Crítica | ‘A Música da Minha Vida’ – Todos saúdam o Chefe!

Crítica | ‘A Música da Minha Vida’ – Todos saúdam o Chefe!

Nota:


Estrelado por Viveik Kalra, ‘A Música da Minha Vida‘ chega aos cinemas nesta quinta (19) e promete trazer um musical revigorante baseado nas canções do ícone americano Bruce Springsteen.

Com direção de Gurinder Chadha, inglesa de origem indiana, o filme retrata a vida de Javed Kahn, um menino inglês de ascendência paquistanesa, na cidade britânica de Luthon, ao longo de 1987. Além da parte musical, o longa preza por abordar a questão social dos imigrantes “Paqui” no país em meio às privatizações do governo da Dama de Ferro, Margaret Thatcher, e na xenofobia crescente dos grupos neonazistas na região.

Cansado de viver a mesma vida monótona de estudante do colegial, Javed lida diariamente com Bullying, opressão familiar e desconta suas frustrações nas folhas de seu caderno de poesia. E isso é um dos grande méritos do filme: recriar uma atmosfera oitentista com primor, seja pela ambientação ou pelas roupas e influências da moda da época. Traz um charme visualmente agradável e que ajuda muito a comprar a ideia da direção.

Outro ponto fantástico é o uso da trilha musical. É muito difícil encontrar uma cena do filme que não tenha ao menos um música tocando. Além das obras de Bruce Springsteen, vários sucessos dos anos 80 enchem os ouvidos do espectador, que pode até mesmo sentir a boa e velha nostalgia. A música é trabalhada como um personagem e é o ponto de ignição do processo de mudança e amadurecimento de Javed.

Aproveite para assistir:


Ao ganhar uma fita do “Chefe” Bruce Springsteen, o menino se envolve pelas letras e entende que o cantor enxerga o mundo da mesma maneira que ele. É como um sopro compreensivo de alívio e esperança para um jovem submisso às tradições de seus ancestrais e cada vez mais conformado com o injusto futuro que a Inglaterra planejava para os filhos de imigrantes. Agora portando seu Walkman, Javed muda sua forma de falar, sua forma de vestir e principalmente sua forma de viver. Mais confiante que nunca, seus sonhos estão a um passo de distância e não há ninguém que consiga pará-lo. Ou ao menos é o que ele pensa.

É um trabalho sensível da diretora Gurinder Chadha, famosa por abordar a temática da imigração indiana pra Londres, que entrega um filme jovem, mas que vai atingir diversos públicos. O clássico Feel Good Movie com uma pegada forte do teatro na direção. É como ver uma peça nas telonas.

A Música da Minha Vida é uma jornada de autoconhecimento e um grito para aqueles cujos sonhos parecem impossíveis. Com atuações competentes e uma trama envolvente, o filme não deve ser exibido em muitas salas pelo país, mas definitivamente deve ser assistido por qualquer um que goste de música e já tenha sonhado alguma vez na vida.

 

 



COMENTÁRIOS