Todo mundo adora uma fofoca, certo? Essa frase, dita pela própria Viih Tube em seu ‘Amiga do Inimigo’, resume não só o argumento de seu filme, mas também as outras produções nas quais busca inspiração, como ‘Rebeldes’, ‘Élite’, ‘Gossip Girl’ e ‘Pretty Little Liars’.

Em ‘Amiga do Inimigo’ acompanhamos Bia (Vivi Wanderley, também conhecida como Viih Tube), a moça mais popular do internato Nosso Recanto, que decide por conta própria descobrir a identidade do Anônimo do Recanto – alguém da própria escola que criou um perfil falso no Instagram para debochar e denunciar o comportamento nada exemplar dos colegas. Bia quer descobrir isso para trazer de volta seu irmão, Gustavo (Thomaz Costa), que foi expulso, e, para tal, envolve nos seus planos seus amigos Freio (Bruno Alcântara), Chico (Ujoãozinho), Manu (Vivi) e até mesmo a diretora da escola, Amélia (Taine Santtos) e a novata que acabou de ser transferida para lá, Nat (Luiza Parente).


O filme é, na verdade, um média-metragem, com apenas setenta minutos de duração – o que, em outras palavras, poderia classificá-lo como um episódio mais longo de uma série. A bem da verdade, ‘Amiga do Inimigo’ é sim baseado numa série: na websérie de sucesso ‘Em Nota’, de 2019, que se passa no mesmo universo e tem os mesmos personagens trazidos neste filme. É importante ter isso em mente porque embora o longa tenha uma história própria, faz muita referência a coisas que aconteceram nessa série, especialmente a construção do relacionamento entre os personagens. Portanto, se você não viu a série (disponível no canal do youtube da Viih Tube), talvez fique com algumas interrogações na cabeça ao ver este filme.

Aproveite para assistir:

O roteiro, escrito pela própria Viih Tube e por Bruno Alcântara (que também atua e dirige o filme) é intensamente dinâmico, indo e vindo na história o tempo todo, e também é narrada por Bia desde o início, lembrando bastante o formato de ‘Confissões de Adolescente’. Embora esse estilo seja bem atraente para o público jovem, é verdade também que, para um longa, essa técnica dá uma enjoada, pois o espectador além de ficar se sentindo trapaceado constantemente, também já começa a prever o que está para acontecer.

O que chama a atenção mesmo é a interação e a desenvoltura dos atores principais, bastante naturais nos primeiros dois arcos da história e mostrando que há muito talento para além dos canais de tv. Além disso, a incrível edição do longa também faz toda a diferença em ‘Amiga do Inimigo’, não só na construção do supracitado vai e vem do enredo, mas, acima de tudo, em conferir à produção aspectos ainda mais jovem, recheando-a de After Effects e figurinhas de internet, aproximando as duas mídias do público alvo.

Amiga do Inimigo’ é um filme episódico, bem feitinho e bastante acelerado. Fala a linguagem jovem, embora não traga nada de inovador. Mas é um filme que mostra a qualidade das produções independentes e que traz novos rostos ao meio das histórias infanto-juvenis, muito focada nas séries estrangerias.


Comentários

Não deixe de assistir:

SE INSCREVA NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE