quarta-feira, abril 24, 2024

Crítica | Reality – Sydney Sweeney BRILHA numa história baseada em fatos reais que chegou no streaming

A verdade e a lei. Baseado numa peça teatral do ano de 2019 chamada This A Room, e filmado em apenas 16 dias, o interessante filme Reality nos mostra um interrogatório feito com uma especialista em linguística da inteligência norte-americana acusada de vazar informações que culminaram na exposição de dados que expôs a possível interferência russa nas eleições norte-americanas em 2016. Escrito e dirigido pela norte-americana Tina Satter, o filme possui uma narrativa intrigante, com eficácia no uso da linguagem cinematográfica, buscando interpretações aos conflitos emocionais em todos os momentos.

Na trama, conhecemos Reality (Sydney Sweeney), uma veterana da força aérea dos Estados Unidos, instrutora de Yoga, que trabalha como tradutora numa agência de segurança norte-americana. Um dia, ao voltar de compras, é cercada por agentes do FBI com um mandato para revistar sua casa, seu carro e possuem informações de que ela vazou informações secretas para um famoso site. Ao longo de 83 minutos, com o nervosismo sendo exposto a cada minuto que passa, vamos vendo a sequência de um interrogatório feito na própria casa da suspeita.

Exibido no Festival de Berlim do ano passado, o projeto nos joga para junho de 2017 em uma cidade norte-americana onde a suspeita reside e trabalha. A cronologia dos fatos, baseado em acontecimentos documentados pelo FBI e assim recriados na íntegra do que tinha nessa gravação feita pela agência federal norte-americana, nos leva para a mente dessa jovem de vinte e poucos anos e uma pergunta que persegue toda a narrativa: Qual o motivo dela ter vazado as informações?

O caso coloca ao público dilemas políticos, da lei, da exposição da informação pelo recebedor, e dos valores do indivíduo em relação ao seu ponto de vista do presente da sociedade que o cerca. O papel da mídia e seus debates políticos beirando ao sensacionalismo parecem ter sido uma parte do iceberg que vai aparecendo e obviamente se seguem com a revelação da história. A condução do interrogatório também chama a atenção, munidos de informações certeiras os agentes da lei parecem querer descobrir tudo que cerca o fato. A exposição de Reality como fonte pelo jornal online independente parece uma certeza e gera debates.

Dizer as verdades através do campo da indignação não é uma forma de dividir um problema que afeta a todos? O projeto deixa perguntas no ar, principalmente sobre o que nós faríamos se estivéssemos nessa situação. E não podemos esquecer do fabuloso trabalho de Sydney Sweeney como protagonista. Reality é um filme para assistir e se debater sobre, muitas questões importantes são levantadas.

Mais notícias...

Siga-nos!

2,000,000FãsCurtir
370,000SeguidoresSeguir
1,500,000SeguidoresSeguir
183,000SeguidoresSeguir
158,000InscritosInscrever

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MATÉRIAS

CRÍTICAS

A verdade e a lei. Baseado numa peça teatral do ano de 2019 chamada This A Room, e filmado em apenas 16 dias, o interessante filme Reality nos mostra um interrogatório feito com uma especialista em linguística da inteligência norte-americana acusada de vazar informações...Crítica | Reality - Sydney Sweeney BRILHA numa história baseada em fatos reais que chegou no streaming