Crítica | Sense8 - Cheio de ação, Episódio Final mostra que O Amor Vence Tudo - até preconceitos

Crítica | Sense8 - Cheio de ação, Episódio Final mostra que O Amor Vence Tudo - até preconceitos

Nota:

As duas irmãs transgênero coletivamente conhecidas como The Wachowskis são as mentes mais geniais em Hollywood. Diretoras, roteiristas e produtoras, elas explodiram nossa mente quando revolucionaram a ficção científica em 1999 com o clássico instantâneo 'Matrix', um filme que até hoje causa debates entre físicos, sociólogos, cinéfilos e vários outros grupos ou seguimentos.

Suas ideias são tão geniais que nem sempre conseguem ser adaptadas de uma maneira que as pessoas consigam entender, vide 'A Viagem' e 'O Destino de Júpiter', dois filmes que afundaram nas bilheterias por trazer uma mensagem demasiadamente complexa.

Vendo suas carreiras afundarem, elas encontraram sobrevida na Netflix - como co-criadoras da série 'Sense8'. Após duas temporadas amadas pelo seu público fiel, mas que não alcançaram os números desejados pelo serviço de streaming, a série foi cancelada e ganhou um episódio final em forma de telefilme após o furor de seus seguidores alcançarem um abaixo-assinado com mais de 500 mil assinaturas.



 

Com 2 horas e 31 minutos, o episódio final chamado 'O Amor Vence Tudo' (Amor Vincit Omnia) consegue encerrar com chave de ouro a história dos Homo Sensorium - uma raça avançada de seres humanos que conseguem se conectar telepaticamente.

Apesar da sensação que a série poderia nos brindar com mais temporadas geniais, esse desfecho abrupto consegue saciar os fãs ao responder perguntas que foram deixadas em aberto e ainda emocionar seu público, abraçando a causa LGBT e trabalhando cada um de seus personagens cuidadosamente e de maneira extremamente satisfatória.

Desta vez, nosso cluster favorito precisa salvar Wolfgang Bogdanow (Max Riemelt) das mãos da Organização de Preservação Biológica (OPB), uma entidade que começou a caçar os Homo Sensorium com medo de sua evolução e o poder que eles poderiam ter sobre os Homo Sapiens, já que são seres mais evoluídos.

Para isso, Will Gorski (Brian J. Smith), Sun Bak (Doona Bae), Kala Dandekar (Tina Desai), Nomi Marks (Jamie Clayton), Riley Blue (Tuppence Middleton), Lito Rodriguez (Miguel Ángel Silvestre) e Capheus Onyango (Toby Onwumere) finalmente conseguem se reunir em Paris, na França, para traçar um plano de entregar o vilão Sussurros (Terrence Mann) e acabar de uma vez com todas com a iminente extinção de sua espécie.

Cada um dos sensates tem seu momento de brilhar aqui, mesmo com o curto tempo em tela. Vemos como cada um dos oito personagens se conectam e se completam, e é delicioso ver a dinâmica entre eles e aqueles que fazem parte de suas vidas mas não são sensates - como o devido tempo dado para a maravilhosa Amanita (Freema Agyeman), a adorável Daniela (Eréndira Ibarra) e o foférrimo Rajan (Purab Kohli) - que talvez seja o marido mais compreensivo da história da TV.

Explicando as motivações do Sussurros e da OPB, o episódio consegue encerrar todas as pontas soltas com louvor, algo que as irmãs não haviam conseguido fazer com 'Matrix Revolutions'. É incrível ver como a ideia inicial não se perdeu ao longo dos episódios e conseguiu se encerrar de maneira redondinha, algo que outras séries de ficção científica com ideias complexas não tiveram sucesso em realizar - vide o final de 'Lost'.

Toda essa complexa trama escrita por J. Michael Straczynski e Lana Wachowski serve apenas como um pretexto para passar a mensagem que o amor vence tudo, quebra preconceitos e nos torna seres mais evoluídos. E esse episódio final consegue encerrar com chave de ouro a missão proposta pela série.

Dirigido por Lana Wachowski, após a irmã Lilly se afastar da série por motivos pessoais, o episódio final é digno de uma superprodução hollywoodiana de US$ 200 milhões de dólares, investindo não só em sua história, mas também na construção de cada um dos personagens.

E o bônus? Cenas de ação tão bem coreografadas e violentas como as de 'Matrix', com direito a momentos em slow motion e muitas, muitas explosões.

Em seu episódio final, 'Sense8' cumpre sua missão em trazer uma mirabolante história de ficção científica para passar uma mensagem simples em seu escopo, despertando diversas sensações no espectador enquanto ele ri, sofre, chora e ama. Afinal, o objetivo disso tudo era nos mostrar que sim, 'O Amor Vence Tudo'!

 





Inscreva-se em nosso canal e receba conteúdo exclusivo » http://goo.gl/mPcJ5c