‘Barbie’ vs. ‘Oppenheimer’ | Relembre os GRANDES Filmes que Estrearam nos Cinemas no Mesmo Dia

Nossa sociedade é mesmo maravilhosa. É muito interessante notar o que vira moda, o que se torna popular e o que faz as pessoas falarem sobre. Alguns conceitos ou informações são passados adiante, se espalhando e se propagando tão rápido quanto a luz. A onda do momento no mundo do cinema é a “rivalidade” entre os blockbusters ‘Barbie’ e ‘Oppenheimer’. Tudo isso porque as superproduções estão programadas para estrear no mesmo dia. Os fãs notaram essa agenda conflitante desde quando foram anunciadas e vêm alimentando essa situação de enfrentamento nas redes. E como sabemos, a força que as redes sociais possuem hoje pode fazer algo do tipo ganhar uma proporção gigante.

Barbie‘ arrecadou a impressionante quantia de  US$ 70.5 milhões na sexta-feira, a maior estreia do ano. ‘Oppenheimer‘, a aguardada cinebiografia do criador da bomba atômica, dirigida por Christopher Nolan, também não ficou para trás em sua estreia. O filme arrecadou impressionantes US$ 33 milhões em seu primeiro dia nos EUA, incluindo as prévias de quinta-feira.

É bem verdade que as produções buscam públicos diferentes, mas os fãs de cinema e os cinéfilos irão conferir ambas, é claro. ‘Barbie’, da Warner, tem direção da indicada ao Oscar Greta Gerwig, um dos nomes femininos de maior poder na indústria de Hollywood, o que sugere um filme muito mais esperto, divertido e ácido do que se poderia imaginar de início – além de contar com nomes quentíssimos no elenco, como o dos protagonistas Margot Robbie e Ryan Gosling.

Oppenheimer’, da Universal (esse é um duelo entre grandes estúdios também), usa como chamariz a direção do que é provavelmente o cineasta mais adorado pelo grande público atualmente: Christopher Nolan. Só Nolan faz de um filme sobre a criação da bomba atômica um evento comentado por todos. No elenco, nomes como Emily Blunt, Robert Downey Jr. e Matt Damon, com protagonismo de Cillian Murphy.

Pegando esse “duelo de titãs” nas bilheterias como gancho, resolvemos relembrar que este tipo de briga de cachorro grande não é novidade em Hollywood. Também não é comum acontecer, já que os estúdios costumam deixar uma janela de vantagem de pelo menos uma semana entre seus maiores filmes. Mas quando a agenda aperta, vira e mexe blockbusters colossais se digladiam no mesmo fim de semana. Confira abaixo alguns dos casos recentes mais chamativos.

Rocketman vs. Godzilla II – Rei dos Monstros

Logo no ano seguinte, em 2019, veríamos um novo confronto de proporções titânicas. ‘Rocketman’, a biografia do fabuloso Elton John, chegava num momento bem propício para filmes do tipo. Isso porque pegava a esteira do enorme sucesso do “filme do Queen”, ‘Bohemian Rhapsody’, sucesso estrondoso de bilheteria, que chegou até o Oscar, indicado para melhor filme e vencedor de melhor ator. Apesar do enorme sucesso com o público geral, os cinéfilos apresentaram alguns problemas com a produção. Mas ‘Rocketman’ era anunciado como uma obra superior a ‘Bohemian’, e saía do prestigiado Festival de Cannes debaixo de inúmeros elogios. Ao que tudo indicava, o filme iria superar seu predecessor de todas as formas.

No outro corner tínhamos a sequência direta do sucesso moderado ‘Godzilla’ (2014). Mas o que os fãs começavam a perceber era que a Warner estava construindo seu universo compartilhado dos monstros gigantes, e preparando o terreno para o verdadeiro duelo, entre Kong e Godzilla. O lagartão havia ganhado seu filme “realista” e fiel em 2014, e em 2017 era a vez do gorilão. Mas em 2019 ainda não viria o confronto, já que os realizadores tinham que apresentar monstros clássicos como Mothra, Rodan e Ghidorah. No inusitado duelo, apesar de hoje ‘Rocketman’ ser um filme mais elogiado e querido, quem levou a melhor no fim de semana de 31 de maio de 2019 foi mesmo ‘Godzilla II’. ‘Rocketman’, da Paramount, não conseguiu sequer a segunda posição, chegando em terceiro e comendo poeira de ‘Aladdin’, que havia estreado na semana anterior.

