quinta-feira, abril 18, 2024

Barry Keoghan fala sobre a repercussão de ‘Saltburn’: “É meio assustador”

Após a repercussão da cena em que Barry Keoghan dança nu em ‘Saltburn’, o astro, falou que embora reconheça que a reação do público seja “louca” e possa ser “prejudicial para a mente e para o estado mental”, ele estava preparado.

Durante uma entrevista à Vanity Fair para sua Edição de Hollywood de 2024, ele compartilhou suas reflexões.

“Pode ser prejudicial para a mente e para o estado mental se você se aprofundar demais ou se olhar para muitas coisas sendo ditas”, disse ele. “Mas eu não estaria aqui se não estivesse preparado para isso, ou se não estivesse aberto para receber o que as pessoas querem dizer. Acho que mostra um ato de maturidade em sua arte, e se justifica a história e a faz avançar, por que não?”

Keoghan observou como a nudez é comum no cinema europeu e geralmente “não é uma coisa enorme” para o público. “Mas eu acho que é verdadeira arte. Realmente é. E também é verdadeira vulnerabilidade. Você está realmente se expondo no estado mais vulnerável. É bonito de se ver. Não estou dizendo que é por causa do meu corpo, mas é libertador ver aquele corpo se movendo da maneira que se move. É como uma pintura em movimento, quase”, explicou.

Keoghan também brincou que ele, também, dança nu em sua casa. “Todo mundo faz isso, cara. Todos nós cantamos no chuveiro. Todos nós agimos bobo quando estamos sozinhos e sentimos essa liberdade. É uma coisa com a qual eu me relaciono. Não dançando por uma mansão desse tipo com aquela goteira fecking por aí – mas eu canto em voz alta, eu danço bobo e movimento meu corpo bobo”, disse ele.

Quando perguntado sobre a atenção e fama aumentadas que experimentou após o lançamento do filme, Keoghan admite que não é apenas “novo”, mas também “bastante assustador”.

“É novo para mim, cara. É meio assustador também, porque eu não estou acostumado com tanta atenção. É avassalador, se eu for bastante honesto”, disse ele. “É quase uma vida diferente que você tem que estar vivendo agora. Eu só quero fazer filmes, interpretar papéis e trabalhar com cineastas, e não focar muito nesse barulho.” 

Ambientada nos anos 2000, ‘Saltburn’ trama segue Oliver Quick, um estudante da Universidade de Oxford que fica intrigado com o mundo de seu colega aristocrático, Felix Catton. Felix então convida Oliver para Saltburn, a propriedade de luxo de sua família, onde eles passam ‘um verão inesquecível’ juntos.

Crítica | Saltburn: Barry Keoghan trilha seu caminho para o Oscar em estupendo suspense sobre luxúria e obsessão

Não deixe de assistir:

Relembre o trailer:

Emerald Fennell, vencedora do Oscar por ‘Bela Vingança‘, é responsável pela direção.

O longa já teve sua primeira exibição nos EUA, e no site agregador de críticas Rotten Tomatoes, estreou com uma aprovação de 82% e uma nota média de 8.5/10.

Confira algumas avaliações:

“Barry Keoghan, que tem um talento extraordinário para interpretar estranhos, é a perfeição absoluta.” – Wall Street Journal.

“Suas intermináveis ​​camadas visuais e literárias trarão de volta a ele seus fervorosos admiradores, porque é um triunfo do cinema do excesso, em toda a sua glória orgíaca e sem remorso.” – Entertainment Weekly

“Uma colcha de retalhos elegante, mas boba, de ideias emprestadas.” – The Hollywood Reporter

“A estreia de Fennell com ‘Bela Vingança’ prometia uma voz e um estilo originais e destemidos. ‘Saltburn’ certamente tem atitude, mas nada de novo a dizer.” – Variety

“[Emerald Fennell] revela uma mão forte por trás das câmeras, mesmo que a trajetória da história pareça um tanto exagerada e familiar. No entanto, a escrita é viva e muitas vezes divertida, dando ao excelente elenco muito com que brincar.” – Deadline

“Saltburn é um filme audacioso e requintado dos talentos de Emerald Fennell e Barry Keoghan.” – Awards Radar

O elenco ainda conta com Rosamund Pike, Richard E. Grant, Alison Oliver, Ewan Mitchell, Archie Madekwe, Lolly Adefioe, Reece Shearsmith, Paul Rhys e Carey Mulligan.

O vencedor do Oscar Linus Sandgren, conhecido por seu aclamado trabalho em ‘La La Land: Cantando Estações‘, entra como diretor de fotografia do longa.

Fennell ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original por ‘Bela Vingança‘, thriller de vingança estrelado por Carey Mulligan.

Josey McNamara, Tom Ackerley e Margot Robbie entram como produtores.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS