Crítica | Pantera Negra - O filme mais sério e necessário da Marvel

Crítica | Pantera Negra - O filme mais sério e necessário da Marvel

Nota:

Há 10 anos, a Marvel Studios inaugurava seu Universo Cinematográfico com ‘Homem de Ferro’, sucesso inesperado nas bilheterias que catapultou a carreira então morta de Robert Downey Jr. e transformou o personagem no super-herói mais famoso das telonas.

Chegando ao seu 18º filme, o estúdio reúne mais sucessos do que fracassos, e a cada filme consegue elevar as apostas e faturar ainda mais. Com a difícil tarefa de quebrar a "fórmula Marvel", que começou a saturar seu próprio público com filmes de origem muito parecidos (vide ‘Homem de Ferro’ e ‘Doutor Estranho’), a Marvel decidiu se arriscar fora da caixinha e começou a navegar por gêneros diferentes, vide a sensacional comédia de ação ‘Guardiões da Galáxia’ e o filme de “espiões” ‘Capitão América - O Soldado Invernal’.

Eis que o estúdio agora renova novamente com ‘Pantera Negra’, um blockbuster de US$ 200 milhões que é corajoso o suficiente para trazer um elenco formado majoritariamente por atores negros - algo nunca feito antes em um filme desse porte por causa de uma Hollywood conservadora e racista.



Sim, já tivemos ‘Blade’, mas vale lembrar que apenas o herói vivido por Wesley Snipes era negro - o resto do elenco era majoritariamente branco.

Mas militâncias à parte, o elenco sensacional e talentoso é apenas a ponta do iceberg do melhor filme de origem já feito pela Marvel desde ‘Homem de Ferro’.

Esqueça as piadinhas e o humor sarcástico, ‘Pantera Negra’ é o filme mais sério e mais político já feito pela Marvel. É um filme de arte, de guerra, com moldura de super-herói.

Lembra a homenagem que a Marvel fez aos filmes “de espiões dos anos 70” em ‘O Soldado Invernal’? Aqui o estúdio repete a dose e flerta com o cinema de gênero, fazendo um filme épico sobre a arte da guerra. É um ‘Coração Valente’ (1995) com um super-herói negro no lugar de Mel Gibson.

Pantera Negra’ acompanha T’Challa que, após a morte de seu pai, o Rei de Wakanda, volta pra casa para a isolada e tecnologicamente avançada nação africana para a sucessão ao trono e para ocupar o seu lugar de direito como rei. Mas com o reaparecimento de um velho e poderoso inimigo, o valor de T’Challa como rei – e como Pantera Negra – é testado quando ele é levado a um conflito formidável que coloca o destino de Wakanda, e do mundo todo, em risco. Confrontado pela traição e o perigo, o jovem rei precisar reunir seus aliados e liberar todo o poder do Pantera Negra para derrotar seus inimigos e assegurar a segurança de seu povo e de seu modo de viver.

Ryan Coogler, de ‘Creed’, entrega uma direção sólida e estilosa que mescla com sucesso as cenas de ação com momentos dramáticos em que seu elenco tem a chance de brilhar.

E por falar em elenco, temos aqui o elenco mais carismático e talentoso de todos os filmes já produzidos pela Marvel.

Chadwick Boseman é a personificação do T’Challa, no mesmo nível que Robert Downey Jr. personificou o Homem de Ferro. Com uma atuação poderosa, ele dá a liga ideal para seu herói funcionar como um futuro líder dos Vingadores. Michael B. Jordan se redime após 'Quarteto Fantástico' e entrega um dos vilões mais humanos e fascinantes da Marvel, com uma motivação decente e curiosa que quebra a maldição do estúdio com heróis rasos.

Mas quem brilha mesmo é o elenco feminino: Letitia Wright (Black Mirror) é o maior destaque do elenco como a divertida Shuri, a irmã do protagonista que cria os apetrechos tecnológicos do herói, fazendo o mesmo papel do Q nos filmes do James Bond.

Lupita Nyong’o e Danai Gurira, de 'The Walking Dead', também merecem destaque como guerreiras girl power, em cenas de batalha e empoderamento que deixam o filme ainda mais primordial.

Pantera Negra’ é o James Bond da Marvel, um filme atual, político e necessário que acerta em cheio ao criar uma trama mirabolante, repleta de reviravoltas e mensagens valiosas em seu subtexto. É o filme mais sério e mais profundo da Marvel, cheio de alma e momentos épicos que deixarão qualquer cinéfilo boquiaberto.





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c