O editor-chefe Renato Marafon traz a crítica do terror de ficção científica ‘Operação Overlord‘, que já está disponível na Netflix.

Produzido por JJ Abrams, o terror é montanha-russa infernal, extremamente perturbador, brutal, violento, gore e cheio de cenas de horror que vão te chocar.

Assista a crítica:



O longa é estrelado por Wyatt Russell (‘Falcão e o Soldado Invernal‘).

Faltando poucas horas para o Dia D, uma equipe de paraquedistas americanos invade a França ocupada pelos nazistas para realizar uma missão que é crucial para o sucesso da invasão. Com a tarefa de destruir um transmissor de rádio sobre uma igreja fortificada, os soldados desesperados juntam forças com uma jovem francesa para penetrar nas muralhas e derrubar a torre. Mas, em um misterioso laboratório nazista sob a igreja, os menos privilegiados encontram-se frente a frente com inimigos diferentes de qualquer outro que o mundo já tenha visto.

O terror conta com a direção de Julius Avery, de ‘Sangue Jovem‘, e roteiro de Billy Ray, que também produz o filme ao lado de J.J. Abrams.

Sucesso entre os críticos – com 81% de aprovação no Rotten Tomatoes –, o longa infelizmente sofreu para encontrar seu público nos cinemas. Com um orçamento de US$ 38 milhões, o terror arrecadou apenas US$ 41.6 milhões.



 

Aproveite para assistir:



Comentários

Não deixe de assistir:

🚨 INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL DO YOUTUBE 🚨http://bit.ly/CinePOP_Inscreva