David Lynch será homenageado com Oscar honorário por suas obras

David Lynch será homenageado com Oscar honorário por suas obras



Apesar de David Lynch ter sido indicado ao Oscar quatro vezes por seu trabalho em ‘O Homem Elefante’, ‘Veludo Azul’ e Cidade dos Sonhos’, o diretor nunca segurou a estatueta nas mãos. Felizmente, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas vai homenagear sua obra com um Oscar honorário em 27 de outubro.

Ao lado de Lynch, também serão homenageados Wes Studi, Lina Wertmüller e Geena Davis. O Governor’s Awards, como este Oscar honorário é oficialmente chamado, é dado a:

“Indivíduos que se dedicaram a uma vida inteira de realizações artísticas e trouxeram contribuições excepcionais para nossa indústria”, como disse o atual presidente da Academia, John Bailey.

“Esses quatro astros transformaram a indústria. Este ano, vamos homenageá-los.”

Além de sua contribuição para o cinema, Lynch revolucionou a história das séries de TV com a estreia de ‘Twin Peaks, que foi concluída em 2017, após um hiato de mais de 25 anos.

Lina Wertmüller foi a primeira produtora a ser indicada ao Oscar de melhor direção graças com o longa ‘Pasqualino Sete Belezas’ (1975), com o qual também foi candidata a melhor roteiro original. Sua carreira inclui ainda títulos como ‘I basilischi‘ (1963), ‘Mimi, o metalúrgico’ (1972) e ‘Por um Destino Insólito’.

Wes Studi é dono de uma longa carreira com papéis de destaque em filmes como ‘Dança com Lobos’ (1990) e ‘O Último dos Moicanos’ (1992).

Fechando a lista, a atriz Geena Davis, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante por ‘O Turista Acidental’ (1988) e indicada na categoria de melhor atriz por ‘Thelma & Louise’ (1991), a americana também se destacou por seu trabalho a favor da igualdade entre homens e mulheres por meio do Geena Davis Institute on Gender in Media e sua parceria com a Organização das Nações Unidas.



COMENTÁRIOS