ganha seu segundo filme solo. Em 2013, porém, as coisas eram diferentes, e o ator participava de forma bem mais tímida nesta ficção científica sobre uma nova guerra irrompendo – que por aqui foi lançada direto em vídeo.

João e Maria – Caçadores de Bruxas (2013)

Mais um prazer culposo da lista, assim como Deuses do Egito. Estes dois filmes de tão ruins chegam a ser bons, e ficamos pensando se não foram criados propositalmente assim. Afinal, aqui temos inclusive um troll apaixonado, chamado Edward, logo após a explosão da Saga Crepúsculo. Não pode ser coincidência. Quem estrela é um dos Vingadores originais: Jeremy Renner em pessoa. A pergunta é só uma: cadê a continuação?

Truque de Mestre- O 2º Ato (2016)

O primeiro Truque de Mestre (2013) não era, por assim dizer, nenhuma obra-prima. Mesmo assim, despertou uma legião de seguidores. O filme de repente gerava uma multidão de fãs, se tornando obra cult. O segundo, investiu muito mais em ares de blockbuster, deixando se levar pela insanidade. Ah sim, um dos protagonistas aqui é o Hulk em pessoa, Mark Ruffalo – um ator costumeiramente não muito próximo a este tipo de cinema.

A Noite é Delas (2017)

Muitos talvez não tenham percebido, mas a Viúva Negra de Scarlett Johansson foi uma das primeiras personagens fixas e importantes a aparecer no MCU. Foi em Homem de Ferro 2 (2010) que a personagem fez sua estreia nas telonas. Levando em conta o fato de que o Hulk trocou de intérprete e só veio a aparecer nas formas de Ruffalo em Os Vingadores (2012), depois de Downey Jr., Johansson é o mais antigo membro da equipe ainda em atividade. E nada de filme solo. Bem, ele está chegando. Antes disso, vale lembrar que Johansson não foi bem das pernas ao se desbravar por uma comédia imprópria dois anos atrás. Valeu a investida, a loira mostrou que sabe se divertir também, mas o filme foi lançado direto em vídeo no Brasil.



COMENTÁRIOS