A última semana ficou marcada pela mudança do título de Aves de Rapina: Arlequina e sua Fantabulosa Emancipação. Visando diminuir um possível prejuízo em bilheteria, os executivos da Warner decidiram, aos 49 do segundo tempo, mudar o título para Arlequina em Aves de Rapina.  A medida não agradou muito os fãs e deixou a impressão de que a Warner segue perdida nas decisões que toma em relação ao Universo DC. Porém, por mais que seja estranho, mudanças de títulos são mais comuns em Hollywood do que lembramos. Separamos algumas longas que tiveram seus títulos alterados. Confira!

 

Star Wars (1977)O primeiro capítulo de uma das maiores franquias de todos os tempos foi lançado apenas como Star Wars. Porém, vendo o sucesso do longa e o interesse da Fox em bancar uma franquia, a Lucasfilm, em 1981, logo após o lançamento de O Império Contra-Ataca, relançou o primeiro filme como Star Wars – Episódio IV: Uma Nova Esperança.


Caçadores da Arca Perdida (1981)Mais um dos maiores filmes da história também sofreu com alteração de título por conta do potencial de franquia. Assim como Star Wars, que também era da Lucasfilm, a aventura estrelada por Harrison Ford virou Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida.

O Hobbit: Lá e De Volta Outra Vez (2014)A franquia “O Hobbit” sofreu com muitas interferências dos estúdios Warner. Planejada para ser desenvolvida em dois filmes, a Warner achou melhor desenvolver a aventura de Bilbo Bolseiro (Martin Freeman) em três filmes. Em abril de 2014, faltando poucos meses para o lançamento do último capítulo, a Warner anunciou que o fim da trilogia se chamaria O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos. Apesar de parecer uma decisão puramente comercial, o diretor Peter Jackson afirmou ter sido uma decisão pessoal: “’Lá e De Volta Outra Vez’ pareceu ser o nome ideal para o segundo filme de uma sequência dupla na busca para recuperar Erebor, incluindo a chegada de Bilbo lá e também sua partida, sendo ambos contados dentro do segundo filme. Mas com três filmes, isso pareceu sem sentido. afinal, Bilbo já chegou ‘lá  em ‘O Hobbit: A Desolação de Smaug'”.

Capitão América: Sociedade da Serpente (2016)Anunciado junto aos filmes da Fase III da Marvel, o terceiro capítulo da saga do Capitão América se chamaria A Sociedade da Serpente, um grupo de vilões clássico dos quadrinhos. A trama daria foco na busca de Steve (Chris Evans) e Sam (Anthony Mackie) por Bucky (Sebastian Stan). Só que, no caminho, a Marvel refez o roteiro e resolveu adaptar a saga Guerra Civil. Por isso, o filme chegou como Capitão América: Guerra Civil.

Aproveite para assistir:

No Brasil, foi Capitão América 2 que rendeu muita polêmica. Primeiro porque a Disney Brasil traduziu “Winter Soldier” como “Soldado do Inverno”, depois de muita reclamação, eles optaram por Capitão América 2: O Retorno do Primeiro Vingador. A justificativa dada foi que a palavra “Invernal” poderia ser mal interpretada e as pessoas poderiam acabar lendo “Infernal”, o que não pegaria bem em um filme da Disney. Mas não teve jeito. Os dois títulos horrorosos sofreram muita retaliação virtual e a empresa acabou usando o título certo: Capitão América 2: O Soldado Invernal. Posteriormente, visando padronizar os títulos da saga, o nome foi mundialmente alterado para Capitão América: O Soldado Invernal.


Arlequina em Aves de Rapina está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil.

Facebook Comments

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE