Antes de entrar para o Universo Cinemático Marvel como a icônica Capitã Marvel, Brie Larson participou de diversos filmes muito bem recebidos pela crítica e pelo público – incluindo o aplaudido drama ‘O Quarto de Jack’, que comemora seu sexto aniversário hoje, 04 de setembro.

Inspirado no livro de mesmo nome escrito por Emma Donoghue, o longa conta a história de Jack (Jacob Tremblay), um menino de cinco anos que é criado por sua mãe, Ma (Larson). Como toda boa mãe, Ma se dedica a manter Jack feliz e seguro e a criar uma relação de confiança com ele através de brincadeiras e histórias antes de dormir. Contudo, a vida dos dois não é nada normal: eles estão presos em um espaço de 10m². Enquanto a curiosidade de Jack sobre a situação em que vivem aumenta, a resiliência de Ma alcança um ponto de ruptura. Os dois, então, começam a traçar um plano de fuga.

Também trazendo Joan AllenWilliam H. Macy ao elenco, o filme fez sua grandiosa estreia no Festival de Telluride em 2015 e conquistou uma série de prêmios. Além de indicações a Melhor FilmeMelhor Direção para Lenny AbrahamsonMelhor Roteiro Adaptado para Emma Donoghue no Oscar, Larson levou para casa a estatueta de Melhor Atriz, repetindo o feito no BAFTA, no Globo de Ouro e no SAG Awards.

Para celebrá-lo, o CinePOP preparou uma singela lista com várias curiosidades de bastidores, que você confere abaixo:



  • Larson se isolou na própria casa por um mês, sem telefone ou internet, e seguiu uma estrita dieta para entender pelo que Ma e Jack passavam na história. Larson também disse que, em virtude de se considerar uma pessoa introvertida, que prefere ficar em casa, acreditava que o mês de isolamento seria fácil; entretanto, na última semana, ela ficou bastante depressiva e chorava o dia todo.
  • Tentando fazê-los se conectar, a mãe de Tremblay perguntou a ele se ele tinha dúvidas para Larson. Ele, então, fez três perguntas: sua cor favorita, seu animal favorito e se ela gostava ou não de ‘Star Wars’.
Rm_D43_GK_0039.RW2
  • Tremblay, apesar de já ter atuado antes, não conseguia gritar com Larson nas cenas em que seu personagem fica irritado pelo fato do bolo de aniversário não ter velas. Para ajudá-lo, Abrahamson pediu para que todo o elenco e a equipe criativa começassem a pular e a gritar até que ele conseguisse fazer o mesmo.
  • Larson revelou que evitava lavar o rosto durante as filmagens, para deixar claro, na câmera, que não estava usando maquiagem.
  • O filme foi rodado, em sua maior parte, em sequência, para deixar mais fácil a Tremblay performar à medida que o personagem evoluía.
Room Movie Film Trailers Reviews Movieholic Hub
  • Para manter a atmosfera claustrofóbica, o primeiro mês de gravações foi feito em um espaço bastante confinado, erguido em um cubículo de 11m². As paredes não eram removidas para facilitar a atuação e a concepção da história – o que significava que o diretor e a equipe precisavam de saídas criativas para fazer tudo funcionar.
  • Donogue escreveu o roteiro para o longa-metragem antes mesmo do romance original ser publicado oficialmente.
  • O filme faz uma clara referência ao clássico romance ‘O Conde de Monte Cristo’, de Alexandre Dumas. O livro é mencionado por Ma a Jack: Ma diz ao filho que o personagem principal foi encercarado em uma cela por muitos anos.

  • Larson se tornou a sexta atriz consecutiva a levar o Oscar de Melhor Atriz por interpretar uma personagem com alguma doença mental, seguida por: Natalie Portman, interpretando uma bailarina que tem alucinações em ‘Cisne Negro’ (2010); Meryl Streep como Margaret Thatcher, primeira-ministra do Reino Unido que sofria de demência em ‘A Dama de Ferro’ (2011); Jennifer Lawrence como uma mulher que sofria de bipolaridade em ‘O Lado Bom da Vida’ (2012); Cate Blanchett, vivendo uma socialite que sofre um surto psicótico em ‘Blue Jasmine’ (2013); e Julianne Moore como uma professora universitária diagnosticada com Alzheimer em ‘Para Sempre Alice’ (2014).
  • Emma WatsonRooney MaraShailene Woodley foram cotadas para interpretar Ma na produção.
COMENTÁRIOS

Não deixe de assistir: