Alfonso Cuarón é conhecido por diversos filmes extremamente aclamados pela crítica especializada e pelo público, incluindo ‘Gravidade’‘Roma’‘Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban’. Entretanto, um de seus títulos mais conhecidos e aplaudidos é o thriller de ação sci-fi Filhos da Esperança, lançado em 2006.

A trama é ambientada em futuro distópico em que as mulheres, por algum motivo desconhecido, não conseguem mais engravidar. O mais novo ser humano morreu aos 18 anos e a humanidade discute seriamente a possibilidade de extinção. Theodore Faron (Clive Owen) é um ex-ativista desiludido que se tornou um burocrata e que vive em uma Londres arrasada pela violência e pelas seitas nacionalistas em guerra. Procurado por sua ex-esposa Julian (Julianne Moore), Theodore é apresentado a uma jovem que misteriosamente está grávida. Eles passam a protegê-la a qualquer custo, por acreditar que a criança por vir seja a salvação da humanidade.

Contando com nomes como Michael CaineChiwetel EjioforClare-Hope AshiteyPam FarrisCharlie Hunnam, o filme conquistou diversos prêmios nos principais eventos de Hollywood, apesar de ter arrecadado apenas US$70 milhões nas bilheterias (contra um orçamento de US$76 milhões).

Para celebrar seu 15º aniversário, o CinePOP preparou uma breve lista com algumas curiosidades de bastidores, que você confere abaixo:



  • O filme é uma adaptação do romance homônimo de P.D. James. Na releitura, a crise humanitária é resultado de todas as mulheres se tornarem inférteis. No livro original, é resultado de todos os homens terem parado de produzir esperma.
  • Os planos-sequência se tornaram marco estético do longa-metragem e ganharam atenção dos críticos. O mais famoso deles ocorre na sequência do carro Fiat Mutipla, que é atacado por terroristas. A cena foi rodada com um tipo de câmera e de estrutura que poderia rotacionar dentro do carro (ou seja, não há efeitos visuais presentes nesse momento).

Aproveite para assistir:

  • Caine baseou sua performance no lendário musicista John Lennon. No meio do filme, quando Jasper e Miriam estão falando sobre bons times, Jasper menciona Lennon e Paul McCartney.
  • Quando Miriam (Ferris) é tirada do ônibus no campo de refugiados, é possível ouvir a canção “Arbeit Macht Frei”, do grupo The LibertinesArbeit macht frei, que significa O trabalho irá vos libertar, foi uma frase comum escrita sobre as entradas dos campos de concentração da Alemanha nazista, na II Guerra Mundial.
  • Cuarón revelou em diversas entrevistas que queria rodar o longa-metragem inspirando-se em ‘A Batalha de Argel’, de 1966, em vez de ‘Blade Runner: O Caçador de Androides, de 1982, como se criasse um documentário sobre algo que aconteceu em 2027.

  • Cuarón declarou que não queria “fazer um filme que terminasse com os créditos”. Ele queria fazer um filme que, quando chegasse aos créditos finais, desse início à verdadeira narrativa”.
  • Theo (Owen) não usa e sequer toca uma arma em qualquer momento do longa-metragem.
  • A sequência do ataque terrorista no começo do filme, na Fleet Street, foi rodada apenas duas semanas depois do verdadeiro ataque em Londres por membros do Al-Qaeda.



  • Depois do roteirista Paul Chart assinar a primeira versão do roteiro, a história foi reescrita algumas vezes por outros roteiristas – incluindo Mark FergusHawk OstbyTimothy J. Sexton e Cuarón. A versão final foi escrita por Cuarón, David Sarata e Sexton.
  • Moore foi escalada como Julian a partir de um desejo pessoal de Cuarón, que queria uma atriz que passasse a ideia de “credibilidade, liderança, inteligência e independência”.
COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: