segunda-feira, abril 15, 2024

Crise na Marvel? Após ‘Invasão Secreta’, roteiristas de ‘Demolidor: Renascido’ são DEMITIDOS

Enquanto Hollywood enfrentava greves que paralisavam suas produções cinematográficas, a Marvel Studios tirou proveito do momento para uma reformulação radical de sua fórmula para séries de televisão, especialmente após a péssima recepção de ‘Invasão Secreta‘.

A série, inicialmente concebida por Kyle Bradstreet (‘Mr. Robot’), viu seu desenvolvimento atravessar um período de cerca de um ano sob sua orientação, antes de ele ser demitido quando a Marvel decidiu seguir uma nova direção na narrativa. Brian Tucker foi então convocado como o novo escritor, trabalhando em estreita colaboração com os diretores Thomas Bezucha e Ali Selim para moldar a série.

As disputas internas por poder e a falta de coesão criativa acabaram deixando sua marca na qualidade do produto final. ‘Invasão Secreta’ acabou por não atender às expectativas do público e da crítica, recebendo críticas desfavoráveis de ambos os lados.

As mudanças começarão com ‘Demolidor: Renascido‘, a nova investida do herói no Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), que está prestes a passar por uma reformulação criativa, marcando uma transformação que se estenderá aos futuros títulos do Disney+.

Os roteiristas Chris Ord e Matt Corman foram demitidos. A versão deles de ‘Demolidor: Renascido‘ focava intensamente na batalha de Matt Murdock como advogado em Nova York, um contraste notável com a versão anterior da Netflix, conhecida por sua ação e violência.

Os executivos da Marvel ficaram insatisfeitos com a ausência do uniforme do herói até o quarto episódio, levando à revisão fundamental do conceito da série.

Apesar do reboot, há planos de reutilizar parte do material já produzido. Alguns episódios podem ser “salvos” integralmente, enquanto certos elementos específicos da narrativa serão descartados no novo desenvolvimento da série.

“Estamos tentando combinar a essência da cultura Marvel com o formato tradicional da televisão. A questão central é: ‘Como podemos contar histórias na televisão que honrem o que há de tão especial no material original?'”, explicou Brad Winderbaum, chefe de streaming, televisão e animação do estúdio.

Além disso, a empresa decidiu interromper a contratação de executivos do cinema para suas produções televisivas, optando por colaborar com produtores tradicionais de TV.

Não deixe de assistir:

Uma fonte interna destacou as diferenças criativas entre a Marvel e a TV, citando a falta de supervisão criativa sobre os escritores, a necessidade de corrigir visões equivocadas e o desafio de filmar temporadas inteiras com orçamentos que ultrapassam os US$ 150 milhões de uma só vez.

Essas mudanças nos bastidores terão um impacto significativo, especialmente em ‘Demolidor: Renascido‘, cujo desenvolvimento está sendo retrabalhado após uma avaliação crítica de Kevin Feige e dos produtores do estúdio, que concluíram que o programa “não estava funcionando” em sua forma atual.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS