As Melhores Dublagens de Famosos

As Melhores Dublagens de Famosos



Após nossa matéria com As piores dublagens de famosos, chegou a hora de mostrar que a coisa também não é tão catastrófica assim. É claro que é quase sempre melhor termos dubladores profissionais emprestando suas vozes a nossos personagens favoritos. Mas isso não significa que não tivemos casos em que atores famosos ou celebridades se saíram muito bem na função.

As piores dublagens de famosos

A dublagem brasileira é um patrimônio nacional. E é bom contar com alguns atores que colaboraram positivamente para o meio. Vem ver a nossa lista!

 

10) Rodrigo Santoro (Rio e Rio 2)

Um dos atores brasileiros de maior sucesso no exterior, Rodrigo Santoro foi uma escolha óbvia e acertada para dublar a animação Rio, de Carlos Saldanha. Por sinal, aqui estamos falando de um trabalho duplo, uma vez que Santoro foi o escolhido para dublar o exótico criador de aves Túlio tanto na versão nacional quanto na original, em inglês. O ator já havia trabalhado com dublagem em O Pequeno Stuart Little. No caso de Rio e Rio 2, ele usa bem o talento vocal para criar um personagem simpático, mas tímido, num estado quase permanente de nervosismo.

Aproveite para assistir:


 

9) Rodrigo Lombardi (A Princesa e o Sapo)

Rodrigo Lombardi é o famoso em meio a um grupo de incríveis dubladores em A Princesa e o Sapo. Kacau Gomes, Mauro Ramos, Márcio Simões e Selma Lopes formam o elenco principal de vozes da animação. Uma celebridade no meio desses talentos poderia resultar em tragédia (precisamos lembrar de Enrolados?), mas Lombardi fez bonito na pele de um príncipe que vira sapo. O ator conseguiu dar uma personalidade especial ao personagem, não se limitando a ler o roteiro do filme. Há um trabalho de construção e atuação, o que é notável.

 

8) Fábio Porchat (Frozen: Uma Aventura Congelante)

Ator, roteirista e criador do Porta dos Fundos, Fábio Porchat é um dos grandes nomes da comédia nacional na atualidade. Não por acaso, foi chamado pela Disney para dublar Olaf em Frozen: Uma Aventura Congelante, papel originalmente de Josh Gad. Na maioria dos casos, quando um dublador não muda muito sua voz para um personagem passa a ideia de que não se preocupou em fazer nada além do necessário. Aqui, no entanto, isso não é um problema. O que acontece é que a personalidade e figura de Porchat se encaixa tão bem com a do boneco de neve que é impossível não gostar do personagem. Ele retorna em Frozen 2. Tomara que mantendo o mesmo nível do primeiro filme.

 

7) Leandro Hassum (Meu Malvado Favorito 1, 2 e 3)

Leandro Hassum é um comediante muitas vezes marcado pelo exagero ou pelas caras e bocas, mas o que muita gente não sabe é que ele é um verdadeiro estudioso da comédia. O que ele faz pode não agradar a todos, mas há uma verdadeira performance de ator ali. E ele levou isso também para seu trabalho como dublador na trilogia Meu Malvado Favorito. Como Gru (personagem dublado originalmente por Steve Carell), Hassum parece se divertir bastante criando uma voz nervosa que é ao mesmo tempo agradável e aterrorizante, o que é perfeito para o adorável vilão que protagoniza a franquia.

 

6) Eduardo Moscovis (Tarzan)

Eduardo Moscovis é mais um a provar que quando o ator dedica tempo suficiente a um personagem animado, é possível notar um trabalho de atuação. Seu Tarzan é repleto de nuances e sua voz está sempre variando bem de acordo com as situações em cena. Não há nada pior do que um mesmo tom representando cenas de ação, romance ou medo (não é mesmo, Reynaldo Gianecchini?). Ainda que tenha tido seu momento de galã de novela, Moscovis pouco tem a ver com Tarzan. E é ótimo que o espectador mal consegue perceber que é sua voz que escutamos em cena, mostrando todo um trabalho de preparação e variação vocal.

 

5) Lúcio Mauro Filho (Kung Fu Panda 1, 2 e 3)

Jack Black é a voz original de Po na franquia Kung Fu Panda. E ele parece ter nascido para o personagem, seja pela forma física, seja pela paixão por artes marciais, seja pelo jeito espalhafatoso. Então, soou estranho quando o Tuco de A Grande Família foi escolhido para a versão brasileira. Mas Lúcio Mauro Filho provou que não só é um bom comediante como também é um dublador pra lá de talentoso. Se você assistisse aos filmes sem saber que a voz é dele, provavelmente não iria conseguir adivinhar. Há de se valorizar ainda que Lúcio se sai bem não só nos momentos divertidos, mas também nas cenas mais sérias do texto das animações.

 

4) Tadeu Mello e Diogo Vilela (A Era do Gelo 1, 2, 3, 4 e 5)

Márcio Garcia e Cláudia Jimenez completam o time principal de dubladores da franquia A Era do Gelo, mas o destaque fica mesmo com a dupla principal: Tadeu Mello e Diogo Vilela. Ainda que Mello talvez seja mais reconhecido pelo trabalho como Sid, principalmente pelo jeito sempre exagerado e tragicômico, é Vilela que demonstra o melhor desempenho como dublador. Seu Manny é sério, depressivo e envolvente. O ator consegue dar o tom com perfeição, sem nunca querer aparecer demais. O que não dá pra dizer de seu colega de elenco de vozes.

 

3) Tiago Abravanel (Detona Ralph e WiFi Ralph – Quebrando a Internet)

Ralph é um sujeito sério e quase triste, com alguns momentos de fúria e outros em que surge como um bom amigo. John C. Reilly, o dublador original, é a figura ideal para a função, já tendo brilhado em comédias e dramas pesados. No Brasil, o papel acabou nas mãos de Tiago Abravanel, que fez um belo trabalho. Muito divertido e ótimo cantor, Tiago se mostrou uma excelente escolha para Ralph. Cinéfilo de carteirinha e fã da Disney, ele se preocupou em respeitar a essência do personagem e empregar uma voz bem característica ao mesmo.

 

2) Selton Mello, Humberto Martins e Marieta Severo (A Nova Onda do Imperador)

Antes de ser um diretor e ator de sucesso, Selton Mello foi um grande dublador, responsável por vozes clássicas em filmes como Clube dos Cinco, Os Goonies e Karate Kid. Como não poderia deixar de ser, arrasa como Kuzco em A Nova Onda do Imperador. Talvez ele fosse até considerado hors concours nessa matéria não fosse a companhia de dois outros atores no time de vozes da animação. Humberto Martins brilha como Pacha e Marieta Severo não deixa pra menos como a vilã Yzma. É um trabalho tão incrível de dublagem que dá pra dizer que é melhor até que a versão original.

 

1) Chico Anysio (Up – Altas Aventuras)

Um dos maiores nomes da comédia brasileira, Chico Anysio caiu como uma luva na voz do rabugento e apaixonante Senhor Fredericksen, de Up – Altas Aventuras. Em um de seus últimos trabalhos antes de sua morte, em 2012, Anysio empregou sua voz característica para assumir um personagem durão, mas cativante. Ainda que por vezes a figura de Chico sobreponha a de Fredericksen, o fato de ser sua voz contribui para o desenvolvimento e construção do personagem. E gera a imediata identificação por parte do público, que pode até não perceber, mas logo já se apaixona por aquele velhinho.



COMENTÁRIOS