 

Não deixe de assistir:

Aquaman vs. Bumblebee

Em 2018, há exatos cinco anos, tivemos um dos casos mais notórios de duelo de titãs. O confronto ocorreu no fim daquele ano, em dezembro, terminando 2018 com chave de ouro. De um lado do ringue tínhamos o herói dos sete mares interpretado pelo grandalhão Jason Momoa, em ‘Aquaman’. O personagem da DC já havia aparecido em ‘Liga da Justiça’ (2017) e finalmente ganhava seu filme solo pelas mãos de James Wan. Do outro lado do ringue tínhamos outro blockbuster de ação criado nos mesmos moldes e que visava o mesmo público-alvo. ‘Bumblebee’ foi o primeiro (e único, até o momento) derivado da franquia bilionária ‘Transformerrs’. Mas essa não foi uma briga mano a mano, e contou com outros participantes, quase como uma luta livre.

Isso porque entrando na disputa no mesmo dia tínhamos ainda o drama/fantasia de alto-conceito ‘Bem-Vindos a Marwen’, de Robert Zemeckis (‘De Volta para o Futuro’), com Steve Carell, sobre “bonecos que ganhavam vida”. Mas a coisa não ficou por aí, porque dois dias antes (queimando a largada), a Disney lançava o aguardadíssimo ‘O Retorno de Mary Poppins’, continuação de um de seus maiores clássicos, protagonizado por Emily Blunt. Nesse grande arranca-rabo que foi 21 de dezembro de 2018, a Warner levou a melhor com ‘Aquaman’, que estreou em primeiro lugar e viveria para se tornar o único blockbuster da DC a ultrapassar a marca de US$1 bilhão em bilheteria.

A vantagem de dois dias de antecedência funcionou para ‘Mary Poppins 2’, da Disney, que chegou em segundo naquele fim de semana, tirando uma para cima de ‘Bumblebee’, da Paramount, que apesar dos elogios, deixou a desejar nas bilheterias. Mas quem comeu poeira mesmo foi o filme de Zemeckis, que sequer foi lançado nos cinemas do Brasil após seu fracasso nos EUA.

Star Wars – A Ascensão Skywalker vs. Cats

Essa parece covardia, afinal qualquer blockbuster que se prontifique a enfrentar a saga ‘Star Wars’ nos cinemas está automaticamente em desvantagem. E por mais que ninguém tenha imaginado que ‘Star Wars’ perderia essa luta, podemos dizer que o resultado foi surpreendente, para ambas as partes. A verdade é que na época não poderíamos menosprezar seu oponente, afinal ‘Cats’ era a adaptação para as telonas do que é provavelmente o musical mais querido dos palcos de todos os tempos. Com vida longa na Broadway e adaptação em centenas de países pelo mundo, a história dos gatos de rua inspirou no Brasil desde Chico Buarque até Os Trapalhões. ‘Cats’ gerava hype de Oscar e com um grande elenco prestigiado, o anúncio era o de um dos grandes filmes daquele ano.

Falamos, é claro, do dia 20 de dezembro de 2019, quando o musical felino da Universal, com produção de Steven Spielberg, ousou se colocar no caminho da conclusão da nova trilogia ‘Star Wars’, já nas mãos da Disney. Pois bem, ‘Cats’ viria a se tornar uma “gatástrofe” de proporções monumentais, rapidamente descendo para se tornar uma das piores produções cinematográficas de todos os tempos. Mas é aí que chega a reviravolta, já que ‘A Ascensão Skywalker’ igualmente virou um desastre de crítica, surgindo como um dos episódios (senão “o” episódio) mais odiado da franquia. Mesmo assim, como era esperado, foi sucesso de público em seu fim de semana de estreia, sorte que ‘Cats’ não teve.

Cruella vs. Um Lugar Silencioso – Parte II

Agora damos um salto de dois anos para chegarmos em 2021. Há dois anos tínhamos outro confronto que causou alvoroço nos fãs. Tá certo que na época ainda vivíamos o fantasma da pandemia do coronavírus, com lançamentos restritos nos cinemas, ênfase maior nos serviços de streamings, e muitas salas de exibições vazias ou até mesmo ainda fechadas. Nesse cenário caótico, ganhávamos o duelo de duas jovens atrizes muito talentosas, de nomes similares. Essa era a luta de Emma vs. Emily. De um lado do ringue chegava a vencedora do Oscar Emma Stone, dando show como a versão jovem de uma das maiores vilãs da Disney, Cruella De Vil no derivado ‘Cruella’, sobre os primórdios da antagonista. Anunciado como uma versão mais domada de ‘Coringa’, a superprodução gerava grande hype.

Chegando junto sem perder os holofotes, o outro corner trazia Emily Blunt, brilhando novamente na continuação de um de seus sucessos recentes. ‘Um Lugar Silencioso’, da Paramount, se tornou um verdadeiro fenômeno surpresa – cativando o público pelo mundo com sua história apocalíptica de monstros que se guiam pelo som. O projeto em família, de Blunt com o maridão John Krasinski deu o que falar e a sequência seguia por essa linha. Porém, dias antes do lançamento de ‘Um Lugar Silencioso – Parte II’ estourou a pandemia, com o filme já tendo realizado sua sessão de pré-estreia – por isso o longa é creditado como sendo de 2020. Porém, sua estreia oficial em circuito pelos EUA e o mundo viria em 28 de maio de 2021, no mesmo dia de ‘Cruella’. E quem levou a melhor, você pergunta? Foi ‘Um Lugar Silencioso II’, arrecadando mais que o dobro de ‘Cruella’. Entre mortos e feridos, os dois fizeram sucesso e irão render sequências – assim ganhando todos, principalmente os fãs.

O Rei do Show vs. Jumanji – Bem-Vindo à Selva

Agora voltamos seis anos no passado, para o fim de 2017, mais precisamente para o dia 20 de dezembro de 2017. Já imaginou como seria um duelo entre Dwayne ‘The Rock’ Johnson e o mutante Wolverine? Nem precisa imaginar muito, pois ele ocorreu nos bastidores em 2017. Foi quando ‘O Rei do Show’ enfrentou ‘Jumanji’. Aqui temos outro caso curioso. Assim como ‘Cats’, ‘O Rei do Show’ era um musical com muita pompa de Oscar, vendido como o filme-evento daquela temporada. Energia o filme tem de sobra para dar e vender. Hugh Jackman comandava um elenco de peso, com nomes como Michelle Williams, Zac Efron, Zendaya e Rebecca Ferguson. As músicas contagiantes embalavam facilmente, mas o resultado não foi dos melhores, já que o longa foi destroçado pela crítica. O filme, no entanto, ficou muito longe de se tornar o desastre que foi ‘Cats’ e hoje possui muitos defensores.

Do outro lado, ‘Jumanji’ sofreu grande backlash quando lançou seu trailer, anunciando um fracasso vindouro. Quando o filme chegou de fato, uma reviravolta ocorreu, com os críticos aprovando a obra, e os fãs embarcando logo em seguida, e fazendo do novo ‘Jumanji’ um verdadeiro fenômeno querido. Mas a dupla não estava sozinha nessa, já que no mesmo fim de semana estreavam também o terceiro ‘A Escolha Perfeita’ e o filme com Matt Damon diminuto, ‘Pequena Grande Vida’. A verdade é que nenhum deles foi forte o suficiente para conseguir mover ‘Star Wars: Os Último Jedi’, que havia estreado na semana anterior, da primeira posição – lugar que seguiu durante todo o mês de dezembro.

Jumanji’ foi o que se deu melhor, descolando a segunda posição. Já ‘O Rei do Show’ comeu poeira até de ‘A Escolha Perfeita 3’, que passou a perna e ficou em terceiro, deixando o musical de Hugh Jackman em quarto. ‘Pequena Grande Vida’ então, ficou lá em sétimo.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS