‘Batman: Eternamente’: Joel Schumacher admite que nunca deveria ter feito o filme

‘Batman: Eternamente’: Joel Schumacher admite que nunca deveria ter feito o filme



Muitos fãs dizem que ‘Batman: Eternamente‘ é o pior filme do personagem, e o próprio diretor, Joel Schumacher, admitiu que nunca deveria feito o filme.

“Sabe o que eu penso? Eu não deveria ter feito uma sequência, e isso é tudo. Aprendi que sequências são feitas apenas por uma razão.”, disse Schumacher ao Vulture. “Tenho certeza de que ‘Batman: Eternamente‘ foi o filme mais barato do personagem, porque Val Kilmer não recebeu muito dinheiro, nem Nicole Kidman, Chris O’Donnell, e eu. Tommy Lee Jones recebeu um pouco a mais porque tinha acabado de ganhar um Oscar.”

Apesar da declaração, ‘Batman: Eternamente‘ foi um sucesso de público, garantindo uma bilheteria de US$ 336 milhões pelo mundo, o que garantiu uma sequência.

No entanto, ‘Batman & Robin‘, lançado dois anos mais tarde, foi um fracasso de crítica e público.

Lembrando que ‘The Batman’, de Matt Reevestem previsão de estreia para 25 de junho de 2021.

De acordo com o The Hollywood Reporter, a trama irá se concentrar em Bruce Wayne desenvolvendo suas habilidades de detetive.

Aproveite para assistir:


“Este novo Batman precisava estar em conformidade com uma faixa etária definida. Ele é descrito como um jovem com cerca de 30 anos de idade, e a história não vai focar em sua origem, nem em seu combate ao crime em Gotham City. Ele é Bruce Wayne, ainda tentando encontrar o caminho para se tornar aquele detetive genial.”

Era de se esperar que essa nova abordagem do personagem pudesse se distanciar dos clichês dos filmes anteriores, que muitas vezes o tratavam mais como um justiceiro do que como um investigador e isso só aumenta a curiosidade em saber que tipo de filme Reeves está preparando.



COMENTÁRIOS